Acesso Rápido

    Ajuda para Investir: saiba quais profissionais podem ajudar a investir

    Ajuda para Investir: saiba quais profissionais podem ajudar a investir

    Ajuda para investir é algo que muitas pessoas buscam quando estão dando os primeiros passos no mundo dos investimentos.

    Portanto, buscar ajuda para investir é algo que pode contribuir muito para cuidar das próprias finanças e, com isso, ajudar na educação financeira do investidor.

    Qual a importância de contar com ajuda para investir?

    Muitos investidores, quando decidem dar os primeiros passos para investir, ainda não entendem bem o que estão fazendo. Por isso, pode ser interessante ter ajuda profissional para cuidar de seus investimentos e fazer uma boa alocação de ativos.

    Sendo assim, um bom profissional que trabalha com investimentos poderá ajudar a fazer uma boa seleção de investimentos baseados no perfil do investidor.

    Por exemplo: um investidor mais conservador terá uma maior parte do seu capital em renda fixa. Já, por outro lado, um investidor mais arrojado terá um percentual maior na renda variável.

    Dessa forma, a consultoria financeira pessoal pode guiar bem o investidor. Isso vale especialmente quem tem pouco tempo para estudar sobre mercado financeiro.

    Quais são os profissionais que ajudam a investir o dinheiro?

    Os profissionais que cuidam do seu dinheiro são:

    • Planejador financeiro;
    • Assessor de investimentos ou agente autônomo de investimento (AAI);
    • Consultor de investimentos.

    1. Planejador financeiro

    O planejador financeiro é um profissional que avalia os objetivos de cada investidor. Assim, ele o ajuda a criar uma estratégia para suas finanças.

    Esse profissional cuida não apenas de investimentos, mas também de outras coisas. Ele ajuda também do planejamento financeiro pessoal e ajuda a montar objetivos de curto, médio e longo prazo.

    Por exemplo: ele pode recomendar um investimento de baixo risco para um perfil conservador. Ele pode também recomendar algo mais arriscado para os mais arrojados.

    A certificação profissional do planejador financeiro é a certificação CFP. Embora não seja obrigatória para exercer a função, dá um atestado de qualidade ao profissional.

    2. Assessor de investimentos ou agente autônomo de investimento (AAI)

    O agente autônomo de investimento está filiado a corretoras. Eles são, portanto, representantes comerciais dessas instituições financeiras.

    Dessa forma, eles captam clientes, registram ordens de investimentos e fornecem informações sobre produtos de investimentos que as instituições financeiras oferecem.

    No entanto, o AAI não pode recomendar investimentos. Ele também não pode ter acesso às senhas de seus clientes. Quem deve tomar a decisão e comprar os ativos é o próprio investidor.

    Para se tornar um agente autônomo, o profissional deve fazer uma prova de certificação pela Ancord.

    3. Consultor de investimentos

    Por fim, o consultor de investimentos faz a orientação e oferece recomendações de investimentos para os seus clientes.

    Ou seja: diferente do planejador financeiro, esse profissional está voltado mais para a seleção de ativos mobiliários, sejam eles de renda fixa ou voltados para a renda variável.

    Sendo assim, ele fará uma avaliação conforme o perfil do investidor e conseguirá então selecionar os melhores ativos, seja um investimento mais seguro ou mais arriscado.

    Vale notar, entretanto, que na consultoria de investimentos não pode fazer os investimentos diretamente para o seu cliente. Quem deve investir efetivamente é o próprio investidor.

    Quais as vantagens e desvantagens de investir com ajuda profissional?

    De fato, existem muitos fatores envolvidos quando se pensa em ajuda profissional para investir — e eles podem ser positivos ou negativos.

    Primeiramente, existe a vantagem muito clara de contar com ajuda de um profissional especializado em investimentos, o que pode evitar muitos erros (especialmente erros de investimento para quem não entende).

    Além disso, um profissional do mercado conseguirá avaliar o perfil de investidor e compreender qual seria a alocação de ativos ideal para o seu caso.

    O único lado para cuidar é que o investidor não deixe tudo na mão do profissional. Ele deve usar a sua ajuda para aprender mais do mercado.

    Dessa forma, o investidor vai gradualmente ganhando conhecimento de finanças ao invés de ficar dependente da consultoria profissional.

    Com esses cuidados, o investidor poderá usar muito melhor a sua ajuda profissional enquanto aprende sobre o mercado financeiro.

    Você conseguiu entender como conseguir ajuda para investir? Comente abaixo para podermos tirar as suas dúvidas.

    Perguntas frequentes sobre ajuda para investir
    Quem pode ajudar a investir?

    Profissionais do mercado financeiro podem ajudar a investir, tais como planejadores financeiros, consultores de investimentos, assessores de investimentos ou agentes autônomos de investimentos.

    Quais as vantagens e desvantagens de investir com ajuda profissional?

    As vantagens estão na ajuda profissional para investir e na personalização dos investimentos conforme o perfil do investidor. Só é preciso ter cuidado para que o investidor não terceirize todas as suas decisões e aprenda sobre o mercado com o passar do tempo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *