Acesso Rápido

    Banco digital: tudo o que você precisa saber

    Banco digital: tudo o que você precisa saber

    Começo este texto com uma pergunta: você já percebeu como as fintechs ganharam espaço no mercado financeiro? Aliás, imagino que, as palavras “banco” e “digital”, ou melhor, “banco digital”, já fazem parte do seu cotidiano.

    Mas e aí, você realmente sabe o que é um banco digital, como ele funciona, quais as suas vantagens e desvantagens? E as opções mais interessantes do mercado? Sabe quais são? Para responder essas e outras perguntas confira este artigo até o fim.

    O que é um banco digital?

    Antes de responder o que é um banco digital, quero fazer outro questionamento a você. Qual a diferença entre um banco digital e um banco tradicional?

    É comum se deparar com a justificativa de que a diferença entre esses dois negócios está no modelo de atendimento oferecido, porém, as distinções vão muito além.

    Planilha de Controle de Gastos

    Não perca o controle das suas finanças! Baixe nossa planilha gratuita de controle de gastos e organize melhor toda a sua vida financeira!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Quer ver?

    Destaco primeiro o atendimento 100% digital aos usuários das contas dessa nova modalidade de instituição financeira.

    Esse aspecto interfere de maneira complexa toda a estrutura do negócio.

    Os clientes dos bancos digitais têm a possibilidade de utilizar serviços comuns aos bancos tradicionais, como conta corrente, investimentos, cartões de créditos, seguros e consórcios. 

    Porém, com menos burocracia envolvida e gastando menos tempo nesse processo. Afinal, não precisam ir até uma agência ou pegar longas filas.

    Destaco também que esse modelo de gestão interfere nos valores envolvidos nesses serviços. 

    Veja: sem os gastos para manter uma agência física, os bancos digitais conseguem cobrar taxas menores pelos seus produtos. Ou, até mesmo, nem cobrar certas taxas de seus correntistas.

    Prática que já observamos com frequência no mercado.

    Recentemente foi divulgado que os clientes de bancos digitais economizaram mais de R$1 bilhão em tarifas, número que chama bastante atenção.

    Além disso, uma das principais vantagens em relação aos bancos tradicionais é a possibilidade de atender um número maior de clientes e ainda manter um serviço rápido.

    Não à toa diversos bancos estão investindo cada vez mais no seu setor digital.

    Especialmente porque dados mais positivos do mercado apontam que 71,9% das pessoas estariam dispostas à mudar suas contas dos bancos tradicionais para bancos digitais.

    Fator que sem dúvida é estimulante para este segmento, fazendo com que o número de bancos 100% digitais seja cada vez maior.

    Pegando esse movimento como gancho, entro agora no próximo tópico da pauta.

    Quais são os bancos digitais do Brasil?

    No Brasil já existem cerca de 20 bancos digitais – e o número só aumenta!

    Seguindo nessa linha de raciocínio, ao invés de listar quais são os bancos digitais do Brasil, vou destacar para você quatro bancos digitais que valem a pena ficar de olho.

    Não esqueça: é importante conhecer cada um deles para saber qual se encaixa melhor com o seu perfil. Afinal, mesmo que sejam todos digitais, oferecem tipos de serviços e taxa distintas.

    Tiago Reis
    Tiago Reis

    Nubank

    Vou começar falando de um dos mais populares, o Nubank ou “roxinho” , como também é conhecido.

    O apelido surgiu por conta de sua identidade visual e cor do cartão. Além disso, é um dos mais antigos no mercado nacional.

    O banco digital Nubank começou em 2013, oferecendo, inicialmente, apenas os serviços de cartão de crédito.

    Ganhou destaque no início de suas operações principalmente por não cobrar anuidades.

    A empresa voltou a ganhar destaque novamente em 2017, quando lançou a NuConta, sua conta digital. 

    Há quem diga que o Nubank caminha para ganhar o peso de um banco tradicional, mas isso é assunto para outro texto.

    Entre as vantagens da nubank dá aos seus clientes, eu elenco:

    • Cartão de crédito sem anuidade; 
    • Conta digital gratuita;
    • Transferências sem taxas para qualquer banco;
    • Nubank Rewards (programa de pontos de fidelidade do banco);
    • Depósito por boleto;
    • Investimento rende 100% do CDI, o que dá um valor superior à poupança atualmente.

    Como a principal desvantagem do nubank, eu cito a tarifa de R$6,50 para sacar dinheiro em redes 24h, um valor relativamente alto para este tipo de serviço.

    Também vale mencionar que para conseguir um cartão de crédito no Nubank depende de aprovação de crédito, fator que não existe em alguns de seus concorrentes.

    Em relação ao seu serviço de conta corrente, recentemente a empresa acabou com a lista de espera para o seu cartão de débito, medida que gerava críticas.

    E-book: Comece a Investir na Bolsa

    Comece a investir! Saiba tudo que você precisa saber para dar os seus primeiros passos na Bolsa com o nosso Manual Gratuito do Investidor Iniciante!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Neon

    Agora, destaco o banco digital Neon, que foi criado em 2015, e lançou sua conta digital no ano seguinte após seu lançamento.

    O Neon tem algumas vantagens em relação aos seus concorrentes, porém tem alguns pontos que valem ficar de olho. 

    Como vantagens do Neon destaco:

    • Cartão de crédito sem anuidade;
    • Transferências sem taxas para qualquer banco;
    • Direito a 4 saques sem tarifas por mês pelo Banco24Horas;
    • Não necessidade de aprovação de crédito para abrir uma conta

    Um dos pontos de destaque desta instituição financeira é a abertura de conta sem aprovação de crédito.

    No entanto, é preciso depositar um valor mínimo de R$ 10,00 – taxa que não é cobrada por alguns concorrentes.

    Do meu ponto de vista, uma desvantagem do Neon é o fato de oferecer um cartão de crédito virtual para seus clientes, mas que não possibilita o parcelamento de contas.

    Em setembro de 2020, o Neon recebeu um aporte financeiro de US$300 milhões liderado pela General Atlantic – vale ficar de olho em como a fintech vai usar este montante. 

    Banco Inter

    O Banco Inter (BIDI11) foi criado em 1994, mas o Banco Digital Inter só foi criado em 2014 – ainda assim é um dos que atua há mais tempo no setor digital.

    Também é um dos mais conhecidos.

    Fator que coloco na conta das iniciativas de marketing da instituição financeira – com sua marca frequentemente vista em equipes de futebol e em grandes eventos de entretenimento.

    E sobre as vantagens do Banco Inter? Então, eu destaco os seguintes prós do Banco Inter:

    • Conta corrente digital gratuita;
    • Cartão de crédito sem anuidade;
    • Transferências sem taxas para qualquer banco;
    • Depósito por boleto;
    • Saques sem tarifas no Banco24Horas.
    • Variedade de tipos de investimentos. 

    Entres essas vantagens, destaco o cardápio de investimentos oferecidos pelo Banco Inter, no qual seus clientes podem investir em renda fixa e renda variável.

    Em relação aos seus concorrentes, o Banco Inter apresenta um fator desfavorável: a cobrança de taxas para abrir uma conta que não seja online.

    De qualquer forma, é uma das instituições que mais cresce no setor e, em setembro de 2020, ultrapassou a marca de 7 milhões de correntistas.

    Next

    O banco digital Next foi lançado em 2016 para ser a frente do gigante Bradesco no campo digital. Desde então, foi um dos que mais cresceu e se destacou na área. 

    Entre as vantagens do Next, destaco:

    • Conta corrente digital gratuita;
    • Cartão de crédito sem anuidade;
    • Saques sem tarifas;
    • Extratos e comprovantes gratuitos;
    • Programas de vantagens;
    • Programa cashback

    O peso de ter como suporte um dos gigantes do setor faz o Next largar na frente em algumas ações.

    Por exemplo, oferecer um programa de vantagens que inclui diversas empresas grandes como parceiros. 

    Além disso, garantir saques em todas agências do Bradesco é algo que pode ser útil para muitos clientes.

    Contudo, o fato de não ser “independente” pode ser uma faca de dois gumes no longo prazo. 

    Ainda assim o Next segue crescendo e no primeiro trimestre de 2020 ultrapassou a marca de 2,3 milhões de clientes.

    Mas, afinal, qual o melhor banco digital do Brasil?

    Muita gente me pergunta: qual o melhor banco digital do momento?

    E a verdade é que não existe uma resposta certa para esse questionamento. 

    Eu citei apenas quatro, mas existem outras opções no mercado e, ainda, aquelas que nem surgiram.

    Meu conselho é que você opte por aquele que se encaixa melhor no seu perfil. 

    No momento da escolha leve em consideração quesitos como taxas e oferta de investimentos dos bancos digitais. 

    Além disso, há sempre a questão da comodidade, já que realizar todas as operações de forma digital nos ajuda a ganhar tempo.

    Tenho certeza que este mercado segmento tem potencial para seguir crescendo ainda mais nos próximos anos.

    Resta ver como isso se concretizará e como os gigantes tradicionais do setor vão se comportar ao lado dos banco digitais.

    Foi possível saber mais sobre banco digital? Deixe suas dúvidas nos comentários que vamos responder.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *