Acesso Rápido

    Avaliação Patrimonial: como avaliar o verdadeiro valor de um bem?

    Avaliação Patrimonial: como avaliar o verdadeiro valor de um bem?

    Os investimentos em renda variável podem trazer bons retornos ao investidor. No entanto, não estão livres de riscos. Desse modo, ao realizar a avaliação patrimonial de uma empresa, esta se torna uma das ferramentas para gerenciar esse risco. Além disso, é um recurso para aumentar as suas chances de possuir bons resultados nos investimentos em ativos.

    Por essa razão, a avaliação patrimonial de uma empresa se transformou em um processo estratégico, dinâmico e de extrema importância. Nesse ponto, a lucratividade e a segurança se tornaram pontos fundamentais para combater os possíveis prejuízos. Isso ocorre também para evitar frustrações com os seus investimentos. 

    O que é a avaliação patrimonial? 

    A avaliação patrimonial de empresas é um método que se baseia no levantamento econômico de um empreendimento. Desse modo, se faz uma análise sobre os valores reais e atualizados de um negócio, sejam eles econômicos, financeiros ou contábeis.

    As avaliações do patrimônio da empresa estão diretamente relacionadas aos bens tangíveis. Esses bens podem ser representados, por exemplo, por máquinas, estoques e veículos de um empreendimento. Há também os bens intangíveis, que são compostos por recursos de ordem mais subjetiva, como direitos autorais, seguros e patentes. 

    Desse modo, é através da avaliação patrimonial que se torna possível mensurar o valor de bens móveis, imóveis e intangíveis. Por meio disso, se busca adequação das exigências fiscais, relacionadas ao pagamento de impostos e contábeis. Essas exigências estão interligadas nas apurações desses impostos e ao faturamento empresarial. 

    Como fazer a avaliação patrimonial?

    Para avaliar bens que compõem o ativo imobilizado de forma eficiente, é essencial que sejam levadas em conta algumas etapas importantes. Estas sempre precisam ser seguidas de forma correta, por meio dos procedimentos técnicos de mensuração.

    Esses procedimentos são estabelecidos pelas normas de órgãos oficiais, como a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Além disso, são também determinados no laudo de avaliação patrimonial. O laudo irá fornecer os dados corretos para a preparação do balanço patrimonial. Vejamos as 3 etapas da avaliação patrimonial que são fundamentais: 

    Verificação do valor justo

    O Valor Justo é o preço que seria recebido pela venda de um ativo ou que seria pago pela transferência de um passivo. Essas operações se inserem em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data da mensuração. 

    Para que se possa realizar a mensuração do Valor Justo, é necessário avaliar os bens separadamente e de forma particular. Dessa maneira, a avaliação deve ser baseada no mercado. Sendo assim, se pode garantir que o processo obtenha características específicas do ativo ou do passivo, tais como: 

    Verificação do valor residual

    O valor residual está diretamente relacionado à estimativa do valor que a empresa receberá ao final da vida útil do ativo. Esta estimativa equivale à diferença entre o valor de aquisição menos as depreciações. 

    O cálculo do valor residual deverá ser realizado a partir do valor justo. Por meio destes dois, a empresa poderá calcular as taxas de depreciação. Nas organizações, o valor da depreciação é usado para fins contabilísticos e de deduções nos impostos.

    Verificação do custo de reposição ou reprodução

    O valor de reposição ou reprodução é o gasto necessário para reproduzir um bem sem considerar eventual depreciação. Desse modo, ele representa o montante necessário para ser possível reproduzir todos os bens do ativo da empresa, como instalações e estoques. 

    Desse modo, caso o ativo esteja no fim da sua vida útil, definir o custo de reposição seria um parâmetro para os gestores construírem o fluxo de caixa da empresa. Além disso, é possível estabelecer reservas de emergência, provisionando os possíveis desembolsos no futuro.

    Vantagens da avaliação patrimonial

    A utilização dos métodos de avaliação patrimonial é essencial para a tomada de decisões de todo gestor, sejam financeiras ou administrativas. Através disso, se torna possível identificar e analisar o balanço patrimonial, o demonstrativo contábil e fiscal da organização. 

    Além disso, traz a chance de avaliar a estrutura de capital da empresa, identificar os pontos críticos do negócio e acompanhar resultados, assim como o desempenho econômico. Vale ressaltar que compreender o lucro, endividamento e produção de uma empresa, são itens essenciais a serem avaliados antes da tomada de decisão do investidor. Com isso, se pode decidir de investimento com mais segurança. 

    Em suma, a avaliação de patrimônio da empresa funciona praticamente como um retrato fiel da situação do capital da organização. Ademais, ela engloba os bens, direitos e obrigações. Entendeu a importância da avaliação patrimonial para os seus investimentos? Deixe suas dúvidas e comentários logo abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *