Acesso Rápido

    Contabilidade de custos: o que é esse tipo de controle

    Contabilidade de custos: o que é esse tipo de controle

    A contabilidade de custos é um exemplo de ajuda para gestão econômica de uma empresa. Isso porque, para fazer a gestão de uma empresa, são necessárias uma série de informações financeiras. Não se pode tomar como base apenas um indicador, como o lucro bruto ou o lucro líquido.

    A contabilidade de custos faz parte das ciências contábeis e é um dos ramos que tem como foco a apuração de custos.

    O que é contabilidade de custos?

    Contabilidade de custos é um método eficiente de analisar todos as despesas de uma companhia, permitindo a identificação de falhas, possíveis melhorias e a tomada de decisões com base em dados concretos.

    A contabilidade de custos vai poder demonstrar por quanto um produto precisa ser vendido para poder gerar lucro para uma empresa. Isto é, todo custo de produção envolvido para produção de algo.

    Por exemplo, para produção de um anel, um joalheiro precisa de matérias-primas como metal e de uma pedra preciosa. Mas além desses custos, há os custos indiretos, como: energia, ferramentas, tempo de trabalho e tempo de pesquisa.

    Todos esses custos estão envolvidos com a produção do anel. Por isso, o objetivo da contabilidade de custos é achar o Custo de Produção do Período, também conhecido como CPP. Desta forma, chegar mais próxima do valor de produção.

    Quer entender como a contabilidade influencia nos investimentos? Faça o minicurso online de contabilidade para investidores da Suno.

    Custo de Produção do Período

    Através do Custo de Produção do Período, um gestor vai saber quanto está custando fazer a produção de um anel ou qualquer outro produto. Os custos de produção são divididos em  categorias:

    • Mão-de-obra direta: envolve todos os custos envolvidos diretamente na fabricação. Por exemplo, salários, benefícios trabalhistas;
    • Materiais diretos: todos os materiais envolvidos para produção. Matéria-prima, embalagens, ferramentas;
    • Custos indiretos de fabricação: são todos os custos que são indiretos, os mais difíceis de precificar. Por exemplo, seguros, depreciação de ferramentas, maquinário, logística e horas de planejamento.

    Assim, uma empresa consegue chegar mais próxima do custo de produção efetivamente praticado. Por isso, quanto mais detalhado o levantamento, mais informações para o planejamento a empresa terá.

    Contabilidade de custos na prática

    Há diferentes formas de se fazer a contabilidade de custos. Dentre os mais conhecidos, estão:

    • Custeio por absorção: Este método envolve todos os custos para fabricação de um produto. Isto é, independente de serem diretos ou indiretos;
    • Custeio variável: Nesse caso, são considerados apenas os custos variáveis para produção. Isto é, separa os custos fixos dos variáveis;
    • Custeio ABC: Método que leva em consideração todas as atividades e serviços que geraram qualquer tipo de custo.

    A contabilidade de custos teve um desenvolvimento após a Revolução Industrial, voltada para indústria. Hoje em dia, é adotada por qualquer tipo de empresa. É um importante modelo para empresas que procuram entender seus processos e aumentar sua eficiência.

    Conseguiu entender mais sobre o que é contabilidade de custos? Se ficaram dúvidas, escreva-as nos comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *