Acesso Rápido

    Ciclo operacional: veja como funciona esse aspecto vital de um negócio

    Ciclo operacional: veja como funciona esse aspecto vital de um negócio

    Todo empreendedor, desde a microempresa ao grande empresário, deve entender como funciona um ciclo operacional e financeiro de um negócio. Esses fatores são essenciais para que a empresa seja rentável ao longo do tempo.

    A análise do ciclo operacional contribui para que esse empreendedor entenda qual o giro efetivo de mercadorias e serviços de seu negócio.

    O que é ciclo operacional?

    A definição de Ciclo Operacional pode ser entendida como o intervalo de tempo gasto pela companhia para realizar todas as suas atividades operacionais, como pagamentos a fornecedores, aquisição de matéria-prima, fabricação de produtos, vendas, recebimentos e gestão de estoque.

    Ou seja, o dado oriundo desse indicador é muito útil para estimar a quantidade de capital de giro que uma empresa necessitará para expandir os seus negócios.

    É importante destacar que esse conceito não pode ser confundido com a ideia de ciclo financeiro. Pois, esse está muito mais ligado as projeções de fluxo de caixa e necessidade de capital de giro de um negócio.

    Como funciona o ciclo operacional de uma empresa?

    Normalmente, uma empresa com um ciclo operacional extremamente curto requer menos caixa para manter as suas operações em continuidade. Essa situação também permite que a mesma cresça vendendo seus produtos ou serviços com margens relativamente baixas.

    Por outro lado, se uma empresa possui margens muito altas, ela pode ter dificuldade em financiar o seu crescimento, pois o seu ciclo será bastante longo.

    Como poderemos ver, esses são todos os fatores que influenciam a duração do ciclo operacional:

    • Prazos de pagamento: prazos mais estendidos encurtam o ciclo operacional, visto que a empresa pode atrasar o efetivo pagamento da matéria-prima.
    • Política de atendimento a pedidos: uma maior taxa de atendimento inicial, aumenta a quantidade de estoque disponível, o que incrementa também o ciclo das operações da empresa.
    • Política de crédito: as condições de pagamento muito facilitadas, como concessões de prazos aos clientes acabam prolongando o ciclo das operações de um negócio.

    Portanto, várias decisões de gerenciamento podem afetar os ciclos, tanto financeiro como operacional de uma empresa.

    No entanto, é muito importante que se mantenha esses dois ciclos o mais curtos possível, para que requisitos de caixa incrementais não sejam necessários.

    Como calcular o ciclo operacional de uma empresa?

    Para calcular o ciclo operacional de uma empresa é utilizado uma fórmula matemática. Assim, este cálculo se baseia na soma entre o tempo que matérias-primas e produtos acabados ficam prontos e o tempo médio entre venda e recebimento.

    • Ciclo Operacional = Prazo Médio de Estocagem + Prazo Médio de Recebimento 

    Um exemplo desta forma em prática seria: a Empresa XX que fabrica roupas. O seu Prazo Médio de Estocagem é de 10 dias e o Prazo Médio de Recebimento de 25 dias. Utilizando a fórmula do Ciclo Operacional, tem-se:

    • Ciclo Operacional = PME + PMR = 10+25 = 35

    Dessa forma, conclui-se que a Empresa XX leva 35 dias em todo o processo de comprar matéria-prima, colocá-la na linha de produção, finalizar o produto, vender e receber.

    Qual a relação entre o ciclo financeiro e operacional?

    De maneira geral, os ciclos financeiros e operacionais se completam. Todas as vezes que ocorre a compra de insumos para fabricação, tem-se início um ciclo financeiro. Desse modo, quando ocorre a venda encerra-se esse ciclo.

    Dessa forma, o estabelecimento de estratégias que visem a melhoria desses dois componentes é de suma importância para uma empresa. Para isso, é necessário um intenso relacionamento de parceria com os fornecedores e clientes.

    Portanto, quando o prazo para pagar os fornecedores é estendido, e o pagamento oriundo dos clientes é à vista, tem-se que o giro de estoque permite quitar todas as necessidades da empresa, sem precisar recorrer a financiamentos.

    Para isso, é necessário que a companhia possua um diretor financeiro e operacional bastante consciente das necessidades da companhia.

    Assim, ele estará pensando na maximização da riqueza dos acionistas do negócio no longo prazo. Conhecer o ciclo operacional é essencial para gerir uma companhia, diminuir seu capital de giro e aumentar a distribuição do fluxo de caixa livre.

    Qual a importância de analisar o ciclo operacional de uma empresa?

    De fato: além de entender como funciona e os aspectos do ciclo operacional de uma empresa, é preciso compreender a sua importância.

    Como já foi falado, a análise operacional é um indicador extremamente importante para controlar a eficiência da gestão do capital de giro.

    Sendo assim, para uma empresa é sempre importante estar buscando outras formas que reduzam os ciclos operacionais. Entretanto, é importante ter em mente que cada setor do mercado possui uma duração de ciclo operacional diferente. 

    Por último, devemos saber que no caso dos ciclos operacionais e financeiros de uma empresa não estiverem equilibrados, a empresa terá muitos problemas financeiros de forma rápida.

    Você ainda tem dúvidas sobre como funciona o ciclo operacional de uma empresa? Faça seu comentário abaixo para que possamos te ajudar.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Margareth 17 de novembro de 2021

      Olá,
      Quais as possíveis consequências dadas pelo gestor que, ao querer reduzir o ciclo operacional, reduz drasticamente os seus estoques e promover somente vendas à vista?

      Responder