Acesso Rápido

    Crédito ou débito: qual é a melhor opção de pagamento?

    Crédito ou débito: qual é a melhor opção de pagamento?

    Crédito ou Débito? Essa é uma pergunta muito frequente na hora de pagar por uma conta, seja numa peça de automóvel ou em um restaurante.

    Portanto, entender a função do crédito ou débito é muito importante na hora de controlar as finanças pessoais e melhorar sua educação financeira.

    O que é crédito ou débito?

    Uma compra realizada no crédito tem o pagamento efetuado numa data futura à compra, quando é cobrada a fatura do cartão, já no débito o valor é debitado diretamente da conta do consumidor na hora da compra.

    A escolha entre pagar no crédito ou débito precisa levar mais pontos em consideração do que a opção que está mais visível na carteira. Especialmente se o objetivo for manter as finanças pessoais saudáveis.

    É preciso saber o saldo bancário, o quanto se pode gastar naquele mês, os valores que já foram gastos no período.

    E até mesmo a data limite para que as compras sejam faturadas naquele mês no cartão de crédito, que nem sempre é no primeiro dia do mês seguinte.

    Muitas vezes, um mesmo cartão oferece as duas possibilidades de pagamento, algo recorrente nos modelos oferecidos pelos bancos comerciais.

    O que demanda cuidado até mesmo na hora em que o comerciante passar o cartão, verificando a opção certa foi escolhida.

    Qual a diferença entre Crédito e Débito?

    É muito importante saber crédito e débito diferença para se planejar financeiramente. No cartão de crédito, a pessoa compra o item no momento da transação e paga somente depois, dando mais tempo para a realização do pagamento.

    O momento do pagamento é feito quando a fatura é fechada. De forma geral, isso ocorre no mês seguinte ao da compra.

    Por outro lado, o cartão de débito usa o saldo da conta bancária para realizar as compras. Ou seja, o pagamento é feito de forma imediata.

    Sejam eles de crédito ou débito, os cartões conferem portabilidade ao usuário e tomaram o lugar tanto do papel quanto das moedas.

    Isso faz com que, atualmente, seja difícil encontrar quem ande com muito dinheiro em espécie na carteira, aumentando assim a praticidade e diminuindo o risco de roubos.

    O mais importante é que o consumidor busque saber quando é melhor pagar no debito ou credito e faça isso de modo consciente, para colocar em práticas as lições da educação financeira, pois é possível estourar o orçamento nas duas modalidades.

    Como funciona o cartão de crédito e débito?

    Primeiramente, um cartão de débito está relacionado diretamente com uma conta corrente, seja de uma instituição tradicional ou de um banco digital, modalidade bancária que tem crescido nos últimos anos..

    Assim, quando o correntista usa um cartão de crédito, é feita a intermediação financeira e o dinheiro é subtraído da conta do usuário.

    É possível acompanhar a alteração no saldo da conta diretamente através de aplicativos pelo celular, em computadores ou através do caixa eletrônico.

    Tornou-se uma prática muito comum a de fazer compras com esse tipo de cartão: basta verificar se a bandeira do cartão tem uso no estabelecimento e fazer a compra.

    No momento do pagamento, é preciso inserir ou aproximar o cartão em uma maquina de pagamentos. Assim, primeiro caso, a maquina pede uma senha; no segundo, a senha só é requisitada caso o valor seja muito alto.

    Já o cartão de crédito é, na verdade, um empréstimo que o banco dá ao usuário. Ao utilizar essa modalidade, o usuário se compromete a reembolsar o valor em uma data determinada, podendo incorrer juros nessas operações.

    Bancos digitais estão implementando novas funções em seus cartões, como programas de cashback, acúmulo de pontos e milhas, adiantamento do pagamento, entre outras.

    A escolha entre pagar no debito ou credito varia de acordo com suas vantagens e desvantagens.

    Quais as vantagens e desvantagens do cartão de débito?

    Ao fazer as compras no cartão de débito, o consumidor utiliza os valores que já possui em conta. Assim, não poderá contar com dinheiro que ainda não tem na conta, evitando comprometer receitas futuras.

    Uma das vantagens do cartão de débito é que evita-se fazer dívidas parceladas, já que não há opção de parcelamento no débito. Esse tipo de despesa é mais difícil de controlar.

    Ainda é possível usufruir de preços menores, uma vez que os comerciantes costumam dar desconto nos produtos comprados à vista, ainda que no cartão de débito. Assim, o dinheiro vale mais.

    Lembrando que esta opção ainda não é a ideal quando o assunto é compras por impulso. O mais aconselhado é utilizar dinheiro vivo, para que se sinta a “dor da compra” ao vê-lo indo para as mãos de outra pessoa.

    A principal das desvantagens do débito é poder cair, sem querer, no cheque especial. É aquele limite a mais que muitos usam ao fazer uma compra se não houver o valor total em conta.

    As taxas cobradas por este “benefício” são altas. É preciso lembrar que trata-se de uma linha de crédito que deve-se usar somente em emergências. Daí a importância de se conhecer o seu saldo bancário antes de efetuar a compra.

    Também há dificuldade em obter um estorno quando há um erro na cobrança. O reembolso pode ser demorado, o que significará passar alguns dias sem o dinheiro estar na sua conta.

    Quais as vantagens e desvantagens do cartão de crédito?

    Apesar de muitas vezes ser taxado como vilão, o cartão de crédito também oferece benefícios. As principais vantagens do cartão de crédito são  possibilidade de parcelamento de produtos caros e postergação de pagamento para o próximo mês.

    Além disso, outros benefícios são a possibilidade de fazer reserva em hotéis que exigem este meio de pagamento e a obtenção de pontos em programas de fidelidade.

    Por fim, uma vantagem que vale a pena comentar é a efetuação de fazer compras online com mais facilidade.

    É possível fazer compras com o cartão de crédito sem endividamento além da conta. Isso caso o valor total da aquisição esteja no orçamento. Mas é preciso ter um bom controle do orçamento para que essa situação ocorra.

    Poucas pessoas podem comprar um smartphone novo logo após o que estava em uso parar de funcionar, por exemplo. Nestas situações emergenciais, o cartão de crédito pode ser um importante aliado, quer esta compra seja parcelada ou não.

    A principal das desvantagens do cartão de crédito é a perda de controle de despesas. Isso ocorre porque há um descasamento entre a data da compra e o efetivo pagamento.

    Também, a possibilidade de parcelamento faz com que dívidas sejam “esquecidas”, aumentando o comprometimento de dinheiro que ainda nem foi ganho.

    Outro grande problema são as taxas de juros que incidem quando a fatura não é totalmente paga.

    Conhecido como crédito rotativo, essa linha é extremamente cara e deve ser evitada ao máximo, para não cair em uma “bola de neve” de dívidas.

    Além disso, diversas empresas cobram anuidade dos seus cartões, em especial os internacionais, o que encarece ainda mais as compras.

    Vale a pena usar o cartão de crédito ou débito?

    De fato: a decisão de comprar no credito ou debito pode ser uma questão difícil para aqueles que não estão acostumados com essas modalidades de pagamento.

    Assim, é preciso entender que não há forma melhor de pagamento: ambas possuem suas vantagens e desvantagens, de forma que uma pode ser melhor ou pior dependendo da situação.

    Por exemplo: é possível concentrar os gastos no cartão de crédito caso este ofereça algum tipo de programa de pontuação e podem até mesmo oferecer cashback. No entanto, é preciso ficar atento para não extrapolar o orçamento.

    Outra possibilidade é usar o crédito na hora de fazer compras maiores e que exigam parcelamento, como eletrodomésticos, hospedagens em hotéis e outros, pois é possível parcelar o pagamento e até mesmo acumular pontos.

    Por outro lado, o cartão de débito é muito recomendado em gastos no dia a dia, de forma que o indivíduo consegue controlar melhor as suas compras e ter mais noção do quanto gasta todo mês. Assim, a briga credito x debito não tem um vencedor.

    Conseguiu entender mais sobre débito ou crédito com este artigo? Se ficaram dúvidas, escreva nos comentários abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    13 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Ruth Vicktoria 16 de outubro de 2020

      Um artigo de muito bom uso para quem esta começando agora a administrar a vida financeira, escrita sem enrolação e informações validas, adorei!

      Responder
      • Suno Research 19 de outubro de 2020

        Olá, Ruth! Tudo bem?
        Muito obrigado pelos elogios! Desejamos muito sucesso em sua vida financeira.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Gil Santos 5 de novembro de 2020

      Eu fiz uma nova conta recentemente em um banco digital. Já tenho o meu cartão de débito mas tenho dúvidas em fazer o de crédito e acabar não usando ele corretamente.

      Responder
    • Neide Neves Rocha Santos 20 de novembro de 2020

      Muito bem explicado. Entendi. Não ficou nenhuma dúvida. Obrigada. ³

      Responder
      • Suno Research 23 de novembro de 2020

        Olá, Neide! Tudo certo?
        Muitíssimo obrigado! Ficamos felizes com isso.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Waldir Falsi Garcia 23 de novembro de 2020

      No pagamento a débito, Não há o perigo de pagar uma compra duas vezes?

      Responder
      • Suno Research 24 de novembro de 2020

        Olá, Waldir! Tudo certo?
        Pagar a mesma compra duas vezes? Não há esse perigo.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Jô Abreu 9 de janeiro de 2021

      Adorei agora entendi, eu fazia a maior confusão com isso. Mas essa explicação de vcs é bem melhor . obrigada

      Responder
      • Suno Research 11 de janeiro de 2021

        Olá, Jô! Tudo certo?
        Muito obrigado pelos elogios, ficamos felizes em ajudar!
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Ivanildo 12 de março de 2021

      Obrigado estou excrarecido com essa explicação tirou todas minhas dúvidas.

      Responder
      • Suno Research 15 de março de 2021

        Olá, Ivanildo! Tudo bem?
        Muito obrigado , ficamos felizes em ajudar!
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Paulo Alves de Lima 27 de maio de 2021

      Porque a compra no crédito fica mas cara do que no débito?

      Responder
      • JOAO EDUARDO LERCIO VIEIRA FIRMINO 3 de maio de 2022

        Por causa das taxas de maquininha em alguns lugares. E em outros pelos juros aplicados.

        Responder