Acesso Rápido

    New Deal: a alternativa americana para superar a crise de 1929

    New Deal: a alternativa americana para superar a crise de 1929

    Uma das maneiras de conter a crise de 1929 do mercados de capitais e economia americana foi o New Deal.

    New Deal, imposto pelo presidente Franklin Delano Roosevelt, foi um plano baseado em uma das teorias econômicas mais respeitadas da época.

    O que foi o New Deal?

    O New Deal (em português, Novo Acordo) ocorreu efetivamente entre 1933 e 1937, impondo uma série de medidas implementadas nos Estados Unidos sob o governo do presidente Franklin Roosevelt.

    Seu objetivo principal era reorganizar e recuperar a economia norte-americana, além de conceder auxílio aos prejudicados pela Grande Depressão.

    Essa política foi inspirada pelas teorias do economista inglês John Maynard Keynes. Assim, este autor dizia que para alcançar o bem estar da população, o Estado deveria intervir na mediação econômica, algo que o capitalismo não tinha capacidade de realizar.

    Dessa forma, o governo de F. D. Roosevelt, então presidente dos EUA, optou por tomar muitas medidas intervencionistas na economia.

    Contudo, para entender as propostas do New Deal, assim como os efeitos que este programa teve sobre a economia americana, é preciso entender, primeiramente, o que foi a crise de 1929 e suas consequências econômicas.

    Qual a relação entre o New Deal e a Crise de 1929

    A crise de 1929, também conhecida como a grande depressão, é dita como a maior crise econômica do capitalismo. Durante este período, graves problemas econômicos ocorreram na economia americana e mundial.

    Por exemplo: a queda drástica no PIB dos países, aumento significativo na taxa de desemprego, destruição de patrimônios, desvalorização abrupta das ações negociadas nas bolsas de valores, entre outros. 

    Além disso, a crise financeira teve início por conta da superprodução de produtos nos EUA que não tinham uma demanda suficiente para suprir a oferta.

    Assim, os preços dos produtos americanos começaram a despencar drasticamente, a produção foi desacelerada e, consequentemente, o desemprego aumentou.

    Portanto, essa série de resultados negativos levou a uma grande desvalorização das ações listadas na bolsa de valores americana. Quando agravada por motivos especulativos, gerou crash na bolsa de valores de Nova Iorque.

    Por fim, o crash, ou falência, agravou os efeitos da crise já existente, estabelecendo assim a grande depressão econômica internacional.

    Quais foram as principais medidas do New Deal?

    Não se sabia qual era a melhor maneira para conter os efeitos da crise e o presidente americano do New Deal, Roosevelt, optou por políticas econômicas intervencionistas.

    Dessa forma, uma série de medidas que tinham como objetivo reduzir o desemprego e retomar atividade econômica foram implantadas com base no keynesianismo.

    Assim, entre as principais propostas estabelecidas pelo New Deal, estavam o empréstimo financeiro aos bancos para tentar evitar a quebra completa do sistema financeiro.

    Além disso, uma importante medida foi a construção de obras públicas, como rodovias e hidrelétricas com dinheiro estatal.

    Ainda, ocorreu a desvalorização cambial do dólar, mantendo a moeda mais competitiva e incentivando a retomada das exportações.

    Por fim, medidas importante foram a criação de um sistema de seguridade social nos EUA e subsídios e estímulos à atividade agrícola.

    Quais foram os resultados do New Deal?

    O New Deal trouxe resultados positivos para economia americana naquele momento, tendo atingido o objetivo de retirar o país da crise em alguns anos.

    De fato: estudos apontam que após 10 anos do New Deal, os Estados Unidos alcançaram o patamar econômico que se encontravam antes de 1929.

    Assim, a base do New Deal chegou a influenciar políticas econômicas na Europa, como o Welfare State, que vigorou no Velho Continente após a Segunda Guerra Mundial.

    No entanto, principalmente nos anos 70, com novas crises no mundo capitalista, os métodos intervencionistas do New Deal passaram a ser questionados.

    Dessa forma, começou a abrir espaço para a consolidação dos ideais neoliberais.

    Esse artigo te ajudou a entender mais sobre o New Deal? Deixe comentários e dúvidas no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *