Golpe no PIX; Banco Inter (BIDI11) e Via Varejo (VVAR3): Veja as 5 notícias mais lidas da semana

Golpe no PIX; Banco Inter (BIDI11) e Via Varejo (VVAR3): Veja as 5 notícias mais lidas da semana
Golpe no PIX está entre notícias mais lidas da semana

O alerta do banco Nubank sobre um golpe no PIX liderou as notícias mais lidas da semana. A instituição financeira avisou os clientes que o golpe ocorre por meio de mensagens e vídeos sobre um suposto defeito no Pix. Outra matéria mais lida foi sobre a queda das ações das siderúrgicas.

 

Em terceiro lugar entre as mais lidas está a matéria sobre o Banco Inter, que liderou o ranking de reclamações do Banco Central. Em seguida, veio a matéria sobre a alta nas ações das varejistas, seguida pela notícia sobre o derretimento dos papéis da Eletrobras.

Veja abaixo um resumo e o link para as cinco notícias mais lidas na semana:

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

1- Golpe no PIX lidera notícias mais lidas

No topo das notícias mais lidas do SUNO Notícias nesta semana está o novo golpe no Pix, sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central (BC).

Na segunda-feira, a fintech brasileira Nubank alertou que o golpe ocorre por meio de mensagens e vídeos sobre um suposto defeito no Pix, desta forma o usuário da conta poderia receber a transferência duas vezes em sua conta.

“Na mensagem, os criminosos explicam que, para o bug funcionar, é preciso enviar dinheiro para determinadas chaves específicas – e, em seguida, eles compartilham supostos números que funcionam”, explica a fintech. No entanto, as chaves são das contas dos próprios criminosos.

“Quem transfere o dinheiro para as chaves para ‘testar’ se o bug funciona está, na verdade, mandando dinheiro para os golpistas”, alerta o banco digital. “Em resumo: não existe o tal bug do Pix ou das chaves aleatórias.

Os criminosos usam a chamada ‘engenharia social’, o fato de que a mensagem é chamativa e altamente compartilhável, para enganar as pessoas e receber transferências”, informou.

2 – Ações das siderúrgias afundam

A segunda entre as notícias mais lidas foi sobre a queda das ações das siderúrgicas. Na terça-feira (19), as ações de companhias de siderurgia, incluindo Gerdau (GGBR4)CSN (CSNA3) e Usiminas (USIM5) derreteram com o recuo do preço do minério de ferro no exterior como pano de fundo para uma correção após a forte alta nas sessão anteriores.

O movimento acompanha a queda no preço do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian, na China. Para o analista da consultoria CRU em Pequim, Richard Lu, a baixa nas margens de aço nos últimos dias “deve motivar algumas siderúrgicas de maior custo a realizar manutenções e consequentemente reduzir o consumo de minério de ferro”, disse à Reuters.

A CSN fechou a semana em queda de 9%. A Gerdau acumulou queda semanal de 8,5%, enquanto a Usiminas perdeu mais de 10%.

3 – Banco Inter está entre notícias mais lidas

Em terceiro lugar entre as notícias mais lidas, está a matéria sobre o ranking de reclamações contra instituições financeiras, divulgado pelo Banco Central. De acordo com a autarquia, o Banco Inter (BIDI11) ocupa a primeira posição da lista.

No período, o Inter alcançou 111,52 pontos. No total, foram 900 reclamações em um universo de 8,069 milhões de clientes. O ranking utiliza um indicador que considera o número de queixas recebidas, aquelas consideradas procedentes e o número de clientes de cada banco.

Segundo o Banco Central, após o Inter, os outros piores na lista foram:

  • Itaú (31,00 pontos),
  • Caixa Econômica Federal (30,85),
  • Santander (29,91),
  • Banco do Brasil (22,63)

Ebook Gratuito
Baixe agora nosso
Guia de Investimentos para 2021
Confira gratuitamente quais são nossas perspectivas para o ano.

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

4 – Varejistas disparam na bolsa

As ações das principais varejistas do País dispararam na abertura e lideram as altas do Ibovespa na manhã desta quarta-feira (20). Magazine Luiza (MGLU3)B2W (BTOW3) e Via Varejo (VVAR3), após semanas esquecidas pelos investidores, sobem junto ao otimismo com o consumo doméstico.

Ao longo de janeiro, o mercado passou a demonstrar sua preferência por ativos mais descontados, do bom e velho value investing, e que ficaram para trás ao longo de 2020. Isso fez com que as varejistas iniciassem o ano com o pé esquerdo; a Via Varejo cai 11,39% no mês, enquanto o Magazine Luiza recua 3,49%.

No entanto, o cenário desenhado nesta semana é outro. Para Henrique Esteter, da Guide Corretora, “após as realizações que vem ocorrendo nos últimos meses, o mercado começa a achar os preços das varejistas atrativos”.

O Magazine Luiza se recuperou 9,5% na semana, enquanto B2W subiu mais de 15% na semana. Já as ações da Via Varejo fecharam a semana com queda semanal de quase 5%.

5 – Ações da Eletrobras derretem após fala de senador

O candidato à presidência do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), jogou dúvidas sobre o futuro da Eletrobras (ELET3) ao falar nesta quinta-feira (21) em entrevista ao Estadão/Broadcast que não se pode “entregar o patrimônio nacional a qualquer preço”.

O mercado parece não ter reagido bem ao discurso do senador mineiro. Hoje, as ações ordinárias da Eletrobras fecharam cotadas a R$ 31,30, uma queda de 5,15%. O destino só não foi pior que o dos papéis units que caíram 6,15%, para R$ 31,43, na maior baixa do Ibovespa.

Na semana, Eletrobras caiu quase 15%, o que levou a empresa ao ranking de notícias mais lidas, junto com o golpe no PIX.

 

Natalia Gómez

Compartilhe sua opinião