Acesso Rápido

    Como declarar Tesouro Direto: aprenda a declarar suas aplicações no TD

    Como declarar Tesouro Direto: aprenda a declarar suas aplicações no TD

    Você está em busca de aprender como declarar Tesouro Direto?

    Embora pareça um tarefa complicada, saiba que a forma como declarar Tesouro Direto é bem simples. Porém, é necessário bastante cautela na hora da realizar a declaração.

    O que é o Tesouro Direto?

    O Tesouro Direto é o programa de títulos de dívida do Governo Federal. O credor desses títulos são o próprio governo. Por isto, o risco deste investimento é considerado muito baixo.

    Tipos de títulos do Tesouro Direto

    Estão disponíveis diferentes tipos de título para o investidor, eles variam de acordo com a forma de remuneração e com o prazo.

    Os 3 principais tipos de títulos são:

    Se você quiser saber mais sobre cada título basta clicar sobre o nome de cada um. Você será redirecionado para uma página com todos os detalhes de cada aplicação.

    Guia do Imposto de Renda para Investidores

    Baixe gratuitamente o nosso guia e aprenda como declarar o Imposto de Renda dos seus investimentos de forma simples e prática!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como declarar os rendimentos do Tesouro Direto?

    Assim como qualquer investimento, tudo aquilo que o Tesouro Direto render ao investidor sofrerá a incidência de tributação.

    Para saber como declarar Tesouro Direto primeiramente você deve fazer o download do programa de Receita Federal.

    Você irá utilizar este programa para informar os rendimentos recebidos provenientes do Tesouro Direto e declarar a sua posição nesses ativos.

    Como declarar Tesouro Direto: passo a passo

    São dois fatores importantes que você deve se ater ao declarar o seu investimento no Tesouro Direto. São eles:

    • A sua posição em títulos do Governo Federal;
    • Os rendimentos recebidos.

    Lembre-se que a posição a ser declarada é sempre aquele no ultimo dia do ano de referência.

    Então, por exemplo, se você está realizando a sua declaração referente ao ano de 2018, você deve informar a sua posição no dia 31/12/2018.

    Declarando a sua posição

    Uma vez que você fez o download do programa da receita federal e fez o seu cadastro você deve declarar a sua posição na aba bens e direitos.

    Você então deve escolher o código 45.

    O código 45 é o código referente às aplicações de renda fixa. Sendo assim, o Tesouro Direto se inclui nesta categoria.

    Além dele, outras aplicações de renda fixa também são declaradas nesta mesma categorias, tais como:

    • CDB
    • RDB
    • Debêntures

    Na imagem abaixo você pode visualizar a seleção da aba “Bens e Direitos” e do código 45.

    como declarar tesouro direto no IR

    Você deverá informar na seção “CNPJ” o CNPJ da sua corretora de valores.

    Na seção “discriminação” você deve dar mais detalhes a respeito da sua compra.

    Você deve inserir, por exemplo, que se trata de um título do Tesouro Direto e determinar qual é o tipo de título. Lembrando que no programa do Tesouro Direto existem diferentes tipos de títulos.

    Um exemplo de preenchimento do campo discriminação é:

    “Tesouro Direto, LFT, a sua corretora”

    No campo “situação” você deve informar o saldo da sua aplicação.

    Se você não tinha posição no ano anterior você pode deixar o campo do lado esquerdo em branco e informar apenas a posição no ano referente à declaração.

    Você pode consultar qual é a sua posição, por exemplo, no extrato da sua corretora de valores.

    Uma outra opção é utilizar o CEI. O CEI é o canal eletrônico do investidor mantido pela bolsa de valores brasileira, a B3.

    Neste canal você poderá consultar as suas operações e o seu histórico de rendimentos. O CEI, portanto, pode lhe ajudar a manter uma organização que irá facilitar a sua tarefa na hora de declarar o seu Tesouro Direto.

    E-book: 10 Perguntas e Respostas sobre o IR na Bolsa

    Chega de dúvidas! Conheça a resposta das 10 perguntas mais comuns dos investidores sobre o Imposto de Renda na Bolsa de Valores.

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Declarando os rendimentos recebidos

    O Tesouro Direto, a depender do título escolhido, pode pagar proventos aos investidores.

    Esses proventos são tributados na fonte. Ou seja, no momento do pagamento do valor a receita federal já recolhe diretamente o valor devido de IR.

    Sendo assim, o investidor não precisa se preocupar em pagar o imposto de renda. É necessário, porém, que o investidor realize a declaração do recebimento desses proventos.

    Mesmo considerando que eles são isentos a sua declaração ainda é obrigatória para os investidores.

    Para declarar esses proventos é muito simples.

    Basta que você acesse a área de “rendimentos sujeitos à tributação definitiva/exclusiva”.

    Então, você deve escolher “rendimentos provenientes de aplicações financeiras”.

    Nos dados da fonte pagadora você deve inserir o CNPJ e o nome da sua corretora de valores. Após isto, basta inserir e valor paga do rendimento.

    Você pode visualizar o procedimento na imagem abaixo:

    como declarar tesouro direto rendimentos

    Seguindo esses dois procedimentos você irá conseguir declarar o seu investimento de renda fixa.

    Viu como declarar Tesouro Direto é muito simples? Se você quiser também realizar outros investimentos, como ações, você pode contar com a ajuda da Suno Research para isso.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • LARA 6 de março de 2020

      E COMO DECLARAR TESOURO DIRETO QUE AINDA NÃO VENCEU? COMO PROCEDER?

      Responder