Sistema de Amortização Constante afeta o seu imóvel?

Para representar mais claramente a saúde financeira de uma empresa a Contabilidade tem uma série de recursos, como o Sistema de Amortização Constante (SAC).

Um dos principais objetivos do Sistema de Amortização Constante (SAC) é atualizar os dados financeiros da empresa, sem que isso signifique uma recuperação judicial.

O que é Sistema de Amortização Constante (SAC) ?

O Sistema de Amortização Constante é o modelo de amortização em que ocorre o abatimento programado de valores de um empréstimo por um período determinado, onde o valor das parcelas a serem pagas é decrescente, sendo automaticamente descontado do valor inicial da dívida.

No Brasil, este sistema não é tão utilizado quanto o Sistema de Amortização Francês (Tabela Price), tendo aplicações específicas.

Funcionamento do Sistema de Amortização Constante

Sistema de Amortização Constante

Antes de conhecer melhor o SAC, é preciso entender como funciona a amortização em si.

A amortização é o abatimento de valores já pagos.

Imagine uma dívida parcelada. A cada pagamento mensal, o valor do débito reduz proporcionalmente a parcela paga. O cálculo desta redução da dívida é a amortização.

No entanto, a amortização só compreende o valor referente à dívida. Ou seja, os juros cobrados sobre o parcelamento não entram nesta conta.

Logo, a amortização é igual ao valor que foi financiado, dividido pelo número de parcelas.

Então, se um bem de R$ 1000 foi dividido em 12 vezes, a amortização será de R$ 83,33. Ainda que a parcela, em si, seja de R$ 100, com o acréscimo dos juros.

ANIVERSARIO SUNO 7 ANOS

No entanto, no Sistema de Amortização Constante as prestações a serem pagas são decrescentes.

Isso quer dizer que, se as primeiras parcelas do exemplo anterior forem de R$ 110, ao longo do financiamento elas irão reduzindo.

Entretanto, o valor amortizado será o mesmo para todas as parcelas. A redução será nos juros.

Se os juros são calculados sobre o saldo devedor total e este é reduzido a cada amortização, o valor dos juros cairá junto.

Desta forma, o valor da parcela será menor, ainda que a amortização em si seja igual.

Com isso, o SAC é diferente do Sistema de Amortização Francês (Tabela Price) – que, por sua vez, calcula tanto amortizações iguais quanto parcelas iguais.

Aplicação do Sistema de Amortização Constante

Sistema de Amortização Constante

No Brasil, o Sistema de Amortização Constante é comumente utilizado nos financiamentos imobiliários.

A estratégia faz sentido, se for considerado que estes financiamentos costumam levar anos.

Geralmente na aposentadoria a renda familiar cai – para aqueles que não se prepararam para este momento.

Junte a isso a possível desvalorização do imóvel após anos de uso. Logo, é coerente que o valor da parcela também seja menor.

Este raciocínio faz com que muitas pessoas se sintam atraídas a estes financiamentos, em busca do sonho da casa própria.

MELHORES E PIORES CASES TIAGO REIS

O que torna o SAC mais interessante, nestes casos, para as instituições financeiras em busca de clientes.

O uso da Tabela Price, entretanto, é mais comum no dia a dia.

Isso porque ela é utilizada em empréstimos pessoais parcelados ou mesmo nas compras a prazo no cartão de crédito.

Afinal, são parcelas iguais que vão amortizando o saldo devedor.

Assim, o Sistema de Amortização Constante acaba ficando mais concentrado no mercado imobiliário.

ACESSO RÁPIDO
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *