Acesso Rápido

    Penny Stocks: o que são? Como funcionam? Vale a pena investir?

    Penny Stocks: o que são? Como funcionam? Vale a pena investir?
    penny-stocks

    É normal ver nas principais Bolsas de Valores algumas ações sendo negociadas a valores muito baixos. Um exemplo dessa situação é a negociação das chamadas penny stocks, que em português, significa algo como “tostões”.

    Embora essas ações possam parecer inicialmente atraentes, certamente não são para todos. Sendo assim, antes de sair por aí comprando penny stocks é importante entender o que elas são e como funcionam.

    O que são penny stocks?

    Penny stocks são ações e certificados de depósito de ações (Units) negociados a valores muito baixos, chegando a cotações que valem poucos centavos.

    Normalmente, são ações de empresas que possuem pouco ou nenhum valor de capitalização, ou até mesmo que já faliram ou que estão em processo de fechar as portas.

    Devido ao baixo valor, esse tipo de papel é suscetível a quaisquer mudanças de preços. Logo, são ativos que sofrem alta volatilidade, atraindo investidores com maior tolerância ao risco.

    As definições específicas de penny stocks podem variar entre os países. Por exemplo, antigamente, qualquer ação que valesse menos que 1 dólar era considerada uma penny stock.

    Entretanto, o termo foi modificado: atualmente, nos Estados Unidos inclui todas as ações que têm cotação inferior a 5 dólares. No Reino Unido, essa classificação vale para ações com preço menor de 1 libra esterlina.

    Já as penny stocks brasileiras são ações que possuem valor médio menor que 1 real.

    Muitas das penny stocks brasileiras são de empresas que passam por problemas em sua gestão, ou se encontram em processo de falência.

    Como funcionam as penny stocks?

    Essas ações que valem centavos funcionam como qualquer outro tipo de ação negociada no mercado, com a diferença de que carregam riscos extras.

    Isso porque, como possuem um volume menor, elas são negociadas com menos frequência tornando esses investimentos menos líquidos.

    Além disso, elas são suscetíveis a maiores oscilações de preços. Então, por serem ações com valores muito baixos, qualquer variação na casa dos centavos pode causar um grande impacto nesse tipo de papel.

    Para ficar mais claro, suponha que a ação A, negociada na B3 pelo preço R$ 10,00, tenha um variação positiva de R$ 0,10, passando a ser cotada a R$ 10,10. Neste caso, em termos percentuais a ação A subiu 1%.

    Agora imagine um caso típico de penny stock, a ação B, negociada na B3 pelo preço de R$ 0,10, também tem uma variação positiva de R$ 0,10. Neste caso, em termos percentuais, o impacto da valorização do ativo será muito mais forte, já que o papel teve uma alta de 100%.

    Então, nesse exemplo, a oscilação foi positiva e traria grandes retornos ao investidor.

    No entanto, se por um lado isso pode ser uma grande oportunidade para investidores mais experientes, por outro, pode trazer grandes prejuízos para quem não tem um bom conhecimento do mercado.

    Pois, do mesmo modo em que a oscilação pode variar para cima ela também pode variar para baixo.

    Quais são as características das penny stocks?

    penny stocks

    As principais características das penny stocks são:

    1. Cotação baixa

    O nome “penny stocks” já define a principal característica desse tipo de ação.

    A palavra Penny em si significa uma quantidade muito pequena e insignificante. Então, essas ações negociam a um preço muito baixo, o que não necessariamente significa baixa valorização.

    2. Baixa liquidez e volume

    Essa é uma característica bem típica de de penny stocks, logo, quem investe nesse tipo de ativo nem sempre será capaz de vender as ações no momento certo.

    A baixa liquidez resulta em baixos volumes de negociação. Em outras palavras, o investidor corre o risco de não encontrar nenhum interessado em comprar ou vender o papel.

    3. Maior risco

    As ações penny tendem a ter mais risco do que outros tipos de ações por conta de seus preços mais baixos.

    Então, tenha em mente que estes são investimentos altamente especulativos, e por isso, embora eles possam ser bons para o seu portfólio, certamente não são para todos.

    4. Alta volatilidade

    Essas ações tendem a ser extremamente sensíveis a qualquer tipo de notícia.

    Isso significa que oscilações extremas de preços podem acontecer semanalmente e, em alguns casos, até diariamente.

    Como vivemos em uma realidade onde a maior parte das notícias são entregues em tempo real, isso pode afetar severamente a estabilidade dessas ações.

    Qual a diferença entre uma penny stock e uma blue chip?

    Agora que você já sabe o que significa uma penny stock, vamos comparar quais são suas principais diferenças frente a uma blue chip.

    Mas antes, você sabe o que é uma blue chip?

    É um termo utilizado para denominar as ações de empresas de grande porte, que normalmente possuem uma grande representatividade na Bolsa de Valores.

    No que tange à rentabilidade, embora inicialmente as penny stocks B3 possam ser atraentes, no longo prazo a rentabilidade dessas ações podem oferecer um retorno muito baixo.

    Em sentido contrário, uma ação do tipo blue chip, bem selecionada, pode trazer excelentes retornos quando pensadas em um horizonte maior de investimento.

    Além disso, as ações penny também são mais facilmente manipuladas do que a maioria das ações que negociam em bolsas, devido aos seus níveis de negociação caracteristicamente baixos.

    As ações blue chips, por sua vez, são mais robustas e oferecem a seus investidores mais segurança devido aos seus fundamentos sólidos. A principal desvantagem é que, por serem grandes, elas normalmente crescem em uma velocidade menor quando comparados a empresas com ações penny, em ascensão.

    Vale lembrar também que as blue chips proporcionam uma combinação interessante de rendimentos de proventos, tanto dividendos como juro sobre o capital próprio, estáveis ou crescentes.

    Já as ações de penny stocks da B3/Bovespa raramente pagam proventos.

    Ao investir em ações de penny stocks o tempo está contra você. Então, quanto mais tempo ficar com o ativo em carteira, mais provável que você saia no prejuízo.

    Isso porque, essas ações estão quase sempre envolvidas em empreendimentos mais arriscados, como comercializar tecnologias não comprovadas ou lançar novos softwares.

    Já as ações blue chips são sua maior certeza de investimentos de qualidade e de fortes retornos para os anos seguintes.

    Elas tendem a sobreviver aos períodos difíceis e continuar a prosperar novamente quando os bons tempos retornam.

    Por fim, enquanto as ações de centavos apresentam alta volatilidade, as blue chips têm volatilidade relativamente baixa.

    Como as penny stocks são negociadas na B3?

    Em 2015 foi criada na B3 uma regra especial para penny stocks. Tal regra inibe a negociação de ações por menos de R$ 1 no pregão após um certo período.

    Logo, na existência de algum papel nessa situação, são tomadas as seguintes providências:

    1. Ao detectar que uma ação foi negociada por menos de R$ 1 por 30 pregões consecutivos, a B3 envia uma notificação para a respectiva empresa;
    2. Após a notificação, a empresa possui 15 dias para apresentar um plano para reverter essa situação. Esse plano precisa ter como objetivo fazer com que essa ação passe a ser negociada na B3 a um preço igual ou maior de R$ 1 durante seis meses.
    3. O mercado precisa ser informado por essa empresa sobre o que ela irá fazer com relação ao preço das ações. Normalmente, muitas optam pelo agrupamento de ações, que permite diminuir o número de papéis circulantes e aumentar o valor do ativo.

    Entretanto, caso a empresa não apresente seu plano de ação e se recuse a acatar as regras da penny stocks, a mesma ficará sujeita à aplicação de multa pela B3.

    Caso apresente o plano, mas não consiga retomar ao patamar superior a R$ 1 dentro do prazo estabelecido, a B3 suspende a negociação do papel, com possibilidade de exclusão do registro.

    Qual a relação entre as penny stocks e o “Lobo de Wall Street”?

    penny stocks

    Quando se fala nesse tipo de ação, é comum a referência com o famoso caso do investidor americano Jordan Belfort.

    Conhecido como Lobo de Wall Street, sua história acabou virando um filme estrelado por Leonardo DiCaprio, e se tornou pública a todos.

    Belford agia desde o final da década de 1980 fraudando dados em negociações com penny stocks e dando um golpe de milhões de dólares.

    Mais precisamente em 1989, Belfort fundou a empresa de valores mobiliários Stratton Oakmont que era uma divisão da Stratton Securities.

    O Lobo de Wall Street começou então a desenvolver suas habilidades como um negociante de penny stocks e passou a divulgá-las para outros investidores.

    A empresa de Belfort, através de marketing intensivo, conseguiu impulsionar o preço dessas ações, fazendo milhões de dólares ao longo do tempo.

    No auge de seu sucesso, a Stratton Oakmont chegou a empregar mais de mil funcionários que foram responsáveis pela emissão de ações que totalizaram mais de US$ 1 bilhão.

    Essas ações fraudulentas custaram milhões de dólares aos investidores, e isso rapidamente chamou a atenção das autoridades.

    Belfort foi acusado de fraude de valores mobiliários além de lavagem de dinheiro, o que acabou mandando o Lobo de Wall Street para a prisão.

    Depois de ser considerado culpado, Belfort foi condenado a cumprir uma pena de quatro anos. No entanto, ao fazer um acordo de cooperação junto ao FBI, ele foi solto após 22 meses na prisão.

    Parte do acordo ordenava que Belfort devolvesse US$ 110 milhões a investidores que foram lesionados.

    Quais as vantagens e desvantagens das penny stocks?

    Como qualquer tipo de investimento, é necessário colocar na balança as vantagens e as desvantagens de negociar com penny stocks.

    Sendo assim, acompanhe abaixo os principais pontos antes de tomar qualquer decisão.

    Vantagens das penny stocks

    1. Lotes em preços acessíveis

    Em primeiro lugar, vale destacar que essas ações são baratas nominalmente, e não em uma relação de preço/valor. O que significa que você não precisa de uma montanha de capital para comprar vários lotes.

    2. Alta valorização

    Eles têm o potencial de oferecer alta lucratividade em um curto espaço de tempo e, portanto, tornam-se uma das escolhas mais populares entre os investidores.

    Como esses ativos são extremamente voláteis, é muito comum obter valorizações acima de 100% em um único dia.

    Como os spreads são altos entre as cotações de compra e venda, isso pode representar uma grande oportunidade de lucro.

    Desvantagens das penny stocks

    1. Risco acima do normal

    Penny stocks carregam mais risco do que outros tipos de ações por conta de seus preços mais baixos por ação e maior volatilidade. Como são investimentos altamente especulativos, certamente não são para todos.

    2. Oferecem menos liquidez

    penny stocks

    Há um volume muito menor de ações negociando todos os dias. Diante disso, quando menos ações estão sendo vendidas, qualquer compra ou venda tem reflexo imediato sobre a alta ou baixa do papel. Além disso, menos volume também significa que o investidor corre o risco de não conseguir vender suas ações pelo preço desejado.

    Sendo assim, devido a falta de liquidez, o mercado de penny stocks é muito limitado. Dessa forma, negociar com penny stocks envolve um alto risco — já que o investidor pode não encontrar compradores para negociar essas ações no futuro.

    3. Baixa capitalização de mercado

    Empresas com ações penny stocks possuem uma baixa capitalização de mercado, ou seja, seu valor de mercado é baixo. Isso é consequência de um preço baixo por ação associado ao baixo número de ações em circulação.

    4. Pouca informação disponível

    Há menos relatórios e fundamentos disponíveis e grande parte das informações raramente são de fontes confiáveis. Isso torna mais difícil tomar decisões sólidas de investimento. Além de tornar as penny stocks mais suscetíveis a ações de manipuladores, que inflam artificialmente o preço das ações através de declarações positivas falsas e enganosas.

    5. Volatilidade

    Oscilações extremas de preços podem acontecer semanalmente ou até diariamente, pois essas ações são muito sensíveis às notícias. Dessa forma, as penny stocks raramente são compradas por seus fundamentos fortes, mas sim pelo alto potencial de valorização.

    Vale a pena investir em penny stocks?

    As ações  penny stocks podem valer a pena se o investidor entender completamente os riscos que esses títulos carregam.

    Além disso, esse investimento deve se encaixar dentro de uma estratégia de carteira diversificada. Para isso vale repetir a máxima de “não depositar todos os ovos em uma única cesta”.

    Vale destacar ainda que é preciso definir expectativas realistas ao comprar ações de valores tão baixos, tendo plena consciência de que os prejuízos são reais e que, portanto, grandes perdas podem acontecer.

    Mas, normalmente, quem costuma investir em penny stocks são especuladores de perfil arrojado que buscam possibilidade de grandes ganhos, mas também grandes perdas.

    Então, a dica é que antes de comprar esses tipos de papel, você deve construir um portfólio de ativos de empresas sólidas, de modo que as ações especulativas façam parte de uma pequena fração de seus investimentos.

    Lembre-se, investimentos em ações sempre terão seu fator de risco. Logo, estabeleça um objetivo de investimento, horizonte de tempo e tolerância ao risco de forma alinhada com seu perfil de investidor.

    Como investir em penny stocks?

    penny stocks

    Como visto anteriormente, a penny stocks é negociada normalmente como qualquer outro tipo de ação.

    Sendo assim, o interessado deve ter conta em uma corretora de valores para poder negociar o ativo direto na plataforma do Home Broker.

    Uma vez definido o ativo que se deseja comprar ou vender e em posse de seu respectivo código de negociação, é só realizar as operações normalmente.

    Entretanto, vale reforçar que ações penny stocks são ativos de alto risco, de modo que sua volatilidade pode proporcionar grandes ganhos, mas também, perdas muito altas.

    Sendo assim, o investidor deve fazer um bom gerenciamento de risco, por meio de uma carteira bem diversificada, para não perder todo o seu dinheiro.

    Além disso, o interessado em investir nesse tipo de ativo deve ficar muito atento às notícias sobre a empresa.

    Isso porque ações penny stocks costumam ser muito voláteis, imprevisíveis, e sujeitas a manipulação de mercado frente a qualquer nova informação que possa atingir a companhia.

    É importante ainda ter uma perspectiva de curto prazo para ter sucesso. Em outras palavras, você precisa ser um dos primeiros a entrar no papel e um dos primeiros a sair, com lucro!

    Vale lembrar que empresas com ações penny stocks podem ter um balanço péssimo, com fundamentos horríveis e, em seguida, subir mais de 200% diante de uma boa notícia.

    Por essa razão, os fundamentos eventualmente até poderão ser importantes, mas independentemente disso, sair rápido da operação é que vai garantir os lucros com as penny stocks.

    Perguntas frequentes sobre Penny Stocks
    É possível ganhar dinheiro com penny stocks?

    A resposta é sim, no entanto, é importante lembrar que negociar com ações de penny stocks não é como negociar com ações normais. Isso porque ações penny stocks costumam ser muito voláteis, imprevisíveis, e sujeitas a manipulação de mercado.

    As penny stocks são de alto risco?

    Penny stocks são títulos negociados a menos de R$ 1 por ação, frequentemente em mercados de balcão não supervisionados. As ações são consideradas lucrativas, mas inegavelmente são investimentos de alto risco, voláteis, sem liquidez e frequentemente sujeitas a manipulação.

    Quanto uma ação de penny stocks pode se valorizar?

    Não há limite máximo para o preço de uma ação, por esse motivo muitos se sentem atraídos por esse tipo de ação.

    Por que você deveria evitar a compra de ações penny stocks?

    Em primeiro lugar, os custos comerciais podem ser caros. Além disso, a falta de informações a respeito da empresa pode dificultar a análise. Vale destacar ainda que os retornos podem não ser tão bons quanto você esperaria.

    A Apple já foi uma penny stock?

    Não, embora a Apple nunca tenha sido negociada na casa dos centavos, ao longo de 2002 e 2003, as ações da companhia eram adquiridas por menos de US$ 8 por ação.

    Bibliografia

    http://www.b3.com.br/data/files/57/F0/7C/AA/1AA2F510ACF0E0F5790D8AA8/orientacao-sobre-procedimentos-para-grupamento-de-valores-mobiliarios.pdf

    http://pennystocks.org/

    https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/124344/000829995.pdf?sequence=1

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *