Calculadora de Juros Compostos

Como funciona a Calculadora de Juros Compostos?

Entender alguns conceitos pode fazer com que você, investidor, tenha uma caminhada mais tranquila e, especialmente, de maior sucesso no mercado financeiro. E entre os conceitos para explorar, está o funcionamento dos juros compostos, ou juros sobre juros.

E isso não é à toa, afinal os juros compostos garantem o aumento de ganhos nos seus investimentos, principalmente para aqueles investidores que focam no longo prazo.

Dessa forma, saber como calcular os juros compostos se torna um fator importante para aqueles que investem.

Justamente por este contexto, a Suno disponibiliza a Calculadora de Juros Compostos. Para entender como funciona esta ferramenta, acompanhe o passo a passo a seguir.

Investimento Inicial Investimento Inicial

Para iniciar a simulação de seu investimento, você deve ir ao campo “investimento inicial” e colocar o valor de seu aporte primário.
Vale ressaltar que não há uma regra de montante inicial para se investir. Ou seja, você deve entender qual valor de capital se encaixa me lhor no seu perfil de investidor.

Aplicação Mensal Aplicação Mensal

No passo seguinte você deve colocar no campo “aplicação mensal” qual é o aporte financeiro que fará naquele investimento mensalmente. Isto é, qual o dinheiro que será alocado naquele produto por mês.
A melhor abordagem para o investidor é separar o montante que será aplicado, assim não corre-se o risco de gastar toda sua renda mensal antes de realizar o aporte no investimento.

Tempo Tempo

No terceiro passo, você deve ir até o campo “por quanto tempo” e indicar o intervalo que será feito aquele investimento, sendo desde o aporte inicial até o resgate.

Rentabilidade Rentabilidade

No último passo, você deve ir ao campo “rentabilidade”. Este é o momento em que é necessário colocar a rentabilidade que o investimento possui durante um período determinado.
Para facilitar, há um botão escrito “i” ao lado da palavra rentabilidade. Ao passar o mouse por ele, aparecerá um indicador apontando a rentabilidade de um investimento.
Na sequência, você deve clicar no botão “calcular”. A partir deste ponto, será apresentado o resultado de como os juros compostos renderam segundo os dados indicados no passo anterior.

Como investir com base nos Juros Compostos?

Reforçando o que foi apontado anteriormente neste texto, investir com base nos juros compostos pode ser um grande diferencial na rentabilidade de seus investimentos – principalmente por possibilitar ganhos exponenciais.
Podemos investir com base na dinâmica dos juros compostos em diferentes tipos de produtos. Dos quais é possível citar:

Vantagem dos Juros Compostos

A principal vantagem de se utilizar os juros compostos é a possibilidade de aumentar o rendimento do investimento em uma escala maior.
Isso é, ao aliar a rentabilidade e saldo, você conseguirá que seu investimento alcance um potencial maior.
No entanto, é necessário reforçar que, para isso acontecer, você deve pensar em investimentos de longo prazo, isso porque os juros sobre juros tendem a ter um impacto mais positivo em longos períodos, afinal seu crescimento é exponencial.

Ações
No investimento em ações, o investidor consegue sua renda com base nos fluxos de caixa gerados pela empresa, conhecido como juros.
Quando estes juros são reinvestidos, os juros compostos passam a ter influência no fluxo de caixa do negócio.
Vale ressaltar que este reinvestimento pode ser realizado tanto por parte da empresa, quanto por parte do investidor.
ETFs
Aplicação dos juros compostos nos ETFs (fundos de índice) é semelhante ao que acontece nas ações.
Afinal os ETFs são fundos de investimentos passivos, compostos por uma série de ações do mercado financeiro.

Isso é, este tipo de investimento é indicado para aqueles que buscam investir em ações, porém desejam fazer isto de modo mais prático.
Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs)
O FII é outro tipo de investimento, todavia, seu foco não são ações, mas ativos imobiliários.
Ou seja, se você investir em um fundo imobiliário comprando cotas, estará adquirindo parte de um empreendimento, podendo ser desde um shopping center até um galpão logístico.
Para os juros compostos terem influência neste tipo de investimento é necessário reinvestir os dividendos ou proventos distribuídos ao investidor.
Renda Fixa

Por fim, os juros compostos também influenciam os investimentos de renda fixa.

Para isso é necessário que os rendimentos distribuídos por este tipo de investimento sejam reinvestidos.

Geralmente a renda fixa se posiciona como um investimento mais seguro se comparado com as opções anteriores, todavia o potencial de ganho é menor.