Acesso Rápido

    Financiamento de veículos: descubra como funciona e se vale a pena

    Financiamento de veículos: descubra como funciona e se vale a pena

    O automóvel é um dos bens mais cobiçados pelos brasileiros. Mas, como nem todos têm dinheiro para comprar um bem deste porte, as empresas trabalham com o financiamento de veículos.

    O financiamento de veículos é uma alternativa para quem quer comprar um automóvel, mas não possui dinheiro o suficiente. Entretanto, é importante entender como ele funciona e se vale a pena, observando principalmente o planejamento financeiro de cada um.

    O que é financiamento de veículos?

    O financiamento de veículos consiste no empréstimo de uma determinada quantia para ser utilizado na compra de um veículo.

    Logo, esse procedimento é feito diretamente com o banco, sendo possível adquirir carros, motos, caminhões e até mesmo tratores de forma parcelada. Há algumas modalidades deste serviço no mercado, mas na maioria deles há a incidência de juros e taxas.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como funciona o financiamento de veículos?

    Em primeiro lugar, é preciso saber que o veículo financiado pode ser adquirido através de bancos públicos ou privados através do Crédito Direto ao Consumidor (CDC).

    Sendo assim, o contato deve ser feito diretamente com essas instituições financeiras, de forma que seja possível falar com o gerente a respeito do financiamento.

    No entanto, cada financiamento é diferente. Os valores das prestações podem mudar de acordo com o salário de quem deseja adquirir o veículo. Além disso, é preciso estar atento para as taxas de juros, para que elas não sejam abusivas.

    Portanto, vê-se que a negociação é feita diretamente entre o consumidor e o banco no financiamento de veículos, sem que a concessionária faça parte dessa negociação.

    Por fim, existe a possibilidade de leasing, que consiste em alugar um carro e permitir a opção de comprá-lo. Além disso, o consórcio é outra possibilidade, onde a pessoa recebe o carro apenas quando for sorteada.

    Qual a diferença entre financiamento de novos e seminovos?

    De fato a possibilidade de financiamento de moto ou carro não vale apenas para os veículos novos, sendo aplicados também para os usados.

    No entanto, em alguns bancos, eles só poderão ser financiados se tiverem até 10 anos de fabricação. Outros aceitam veículos de até 12 anos. Se for uma moto, o tempo cai para cinco anos de fabricação.

    Além disso, um benefício de financiar veículo seminovo é o de que esses veículos usados costumam ter um preço mais em conta do que as versões zero quilômetro. Mas, dificilmente o valor total pago pelo veículo será igual ao da Tabela Fipe.

    Isso ocorre justamente porque será preciso considerar os juros e taxas de financiamento de veículos aplicados pelo banco responsável pela sua compra, além do custo associado ao IOF, que também afeta o Custo Efetivo Total (CET) do bem.

    Portanto, a aquisição tende a ficar mais cara do que se fosse feito um pagamento a vista.

    É importante não confundir o financiamento de carros com a compra parcelada feita diretamente com a concessionária. No caso do financiamento, a compra do veículo desejado é feita diretamente pelo banco.

    Ainda que o tenha escolhido em uma revendedora parceira da instituição. E isso pode ser feito para compra de carros, motos, caminhões e até tratores.

    Planilha de Orçamento Familiar

    Como anda a organização das suas contas? Baixe gratuitamente nossa planilha de Orçamento Familiar e melhore o planejamento financeiro da sua família!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como fazer um financiamento de veículo?

    Alguns bancos possibilitam que o financiar veículos diretamente internet. No entanto, é preciso que o cliente informe a marca, o modelo e o ano do veículo que deseja. A partir disso, serão disponibilizadas opções de financiamento.

    Entretanto, as ofertas podem podem variar de cliente para cliente, de acordo com o seu relacionamento com o banco e crédito.

    No Banco do Brasil, por exemplo, é preciso já ter escolhido o carro ou moto em questão, uma vez que a empresa pede que o cliente envie uma cópia da Nota Fiscal ou do Certificado de Registro de Veículo.

    Além disso, vale notar que nem todos os bancos aceitam financiar 100% dos veículos. Por isso, pode ser preciso dar uma entrada para a aquisição.

    No entanto, há instituições bancárias que permitem o financiamento do carro sem entrada.

    Por fim, os parcelamentos costumam ser feitos em até 60 meses para os carros. Por outro lado, no caso das motos, este prazo pode ser menor.

    Quais são as taxas cobradas no financiamento de veículos?

    Em primeiro lugar, é preciso saber que as taxas de juros para financiamento de veículos são fixadas no momento em que o contrato é realizado, não havendo nenhum tipo de alteração durante o pagamento das prestações por conta dos juros.

    Sendo assim, atualmente a taxa de juros para financiar carros fica entre 0,8% e 3,8% ao mês. Na prática, os grandes bancos costumam cobrar entre 1 e 2% ao mês. Vale notar que, através dos juros compostos, esse valor torna-se alto no fim do financiamento.

    Em segundo lugar, é possível que haja variação no valor das parcelas por conta da variação no preço do automóvel, que pode tanto aumentar quanto diminuir o seu valor.

    Além disso, o IOF é cobrado no início do contrato, sendo necessário estar atento para o pagamento desse imposto.

    Minicurso: Aprenda a Investir em Dividendos

    Inscreva-se no nosso minicurso online gratuito sobre investimento em dividendos mais acessado do Brasil e junte-se a mais de 10.000 Alunos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Vale a pena fazer financiamento de veículos?

    De fato, o financiamento torna a aquisição de veículos bem mais cara. Por isso, normalmente essa opção não é tão interessante.

    Sendo assim, o ideal é estabelecer uma data específica para a aquisição e, durante este período, escolher uma aplicação financeira cujo rendimento ajude o consumidor a angariar o dinheiro necessário para a compra à vista.

    Além disso, adquirindo um veículo à vista, é possível pleitear um desconto maior, sendo esse mais um benefício de não financiar.

    Sendo assim, é importante recorrer a um simulador antes de fechar o contrato para saber se esta compra realmente vale a pena. Em alguns casos, paga-se o valor de dois carros por apenas um.

    De fato: pagar pelo automóvel de forma planejada é uma forma que muitas pessoas usam para adquirir um carro mesmo sem ter o dinheiro suficiente para a compra.

    Foi possível saber mais sobre financiamento de veículos? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *