George Soros George Soros

George Soros

Perfil de George Soros
Idade 93
Nome Completo George Soros
Nascimento 12/08/1930
Local de Nascimento Budapeste, Hungria
Filhos 5
Nacionalidade Húngaro, com nacionalidade estadunidense e britânica
Formação Filósofo
Ocupação Fundador da Quantum Group Funds
Fortuna US$ 6,7 bilhões (2023)
Conhecido Como George Soros
Estado Civil Casado
Site Oficial https://www.georgesoros.com/
Gênero Masculino
Redes Sociais Twitter
Filhos Alexander Soros
Gregory Soros
Jonathan Soros
Robert Soros
Andrea Soros

Biografia de George Soros

Quem é George Soros?

George Soros é o fundador da Quantum Group Funds, um dos negócios mais aclamados da área e possui até então uma fortuna bilionária em ativos. Soros é um investidor que tem suas ações voltadas para venda a descoberto, práticas que o colocaram em evidência. Ainda que seja um dos maiores investidores do mundo, a sua imagem vive em debate.

George Soros também é conhecido por ser “O Homem que Quebrou o Banco da Inglaterra”, quando, em 1992, investiu parte de sua fortuna na desvalorização da Libra Esterlina, a data ficou conhecida como “Quarta Feira Negra”.

WEBINARIO SUNO INTER

Biografia de George Soros

György Schwartz nasceu na data de 12 de agosto de 1930, na cidade de Budapeste, capital da Hungria. Durante a Segunda Guerra Mundial, sua cidade foi tomada por nazistas e por ser de família judia, seu nome teve que ser alterado para George Soros.

Graças a mudança de nomes de toda a família, conseguiram passar despercebidos aos horrores do nazismo.

Seu pai, chamado Tivadar, ainda teve a oportunidade de salvar outras famílias judias, com documentos falsos.

Com o final da guerra e Soros já com 17 anos, a Hungria sofreu outra invasão, porém era da União Soviética, e então, ele emigrou à Inglaterra.

Vida acadêmica de George Soros

Foto: Sebastian Derungs

Nessa época, em 1940, ele ingressou na London School of Economics, na instituição ele concluiu sua graduação e seu mestrado em filosofia.

O investidor aliava os estudos a bicos como garçom de boate e carregador de malas de uma ferrovia.

E então, Soros conheceu Karl Popper, autor do livro Sociedade Aberta e seus Inimigos, através dessa amizade que George resolveu fundar a Open Society Foundation, uma organização não-governamental.

No ano de 1954, George deu início ao seu mestrado na área de filosofia também, ele tinha o objetivo de escrever um livro, mas também precisava de um emprego.

Antes de começar sua carreira na bolsa de valores, ele trabalhou em bancos mercantis em Londres.

Demonstrando cada vez mais interesse na área financeira, com 26 anos, George mudou-se para os Estados Unidos, com uma oportunidade de trabalhar com negociações de ativos, na gestora F. M. Mayer.

E posteriormente trabalhou na Wertheim and Co, se destacando cada vez mais no mercado e conciliando com seus estudos de filosofia. Chegando a ocupar o cargo de vice-presidente da Arnhold and S. Bleichroeder.

No ano de 1966, ele iniciou seu primeiro fundo com US$ 100 mil da empresa, onde colocou em ação a sua própria filosofia de investimento.

PLANILHA CONTROLE GASTOS

Soros Fund Management

Em 1970, o megainvestidor lançou sua própria gestora Soros Fund Management, com seu novo sócio Jim Rogers. O fundo passaria mais tarde a se chamar Quantum Group Funds. Ele tinha no início um patrimônio de US$ 12 milhões. Com o passar do tempo, os acertos fizeram esse valor chegar a US$ 44 bilhões até 2011.

O negócio ganhou destaque pela política agressiva, em que os altos investimentos e grandes retornos financeiros em curto prazo eram uma filosofia do grupo.

O executivo também traz conceitos da filosofia na hora de atuar no mercado financeiro.

Ainda assim, o nome de George Soros causa enorme comoção no meio. Não à toa ele está entre os investidores de sucesso, colocado em listas em que figuram personagens como Warren Buffett.

O homem que quebrou o Banco da Inglaterra

Sua fama no mercado financeiro só aconteceu de fato no ano de 1992. Com sua forte aposta de queda no valor da libra esterlina, ele acabou lucrando cerca de US$ 1 bilhão, em um episódio que ficou conhecido na história da Inglaterra como quarta-feira negra”.

Apesar da tentativa de outros países de sustentarem a libra esterlina através de fortes compras da moeda, esta acabou colapsando, deixando assim o sistema cambial europeu.

Por conta dessa aposta contra a libra, operando vendido sobre ela em cerca de US$ 10 bilhões, George Soros acabou ficando conhecido como “o homem que quebrou o Banco da Inglaterra”, embora tenha achado esse apelido um tanto quanto injusto.

As estratégias do fundo de Soros acabaram então dando certo nos próximos anos. Assim, se tornou um dos mais rentáveis do mundo. George Soros aponta alguns princípios para alcançar sucesso em sua filosofia de investimentos. Um deles é ter boas informações e continuar se mantendo no caminho da sua intuição.

Atualmente, a fortuna de George Soros é estimada em 8,6 bilhões de dólares segundo o ranking da Forbes 2022. Tal valor o coloca como 92ª pessoa mais rica do mundo.

Ele havia caído mais de 150 posições em relação ao ranking da Forbes de 2017. Isso após colocar 18 bilhões de dólares, isso é, 80% de sua fortuna, na organização Open Society. Organização social que fundou em 1993.

EBOOK 10 LIVROS

Filantropia

No ano de 1979, George Soros começou a fazer mais parte de práticas filantrópicas e empresas sem fins lucrativos. Ele começou a oferecer nesse período bolsas de estudo para jovens da África do Sul, assim como para a Europa Oriental, enquanto existia o período de Guerra Fria.

Já no ano de 1993 se teve a fundação da Open Society Foundation, instituição nos EUA que trabalha na coordenação dos direitos humanos em centenas de países. Nesse sentido, uma das pautas discutidas por lá é o combate à guerra e às drogas, assim como a da legalização da Canabis medicinal.

Além disso, outras pautas também são defendidas na Open Society Foundation, como os movimentos LGBTQIA, além de ajuda na educação para populações negligenciadas. Por contas das organizações fundadas por George Soros, recebeu o prêmio de personalidade do ano em 2018.

Soros promete investir contra as mudanças climáticas e “ditadores”

Em 2020, em um pronunciamento no Fórum Econômico Mundial em Davos, George Soros falou que pretendia investir até US$ 1 bilhão em iniciativas universitárias, com o intuito de mitigar os impactos das mudanças climáticas e para inibir a formação de novos “ditadores”.

Soros acredita que a sobrevivência do homem depende da preservação da natureza. Além disso, o filantropo afirmou que todas as universidades do mundo poderão participar da “Open Society University Network”, sendo este, um dos projetos mais importantes de sua vida.

Investimento em projetos de igualdade racial

Na defesa por igualdade social, em julho de 2020, a Open Society Foundations, do investidor George Soros, prometeu investir até US$ 220 milhões em projetos que visam melhorar as condições de vida da comunidade negra.

Os recursos foram divididos da seguinte forma: US$ 150 milhões foram alocados em forma de subsídios para organizações jurídicas lideradas por negros. Dentre os grupos e organizações alvo dos subsídios, há Black Voters Matter e Circle for Justice Innovations. Os outros US$ 70 milhões serão alocados em iniciativas para promover a justiça racial.

Soros apoiando a Amazônia

Em novembro de 2023, foi divulgado na mídia que o braço de investimentos (Fundo Soros de Desenvolvimento Econômico, SEDF) da Open Society Foundations, do bilionário, George Soro, fará um investimento de US$ 15 milhões no Fundo para a Biodiversidade da Amazônia (ABF).

A ABF financia negócios sustentáveis na Amazônia, beneficiando 700 mil pequenos agricultores, além de gerar mil empregos diretos e indiretos. Destacando que a ABF também colabora para a preservação e proteção da floresta.  

Política

Soros e sua fundação, são doadores regulares do partido democrata nos Estados Unidos. Desde as eleições de Barack Obama, Soros faz doações relevantes às campanhas presidenciais dos democratas. Na última disputa, Soros foi um dos grandes apoiadores de Biden.  

Investimentos

Loft

Em março de 2021, o fundo Soro Fund Management fez um aporte na startup Loft. Na rodada capitaneada pela D1 Capital, em que o fundo de George Soros participou, foram levantados US$ 425 milhões.

Com esse valor, a Loft, companhia do segmento imobiliário, alcançou um valor de mercado equivalente a US$ 2,2 bilhões. No momento do investimento na Startup, a Loft chegou a ultrapassar o valor de mercado de outras empresas conhecidas no Brasil, como a Cyrela (CYRE3).

Mas esta não é a primeira empresa brasileira na qual Soros investe. Em 2017, a CargoX, companhia equivalente a um “Uber dos caminhões “, recebeu um aporte de US$ 20 milhões do megainvestidor.

Criptomoedas

Uma das apostas de Soros são as criptomoedas e as soluções de finanças descentralizadas, “DeFi”.

Em um evento da Bloomberg, em meados de outubro de 2021, a CIO da Soros Fund, Dawn Fitzpatrick, falou que o fundo já tinha algumas criptomoedas, mas que os negócios envolvendo “DeFi” eram mais interessantes.

Venda das ações da Tesla

Em maio de 2023, Soros divulgou, por meio do seu fundo de investimentos, que não detinha mais ações da Tesla, empresa de Elon Musk.

Ao todo, Soros tinha 14,7 milhões de euros em ações da montadora de carros elétricos. Após a divulgação, Elon Musk foi até o X (Twitter) comentar o evento.

Em seu “tweet”, Musk compara Soros ao “Magneto” , personagem dos X-Men.

Depois, ao responder um comentário feito em seu “tweet”, Musk escreveu que “Soros odeia a humanidade”.

Soros cede controle da Open Society Foundations

Em junho de 2023, foi anunciado que George Soros, um dos mais importantes investidores de todos os tempos estaria se afastando da liderança da Open Society Foundations.

O império de aproximadamente US$ 25 bilhões, será liderado pelo seu filho, Alexander Soros, de 37 anos.

Segundo informações levantadas, Soros tinha em mente passar a liderança do conglomerado, para o seu outro filho, Jonathan Soros, de 52 anos.

Porém, alguns desentendimentos e opiniões contrárias, acabaram mudando a decisão de Soros.

Reestruturação

Com a entrada de Alexander Soros, a Open Society Foundations passará por uma reestruturação.

De acordo com a notícia publicada em outubro de 2023, há expectativa de cortes, impactando em 40% dos colaboradores da fundação, além da pausa em novas doações.

A consultoria Deloitte foi contratada para ajudar nesta reestruturação. Ao ser questionado por telefone pela Bloomberg, o presidente da fundação, Mark Malloch-Brown, disse que a consultoria vai ajudar enfatizando a urgência e o resultado.

Teoria conspiratórias e Soros

Nos últimos anos, o nome de Soros e suas organizações foram envolvidos em diversas campanhas de desinformação.

Em alguns casos, Soros foi apontado como um dos líderes do movimento Black Lives Matter, de ser ex-nazista e até, de financiar o partido brasileiro, PSOL.

Soros também já foi acusado de influenciar na crise imigratória nos Estados Unidos e na Europa. 

Em uma dessas campanhas de desinformação, foi divulgado que Soros havia sido preso nos Estados Unidos, devido a interferências nas eleições presidenciais daquele país.

Uma das últimas informações falsas sobre o bilionário, é que ele estaria auxiliando o governo brasileiro na tomada de decisão em assuntos envolvendo a Amazônia.

Boa parte dessas notícias falsas tem como base as ações filantrópicas de Soros e suas empresas.

Como constantemente é divulgado que Soros faz doações a universidades, ONGs e demais organizações e projetos, o nome do bilionário circula em diversas campanhas de desinformação. 

O que achou da trajetória de vida de George Soros? Deixe nos comentários a parte que mais chamou sua atenção.

EBOOK 10 LIVROS

Ler mais

Perfis Relacionados a George Soros

Compartilhe sua opinião