Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Ser Educacional (SEER3) anuncia aquisição da FAEL

    Radar do Mercado: Ser Educacional (SEER3) anuncia aquisição da FAEL

    O grupo Ser Educacional (SEER3) divulgou a compra da Faculdade Educacional da Lapa (FAEL), negócio que atua com foco no ensino a distância (EAD) e deve dobrar a sua base de alunos na modalidade.

    Com as operações baseadas na cidade de Lapa, no Paraná, a FAEL é uma das mais significativas instituições de ensino superior digital do Brasil. Em 2020, a empresa registrou uma receita líquida de R$ 155,5 milhões e um Ebitda (ajustado pela Ser) de R$ 20 milhões.

    No total, o negócio abriga 90 mil alunos registrados em seus cursos de graduação e pós-graduação. O modelo operacional é baseado na atuação, com a capilaridade de 600 polos, dentro de municípios com menos de 100 mil habitantes.

    Quando o acordo for aprovado pelas autoridades, dado que ele ainda depende do aval do CADE, o grupo deve desembolsar R$ 280 milhões para a aquisição.

    O pagamento do montante deve ser feito via caixa, sendo que ainda constam R$ 17,5 milhões referentes ao earn-out (valor condicionado ao atingimento de metas de performance).

    Com a Ser passando a atuar com uma rede de mais de 1.000 polos, munida de marcas com alcance nacional e atingindo comparabilidade com outras empresas relevantes no segmento, a companhia espera capturar sinergias relevantes.

    Entre as estratégias traçadas na expansão, o grupo almeja ampliar as opções de cursos disponíveis nos polos da adquirida, focando nos maiores tickets, como os das áreas da saúde e engenharias. Além disso, a empresa também pretende ampliar a oferta de cursos online em seu ecossistema.

    A companhia ainda enxerga economias de escala, resultado da diluição nos custos de aquisição de clientes (CAC) e das otimizações esperadas em seus custos e despesas. Visando uma transição ordenada e uma integração eficiente, o principal executivo da FAEL seguirá à frente da empresa por um prazo mínimo de 2 anos.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *