Mercado

Ibovespa cede 0,5%, na 4º queda seguida, com risco fiscal; Méliuz (CASH3) sobe 10%

Ibovespa cede 0,5% na 4º queda seguida, com risco fiscal; Méliuz (CASH3) sobe 10% O índice acionário renovou a mínima de fechamento em 2021
Arthur Guimarães
por Arthur Guimarães

O Ibovespa não conseguiu deixar de lado o mau humor e anotou a quarta queda consecutiva, com a desvalorização de 0,51% nesta quinta-feira (18). O índice acionário foi a 102.426,00 pontos, enquanto investidores acompanham o andamento conturbado da PEC dos Precatórios no Congresso Nacional.

O mercado viu os desdobramentos com cautela, com as propostas de alterações no texto. De acordo com Camila Abdelmalack, economista-chefe da Veedha Investimentos, a reação negativa se deveu ao prolongamento do período de incertezas.

“O mercado financeiro não reage bem a incertezas e, quando temos uma alteração assim, tão relevante, que estende o período de discussões de uma matéria, temos uma janela maior de incerteza e estamos mais propensos a volatilidade”, explicou a especialista.

O desempenho de ações ligadas a commodities, entre as quais Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3), trouxe pressão adicional ao índice acionário.

Movimentação do Ibovespa hoje

As ações de mineradoras e siderúrgicas dominaram as maiores quedas do Ibovespa hoje. Além da Vale, Usiminas (USIM5) e CSN (CSNA3) desabaram diante do recuo do preço do minério de ferro, com o aumento dos estoques nos nos portos da China.

Já os setores de varejo, saúde e tecnologia mostraram recuperação nesta quinta-feira, após perdas sucessivas nos últimos pregões.

A Méliuz (CASH3) liderou as maiores altas, após apresentar uma iniciativa de cashback com criptomoedas. O Bank of America recomendou a compra do ativo hoje.

Maiores altas do Ibovespa

As maiores altas do Ibovespa no dia de hoje foram:

Méliuz (CASH3): +10,22% / R$ 4,10
Alpargatas (ALPA4): +4,95% / R$ 43,03
NotreDame Intermédica (GNDI3): +3,77% / R$ 72,12
Hapvida (HAPV3): +3,73% / R$ 13,06
Qualicorp (QUAL3): +3,06% / R$ 17,52

Maiores baixas do Ibovespa

As maiores baixas do Ibovespa no dia de hoje foram:

Usiminas (USIM5): -5,70% / R$ 12,08
CSN (CSNA3): -5,35% / R$ 19,81
PetroRio (PRIO3): -4,42% / R$ 22,04
Bradespar (BRAP4): -4,32% / R$ 44,93
Vale (VALE3): -4,11% / R$ 62,33

Notícias que movimentaram a bolsa de valores

Senadores propõem mudanças na PEC dos Precatórios
Veja quais ações devem entrar no Ibovespa em 2022
Cemig quer vender Taesa e IPO da Gasmig

Senadores propõem mudanças na PEC dos Precatórios e colocam governo em xeque

Os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE), Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) e José Aníbal (PSDB-SP) elaboram propostas alternativas ao texto da PEC dos Precatórios aprovada na Câmara dos Deputados. Para o relator Fernando Bezerra (MDB-PE), é necessário construir um entendimento entre o texto aprovado e as sugestões apresentadas pelos senadores, o que não está próximo.

Por enquanto, sabe-se que a sugestão de revisão da regra do teto de gastos deve sair da PEC dos Precatórios alternativa. Os senadores desejam manter o atual cálculo que considera a correção a partir do IPCA acumulado em 12 meses até junho. A proposta aprovada na Câmara revê essa correção para considerar o acumulado da inflação de janeiro a dezembro.

As negociações políticas devem continuar nesta quinta-feira (18). A votação na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) sobre a PEC dos Precatórios deve acontecer na próxima quarta, dia 24, e a avaliação no plenário do Senado está marcada para 30 de novembro.

Veja quais ações devem entrar no Ibovespa em 2022, segundo a Genial

Para a composição do Ibovespa entre janeiro e abril de 2022, a Genial Investimentos identificou quatro candidatos a entrar no índice: CSN Mineração (CMIN3), Cesp (CESP6), Porto Seguro (PSSA3) e Positivo (POSI3).

A prévia do próximo reajuste acontecerá no próximo dia 4 de dezembro e definirá qual será a composição do Ibovespa em 2022.

Magalu (MGLU3) entra em games e investirá R$ 100 mil em jogos brasileiros

O Magazine Luiza (MGLU3) entrará no mercado de games e investirá em jogos ainda em produção ou já prontos, criados em estúdios brasileiros. De acordo com O Estado de S.Paulo, a iniciativa da varejista é similar às de grandes companhias de e-commerce internacionais, como Alibaba (BABA34) e Amazon (AMZO34).

A entrada do Magazine Luiza no mercado dos games ocorre após a varejista ter comprado os sites Canaltech, Jovem Nerd e a plataforma de e-commerce KaBuM!. De acordo com o Magalu, a empresa pretende destinar R$ 100 mil em três projetos que serão selecionados por meio de um edital público.

A aposta da companhia se dará nos jogos chamados “hipercasuais”, que podem ser acessados nas lojas de aplicativos dos smartphones, como Android e iPhone, e que têm como objetivo a simplicidade da narrativa, caso do famoso Candy Crush.

Desempenho dos principais índices

Além do Ibovespa, confira o fechamento dos principais índices da bolsa hoje:

Ibovespa hoje: -0,51% / 102.426,00
IFIX hoje: -0,48% / 2.591,02
IBRX hoje: -0,68% / 43.362,92
SMLL hoje: +0,40% / 2.397,69
IDIV hoje: -0,20% / 6.253,78

Cotação do Ibovespa nesta quarta (17)

Ontem, o Ibovespa registrou baixa de 1,39% e fechou cotado a 102.948,45 pontos.

Últimas atualizações
  atualização
18.11.2021 21:43

Encerramos as transmissões de hoje. Leia amanhã mais notícias em tempo real

Confira mais notícias em tempo real nesta sexta (19).

Saiba quais os principais destaques que irão movimentar o cenário econômico: inscreva-se aqui e receba todos os dias notícias, antes da abertura do mercado, na Suno Call.

18.11.2021 18:28

Ibovespa atinge nova mínima em 2021, com mau humor do mercado

O Ibovespa encerrou em queda de 0,51%, cotado a 102.426,00 pontos, em meio a um clima de cautela no mercado frente ao desenvolvimento da tramitação da PEC dos Precatórios.

O volume negociado nesta quinta-feira totalizou R$ 28.648.204.932 e quantidade de negócios ficou em 4.143.427.

18.11.2021 17:18

Dólar termina o dia em alta de 0,83%

O dólar terminou a sessão de hoje em alta de 0,83%, frente ao real, valendo R$ 5,570 na venda.

O dólar hoje subiu impulsionado pelas preocupações com o risco fiscal e todas as incertezas que envolvem o orçamento para 2022.

18.11.2021 17:05

Ibovespa segue deslizando, com setor bancário em queda generalizada

O Ibovespa continua em ritmo de queda. Às 16:53, o índice registrava queda de 0,53%, aos 102.399,97 pontos.

Com a repercussão da PEC dos Precatórios, as ações de grandes bancos recuam. Há pouco, Itaú (ITUB4) desvalorizava 1.93%, a R$ 22,42. O Bradesco (BBDC4) caía 1,54% (R$ 20,43), enquanto o Banco do Brasil (BBAS3) tinha baixa de 1,02%, a R$ 29,02, e Santander (SANB11) caia 0,78%, a R$ 34,21.

Do outro lado da moeda, o Méliuz (CASH3) lidera as altas do Ibovespa com valorização de 8,06%, cotado a R$ 4,02.

18.11.2021 15:54

IGP-M, a inflação do aluguel, sobe 0,76% na segunda prévia de novembro, diz FGV

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), mais conhecido como inflação do aluguel, avançou 0,76% na segunda prévia de novembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado mostra aceleração ante igual leitura de outubro (-0,03%) e é superior ao observado no fechamento do indicador no mês passado, quando a inflação medida pelo IGP-M avançou 0,64%.

O IGP-M é um índice composto que sofre influência dos seguintes indicadores:

18.11.2021 14:56

Ibovespa estende perdas e tenta se segurar nos 102 mil pontos

Por volta de 15h desta quinta-feira, o Ibovespa ampliava as perdas no pregão, recuando 0,81%, cotado a 102.113,99 pontos, em meio às incertezas relacionadas à PEC dos Precatórios. O índice ainda é pressionado pelas ações ligadas ao minério de ferro. Usiminas (USIM5) e CSN (CSNA3) lideram as perdas. Vale (VALE3) cai quase 3%.

18.11.2021 13:01

Dólar sobe com aversão a risco por atividade fraca e fiscal incerto

O dólar bateu nova máxima por volta do meio-dia, a R$ 5,5589 (alta de 0,63%) no mercado à vista. O dólar futuro de dezembro subiu até R$ 5,5725 (+0,59%). Agora a moeda reduz perdas e opera em alta de 0,19%, a R$ 5,553.

Com a agenda de dados esvaziada, os investidores reagem a uma piora das expectativas sobre a atividade interna neste ano e em 2022, em meio à inflação e taxa Selic em alta forte no País, além do impasse sobre a PEC dos Precatórios no Senado que realimenta a aversão a risco, avalia o economista Alexandre Almeida, da CM Capital Markets.

Ele observa que os dados fortes de atividade econômica nos EUA e o avanço dos índices de preços por la realimentam o debate sobre uma antecipação da alta de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em meados do próximo ano, ajudando a sustentar o dólar ante divisas emergentes e ligadas a commodities.

Aqui, lembra ainda que o fluxo cambial está negativo no mês, ajudando a apoiar alta hoje do dólar pela quarta sessão seguida.

18.11.2021 12:53

Ao vivo: Ibovespa vira para baixa e perde os 103 mil pontos

O Ibovespa ensaiou recuperação nesta manhã, mas começou a cair com o peso da indefinição sobre a PEC dos Precatórios e das ações atreladas às commodities, como a Vale (VALE3), e siderúrgicas, em queda. São papéis afetados pelo minério de ferro na China, que caiu 4,18% em Qingdao, a US$ 87,27 a tonelada, nesta quinta (18). O índice renova mínimas e acompanha bolsas de NY: Dow Jones cai 0,55% e S&P 500 cede 0,13%. Só Nasdaq virou e opera em alta de 0,33%.

18.11.2021 12:07

Títulos do Tesouro Direto estão próximos da estabilidade

As taxas do Tesouro Direto operam próximos da estabilidade nesta quinta-feira (18). Veja a tabela abaixo dos Indexados ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e dos Prefixados.

18.11.2021 12:03

Dólar supera R$ 5,55 com aversão a risco por atividade fraca e fiscal incerto

O dólar bateu nova máxima há pouco, a R$ 5,5589 (alta de 0,63%) no mercado à vista. O dólar futuro de dezembro subiu até R$ 5,5725 (+0,59%).

Com a agenda de dados esvaziada, os investidores reagem a uma piora das expectativas sobre a atividade interna neste ano e em 2022, em meio à inflação e taxa Selic em alta forte no País, além do impasse sobre a PEC dos Precatórios no Senado que realimenta a aversão a risco

>>> Saiba Mais sobre o desenrolar da PEC dos Precatórios no Senado 

18.11.2021 10:54

Pedidos de seguro-desemprego superam projeções do mercado

Os Pedidos Iniciais por Seguro Desemprego dos EUA foram de 268 mil ao longo da semana passada, levemente acima dos 260 mil projetados pelos analistas. O dado foi divulgado nesta manhã pelo Departamento de Trabalho.

Na divulgação anterior, foram 269 mil solicitações do benefício.

Já o número de solicitações contínuas de seguro desemprego foi de 2,080 milhões – abaixo da previsão do mercado, de 2,120 milhões.

18.11.2021 10:35

Vale (VALE3), CSN (CSNA3): mineradoras e siderúrgicas caem em bloco com desvalorização do minério de ferro

Logo na abertura do pregão, mineradoras e siderúrgicas eram os destaques das maiores quedas do Ibovespa. As empresas acompanham a desvalorização do minério de ferro na China.

A cotação do minério fechou em queda de 4,18% em Qingdao, valendo US$ 87,27 a tonelada.

Já na ponta positiva do Ibovespa, estão Natura (NTCO3) e Méliuz (CASH3). Enquanto as ações da Natura passam por correção após cair 17% ao anunciar a intenção de mudar a listagem para Nova York, o Méliuz repercute seus resultados de terceiro trimestre.

Maiores altas do Ibovespa, às 10:30:

  • Méliuz (CASH3): +4,84%
  • Natura (NTCO3): +4,31%
  • Hapvida (HAPV3): +3,42%
  • Notredame (GNDI3): +3,34%
  • Petz (PETZ3): +2,62%

Maiores quedas do Ibovespa, no mesmo horário:

  • CSN (CSNA3): -3,58%
  • Bradespar (BRAP4): -3,39%
  • Usiminas (USIM5): -3,36%
  • Vale (VALE3): -2,85%
  • Metalúrgica Gerdau (GOAU4): -1,84%
18.11.2021 10:14

Ibovespa abre em alta de 0,34%, aos 103.293 pontos, ensaiando dia de recuperação

O Ibovespa hoje abriu em alta de 0,34%, aos 103.293 pontos, dando sinais de uma possível recuperação após três dias de queda, que levou o índice de ações a renovar sua mínima do ano.

A sinalização positiva do Ibovespa acompanha os futuros de Nova York, que também operam no positivo nesta quinta-feira (18).

No cenário interno, a preocupação com o fiscal e a tramitação da PEC dos Precatórios continua no radar. Senadores buscam apoio para aprovar mudanças no texto que já passou pela Câmara dos Deputados.

Com isso, o risco é de atraso na aprovação do projeto e mais risco em relação ao que o governo federal pode fazer para colocar o Auxílio Brasil de R$ 400 na rua. Na pior das hipóteses, analistas avaliam uma canetada do presidente, por meio de medida provisória, para viabilizar a promessa feita.

Junto ao Ibovespa, outros índices acompanham o movimento de alta, às 10:20:

18.11.2021 09:59

Dólar sobe com juro de Treasuries, queda de commodities e PEC no foco

O dólar opera em leve alta diante do fortalecimento dos juros dos Treasuries, que atingiram máximas intradia e da queda do petróleo e do minério de ferro na China. Persiste ainda cautela com a inflação americana e global e, no Brasil, as incertezas sobre o andamento da PEC dos Precatórios no Senado mantêm o risco fiscal no foco dos investidores.

Às 10h, o dólar à vista subia 0,03%, a R$ 5,53. O dólar futuro para dezembro ganhava 0,28%, a R$ 5,55.

18.11.2021 09:21

Ibovespa futuro opera em alta de 0,40%, ensaiando recuperação nesta quinta

O Ibovespa futuro opera em alta de 0,40% aos 103.890 pontos ensaiando uma recuperação em meio ao cenário politico-econômico turbulento do País.

As commodities seguem em queda, com o petróleo caindo cerca de 0,5% ao passo que a retração do minério de feerro chega a 4%, em Qingdao.

As ADRs de Vale e Petrobras seguem em alta, de 0,76% e 0,30%, respectivamente, nos EUA.

18.11.2021 09:10

MORNING CALL - QUEDA DO PETRÓLEO E PEC DOS PRECATÓRIOS NO FOCO DO INVESTIDOR

Acompanhe o Morning Call do SUNO Notícias, ao vivo, a partir das 9hs.

18.11.2021 07:52

ADR da Vale sobe com minério

A ADR da Vale sobe 0,76% no premarket de Nova York. Já a ADR da Petrobras, por sua vez, sobe 0,30% após um fechamento de 2,4% de queda na bolsa americana.

18.11.2021 07:43

Agenda do dia terá discursos do FOMC e relatório de empregos dos EUA

Após um dia turbulento, a agenda econômica desta quinta terá poucos indicadores e dará enfoque ao mercado americano:

  • 9h30 – Discurso de Bostic, membro do FOMC
  • 10h30 – Pedidos Iniciais por Seguro-Desemprego (EUA)
  • 10h30 – Índice de Atividade Industrial Fed Filadélfia (EUA)
  • 10h30 – Relatório de Empregos Fed Filadélfia (EUA)
  • 10h30 – Compra de Títulos Financeiros Estrangeiros (Canadá)
  • 11h30 – Pronunciamento de Lane, do BCE (Europa)
  • 17h30 – Discurso de Mary Daly, Membro do FOMC (EUA)
  • 20h30 – IPC-núcleo Nacional (Japão)
18.11.2021 07:37

Petróleo amplia queda e minério recupera menos de 1%

As commodities seguem sem sinal único, com queda de 0,59% do petróleo WTI, ante 0,27% de queda do Brent, a US$ 77,90 e US$ 80,4, respectivamente.

O gás natural segue a tendência de alta vigorosa, com 2,41% de valorização, ao passo que o minério de ferro fecha em queda de 4,18% em Qingdao a US$ 87,27 a tonelada.

Nos metais preciosos, queda generalizada.

A Comex tem baixas de 0,40% no ouro, 0,45% na prata e 0,80% no cobre, revertendo as altas do dia anterior.

Nesse cenário, o índice de commodities da Bloomberg, o BCOM, opera em alta de 0,24%.

18.11.2021 07:32

EUA têm recuperação com techs e Europa cai com inflação britânica

As bolsas mundiais amanhecem mistas na manhã desta quinta-feira (18), após uma quarta de divulgação de dados sobre a inflação e bons indicadores nos EUA.

No premarket americano, os índices sobem cerca de 0,5% em recuperação, após um leve recuo no pregão de ontem. Apesar disso, as bolsas americanas seguem próximas das máximas históricas.

Há destaque para os papéis de tecnologia, dado a divulgação recente do resultado da NVIDIA, que teve recorde de vendas. Além disso, a Visa ganhou espaço no noticiário após cair quase 5% em Nova York com a notícia de que a Amazon deixaria de utilizar cartões de crédito da companhia em território britânico.

Na Europa, os mercados amanhecem sem sinal único e com influência dos novos dados da inflação britânica, com índices de preços vindo acima do esperado.

Os dados entoam altas acima das projeções já vistas em divulgações dos dias anteriores, apesar de a inflação da Zona do Euro manter-se em linha com as expectativas do mercado.

Veja os principais índices:

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO