Acesso Rápido

    Dólar comercial: para que serve? Qual a diferença para o dólar turismo?

    Dólar comercial: para que serve? Qual a diferença para o dólar turismo?

    Basta abrir qualquer jornal ou site especializado em economia e finanças que a cotação do dólar comercial estará sendo comentada. Ele é muito importante, afinal, é utilizado em transações internacionais e impacta em diversos setores da economia.

    Sendo assim, é essencial que o investidor que pretenda investir no exterior e empresas dolarizadas, que tenha conhecimento sobre como o dólar comercial funciona.

    O que é dólar comercial?

    O dólar comercial é o valor estabelecido pelo mercado e utilizado como referência pelas empresas para realizar transações comerciais internacionais. Ou seja, nas negociações de exportação e importação de mercadorias ou serviços, é esse o valor levado em conta nos contratos.

    Além disso, outro uso dessa cotação de dólar comercial no Brasil se dá quando o governo faz movimentações financeiras fora do país.

    O câmbio é um mercado baseado na oferta e da demanda. Essa espécie de lei da economia tem como princípio mediar os preços de uma determinada mercadoria de acordo com a procura por ela.

    De uma forma geral, quando muitas pessoas ou empresas vendem a moeda, a cotação cai. Por outro lado, quando existem muitos compradores e a demanda é maior que a oferta, a tendência é que o valor do câmbio suba.

    E-book: Investindo no Exterior

    Descubra como investir nas melhores empresas e ativos do mundo com o nosso ebook gratuito de Investimentos no Exterior!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Para que serve o dólar comercial?

    As cotações do dia para o dólar comercial e também para o dólar turismo chamam a atenção seja de quem tem negócios a fazer no exterior.

    A cotação dessa moeda é acompanhada por aqueles que vão viajar para fora do Brasil, uma vez que o consumo no outro país está atrelado ao dólar.

    De fato, é muito importante para esses empreendedores saber a cotação do dólar, porque isso pode afetar o preço dos bens e serviços negociados.

    Além disso, até mesmo quem está procurando onde investir deve estar atento a esses números, porque sua variação pode influenciar o preço de diversas ações de empresas.

    Assim, empresas com receita atrelada ao dólar, como produtoras de commodities, também têm mudanças em seus balanços por conta da moeda.

    Como funciona a variação cambial do Dólar Comercial?

    O dólar comercial pode variar de preço conforme o mercado. Isso acontece graças ao regime de câmbio adotado pelo Brasil nos dias de hoje, o câmbio flutuante.

    Recuperando o histórico da política econômica nacional, foi em 1999 que o câmbio fixo deu lugar ao câmbio flexível. Até então, a moeda americana tinha um valor fixado frente ao real.

    Sendo assim, as principais economias do mundo seguem esse regime de câmbio variável. A cotação, portanto, varia ao longo do dia.

    Além disso, para que exista um valor de referência, o Banco Central coleta e calcula diariamente a taxa Ptax. Essa é uma taxa de valor médio do dia, que é baseada nas operações realizadas por compradores e vendedores.

    O valor Ptax de hoje pode ser consultado no site do Banco Central, sendo utilizado como base em instituições financeiras, investidores e outros.

    O dólar comercial pode ter intervenções do governo?

    O mercado de câmbio no Brasil é livre. No entanto, observando o histórico das transações financeiras, é possível notar que o Banco Central adota mecanismos para evitar oscilações de valorização ou desvalorização muito acentuadas.

    Essa atitude do Bacen tem como objetivo minimizar os riscos de operações comerciais e dar previsibilidade ao mercado.

    Entre as ações possíveis estão o swap cambial, que trata-se da venda de moeda americana no mercado futuro.

    Além disso, a venda direta é uma outra forma de intervenção do governo no câmbio. Ela consiste na venda de dólar no mercado à vista. O Banco Central retira recursos das reservas cambiais, sem necessidade de retorno.

    Por fim, os leilões de linha consistem na venda de dólar no mercado à vista. Nesse caso, o Banco Centrar retira os recursos das reservas cambiais, mas com o compromisso de devolvê-los.

    Sendo assim, é preciso estar atento a esse tipo de intervenção governamental, uma vez que ele modifica o valor da moeda.

    Qual a diferença entre dólar comercial, turismo e paralelo?

    Diferentemente do dólar comercial, o dólar turismo é o valor de referência adotado para a troca de reais em casas de câmbio.

    Além disso, o dólar turismo também é utilizado na compra de passagens aéreas para o exterior e também nas transações de cartão de crédito feitas fora do Brasil.

    O câmbio turismo é mais alto que o comercial. Isso ocorre por alguns motivos. Um deles é o uso da moeda em espécie.

    Dessa forma, há inúmeros custos envolvidos na operação das casas de câmbio, como transporte, manutenção e custódia do papel-moeda. No caso do dólar comercial, as transações não envolvem esses gastos.

    Por fim, o dólar paralelo é aquele comprado fora de meios oficiais, sendo um pouco mais barato do que as outras variações.

    Minicurso: Valuation e Precificação de Ativos

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito de Valuation e aprenda os principais conceitos sobre como avaliar ativos e empresas do jeito certo!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como comprar Dólar Comercial?

    Primeiramente, é preciso saber que não é possível comprar dólar comercial como pessoa física, uma vez que ele é disponível apenas para empresas.

    Sendo assim, o dólar comercial é disponibilizado apenas para instituições que estejam autorizadas pelo Banco Central para fazer esse tipo de negociação.

    Portanto, é preciso fazer um cadastro junto com o órgão governamental e entrar no site da instituição para acompanhar o ranking VET (Valor Efetivo Total), que inclui as taxas associadas a essa moeda.

    Dessa forma, é possível acompanhar as transações que ocorrem em países de todo o mundo, o que torna a moeda volátil ao longo do dia.

    Foi possível entender o funcionamento do dólar comercial? Comente abaixo para que possamos tirar outras dúvidas.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *