Acesso Rápido

    Análise de risco: o que é? Como fazer essa avaliação nos negócios?

    Análise de risco: o que é? Como fazer essa avaliação nos negócios?

    A análise de risco é um dos processos fundamentais em um negócio ou investimento, principalmente para se prevenir de eventos inesperados que podem gerar impactos negativos.

    Por esse motivo, entender como funciona uma análise de risco e fazer um planejamento financeiro pode ser um dos pilares para gerenciar um empresa e os possíveis riscos que podem ocorrer.

    O que é análise de risco?

    A análise de risco é o processo do qual se avalia a probabilidade de ocorrência de um evento potencialmente adverso nos resultados de uma companhia.

    Sendo assim, pode-se dizer que a é o estudo da incerteza inerente a um negócio específico ou um investimento.

    Sendo assim, o grande objetivo de analisar os potenciais riscos financeiros de um negócio é auxiliar na tomada de decisões por parte dos gestores da companhia. Daí a importância de saber o conceito de análise de risco.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Quais são os principais riscos financeiros?

    Uma vez um negócio pode apresentar riscos variados, é importante considerar as possíveis eventualidades.

    Em geral, um profissional realiza a análise de risco através de um conjunto de dados estatísticos com o objetivo de tentar prever riscos indesejáveis. Dessa forma, é possível criar planos que minimizem os impactos que as variáveis negativas podem fazer nas contas de um determinado negócio ou empresa.

    Sendo assim, os principais riscos financeiros de uma empresa, avaliados em uma análise de risco são:

    • Risco de liquidez;
    • Risco operacional.

    Normalmente, grande parte dos problemas nas empresas surgem por conta da má administração do fluxo de caixa de uma companhia gerando um risco de liquidez na empresa.

    Sendo assim, muitas vezes eles acontecem por conta de valores a receber com prazos que não condizem com as obrigações que a empresa tem com os seus fornecedores.

    Por exemplo, podem ser citados como riscos de um negócio as futuras inadimplências, variações dos juros da dívida, ações judiciais, entre outras.

    Nesse sentido, a má administração do capital de giro também se mostra um risco muito relevante, pois gerir o capital de giro é fundamental para manter as operações da empresa.

    Além disso, os riscos operacionais acontecem, principalmente, por problemas com estoques, defeitos em equipamento, por falta de manutenção preventiva e até baixa qualificação dos funcionários lotados em funções táticas e estratégicas da companhia.

    Exemplos de riscos financeiros

    Existem uma série de potenciais riscos financeiros que podem atingir praticamente qualquer companhia atualmente:

    • Estrutura de capital inadequada, especialmente quando o endividamento é permanentemente elevado;
    • Alta exposição dos resultados ao mercado de câmbio, do qual costuma ser bastante imprevisível;
    • Variações nas taxas de juros, das quais podem afetar diretamente as despesas financeiras da empresa;
    • Má administração do capital de giro;
    • Decisões equivocadas devido a uma leitura incorreta dos fatos analisados.

    Quais os tipos de Análise de Risco?

    A análise de risco normalmente pode ser feita de duas formas distintas:

    • Quantitativa;
    • Qualitativa.

    Qualitativa

    Primeiramente, na análise de risco quantitativa, constrói-se um modelo lançando mão de ferramentas estatísticas de simulação de determinadas situações.

    É muito importante que nesse calculo sejam lançados variáveis aleatórias e que seja feito de maneira bastante realista para que o resultado possa ser o mais aproximado de possíveis adversidades que possam acontecer.

    Quantitativa

    Por outro lado, na análise de risco qualitativa, o analista identificará e definirá as incertezas inerentes ao negócio de maneira escrita, sempre avaliando a extensão do impacto e propondo medidas de correção para uma eventual necessidade, caso elas aconteçam.

    Planilha de Controle de Investimentos

    Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Para que serve a Análise de risco?

    Praticamente todas as empresas necessitam de uma avaliação dos riscos de seu negócio, pois é preciso estar ciente dos riscos associados nessas operações.

    Sendo assim, é válido notar que essa avaliação serve especialmente às empresas ligadas ao mercado financeiro, onde a avaliação estatística deve estar presente de forma contínua e abrangente.

    Portanto, pode-se concluir que a importância da análise de risco é alta, sendo fator fundamental para ser levado em consideração pela direção de uma companhia.

    Uma vez que fatos inesperados podem acontecer, é extremamente importante estar preparado para essas ocasiões, vê-se para que serve a análise de risco.

    Por fim, essa é a melhor forma de garantir que uma empresa continue mantendo-se operacional no longo prazo, uma vez que acontecimentos imprevistos podem ocorrer, forçando a empresa a adaptar-se de um dia para o outro, caso ela não tenha se planejado adequadamente.

    Ainda possui dúvidas sobre como fazer uma análise de risco? Comente abaixo!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *