Acesso Rápido

    Investidor de Valor: 3 passos para se tornar um value investor

    Investidor de Valor: 3 passos para se tornar um value investor

    Com o aquecimento do mercado acionário brasileiro e com mais investidores na bolsa de valores, a B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), muitos procuram sobre como se tornar um investidor de valor. Afinal de contas, esse tipo de investidor costuma atingir um excelente retorno financeiro ao longo do tempo.

    Isso porque o investidor de valor analisa os ativos em busca daqueles negociados abaixo de seu valor intrínseco, isto é, do quanto deveriam valer. Assim, acabam realizando investimentos com alta margem de segurança, o que aumenta as chances de obter ganhos superiores à média do mercado.

    O que é o investidor de valor?

    O investidor de valor é aquele que pratica a filosofia do value investing, procurando por ativos negociados com desconto na bolsa de valores. É por isso que o investidor de valor também é conhecido como “value investor”, expressão que vem do inglês.

    Basicamente, esse tipo de investidor do mercado está sempre avaliando o preço e valor dos ativos, sendo que:

    • Preço: por quanto o ativo é negociado naquele momento no mercado;
    • Valor: por quanto o ativo deveria ser negociado, considerando seus fundamentos.

    Como foi colocado, o investidor de valor busca por ativos que estejam sendo negociados com um preço suficientemente abaixo do seu valor. Então, espera-se que após um período os agentes do mercado reconheçam os fundamentos do ativo, o que elevará seu preço, convergindo-o ao seu valor.

    Nesse momento de convergência, o investidor de valor consegue obter grandes ganhos financeiros. Afinal, terá adquirido o investimento de forma descontada, com margem de segurança, e terá seu capital investido multiplicado quando o ativo se valorizar no mercado.

    Como diria o maior investidor de valor de todos os tempos, Warren Buffett: “O preço é o que você paga; o valor é o que você leva”.

    Apesar de parecer simples, o investidor de valor precisa ser um indivíduo disciplinado e, principalmente, paciente. Isso porque muitas vezes o reconhecimento do mercado do real valor do ativo demora algum tempo, o que faz com que essa metodologia de investimento seja indicada para o longo prazo.

    Em outras palavras, pode ser que o investimento realizado pelo value investor fique sem gerar ganhos por muito tempo até que, algum dia, apresente resultados. Sendo que nesse momento também é preciso ter disciplina para não se desfazer do ativo precipitadamente, antes de ele gerar todos os ganhos possíveis com sua valorização.

    Exemplos de investidor de valor

    Ao explicar melhor sobre a filosofia de investimento de um investidor de valor, muitos podem ficar na dúvida se essa realmente é uma boa estratégia de investimento. Para resolver esta questão, uma das alternativas é conhecer exemplos de investidor de valor que temos no mercado.

    Um desses exemplos é o conhecido Warren Buffett, um norte-americano de cerca de 90 anos considerado um dos indivíduos mais ricos do mundo. Para se ter uma ideia, o também conhecido como “Oráculo de Omaha” possui uma fortuna que beira os 100 bilhões de dólares.

    Desde sua infância, quando já começou a investir em empresas na bolsa de valores, Buffett praticou a filosofia do value investing, desenvolvida por Benjamim Graham. Investindo para o longo prazo com esse metodologia, Warren observou seu capital investido se multiplicar milhares de vezes ao longo do tempo.

    Abaixo, é possível conferir o patrimônio acumulado pelo maior investidor de valor de todos os tempos ao longo de sua vida:

    investidor de valor

    Obviamente, não se espera que todos tenham a mesma paciência de Warren Buffett. Isto já que o investidor teve um histórico de estilo de vida extremamente modesto, bastante focado em seus investimentos em empresas na bolsa.

    No Brasil, existem outros exemplos investidores de valor que praticaram o value investing e que atingiram resultados expressivos. Um deles é Luiz Barsi, que nasceu de família pobre e que conseguiu atingir a fortuna de mais de 2 bilhões de reais.

    Os ensinamentos desses investidores sobre o value investing e sobre como se tornar um investidor de valor são muito ricos. Afinal, mostram como basicamente qualquer um pode alcançar o sucesso financeiro nos investimentos ao investir no longo prazo.

    Como se tornar um investidor de valor?

    investidor de valor

    Depois de compreender melhor o que é o value investing praticado pelos investidores de valor, muitos podem ficar com uma importante dúvida. Isto é, na prática, como se tornar um investidor de valor?

    Apesar de não existir uma resposta simples para essa questão, existem passos em comum que todo investidor de valor deve seguir. Abaixo, portanto, um passo a passo de como se tornar um value investor:

    Saber selecionar os ativos

    O primeiro ponto que deve ser observado por aqueles que desejam se tornar investidores de valor é saber selecionar os ativos a serem estudados. Sendo que isso será fundamental para conseguir encontrar as melhores oportunidades do mercado.

    Com a quantidade de ativos disponíveis, tanto no Brasil quanto no exterior, é impossível conseguir realizar uma análise profunda de todos ou até mesmo da maioria deles. Por isso, o investidor de valor precisa ter a capacidade de selecionar aqueles ativos que devem ser analisados.

    Para isso, uma alternativa é avaliar aqueles que estão sendo negociados no mercado nos menores múltiplos de valor, como:

    Com esses indicadores, os investidores podem selecionar quais ativos estão, em uma análise mais superficial, sendo negociados com desconto. Contudo, é preciso lembrar que, como o próprio nome diz, os indicadores apenas indicam, mas não determinam.

    Então, para encontrar as verdadeiras oportunidades para a carteira do investidor de valor é preciso, além de observar os indicadores de valor, realizar o valuation dos ativos. Desta forma, poderá, de fato, determinar quais ativos estão sendo negociados com margem de segurança.

    Realizar o valuation dos ativos

    Como foi colocado, outra etapa fundamental que deve ser seguida pelo investidor de valor é a de realizar o valuation dos ativos. É dessa forma que será possível determinar quais são os ativos que realmente estão sendo negociados com um preço abaixo do real valor.

    Apesar do conceito simples, os métodos de valuation mais sofisticados costumam ser um pouco mais complexos, demandando bastante estudo e conhecimento do investidor. Alguns dos métodos de valuation são:

    • Desconto de fluxo de caixa (DFC);
    • Soma das partes (SOTP);
    • Múltiplos.

    Investir e aguardar

    Por fim, e mais importante, o investidor de valor deve escolher os ativos, investir e, principalmente, ter disciplina para aguardar os efeitos de seus investimentos. Isto porque um erro comum entre aqueles que se consideram investidor de valor é não ter paciência suficiente para aguardar os resultados de seus aportes.

    Assim, muitos deixam de obter excelentes retornos financeiros por não investirem com uma mentalidade de longo prazo, mas de curto e médio prazo. Contudo, é sabido que as estratégias de ganhos imediatistas no mercado, como de day trade e swing trade, são fracassadas e geram prejuízos para a maior parte dos investidores.

    Então, talvez o maior diferencial que o investidor de valor possa ter é a disciplina e a paciência para realizar seus aportes e investimentos e saber esperar. Assim, sem dúvida seus ganhos serão certos e mais relevantes.

    E então, conseguiu entender melhor o que é e como se tornar um investidor de valor? Deixe abaixo suas dúvidas e comentários sobre esse assunto.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *