Acesso Rápido

    Como declarar a poupança no Imposto de Renda? Saiba agora

    Como declarar a poupança no Imposto de Renda? Saiba agora

    Como declarar poupança é uma dúvida frequente entre diversos brasileiros. Afinal, a aplicação financeira ainda é uma das mais populares do país, devido ao baixo grau de educação financeira.

    Por isso, saber o passo a passo de como declarar poupança é fundamental para poupar dores de cabeça futuras para quem investe no ativo.

    Como declarar a poupança no IR?

    Pessoas que conseguiram juntar uma reserva e decidiram aplicar na caderneta de poupança devem saber exatamente como declarar poupança.

    Basicamente, para isso, deverá ser informado para a receita federal os saldos exatos da poupança e da conta do ano relativo à declaração.

    Além disso, é fundamental que o investidor saiba que bens e rendimentos devem ser declarados de formas distintas

    Guia do Imposto de Renda para Investidores

    Baixe gratuitamente o nosso guia e aprenda como declarar o Imposto de Renda dos seus investimentos de forma simples e prática!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Quem deve declarar a poupança no IR?

    Um bom primeiro ponto para iniciar a discussão da poupança no Imposto de Renda é entender quem deve declarar esse rendimento.

    De acordo com as regras de 2020, a declaração da poupança é obrigatória para todos aqueles que tiveram rendimentos tributáveis maiores ou iguais a R$29.559,70.

    Além disso, também devem declarar aqueles que receberam rendimentos insetos, tributados exclusivamente na fonte ou não tributáveis, que de forma agregada somaram mais de R$40.000,00.

    É importante lembrar que anualmente as regras podem ser alteradas e os valores mínimos podem ser corrigidos monetariamente.

    No caso da poupança, qualquer saldo a partir de R$140,00, até o último dia do ano fiscal anterior, deve ser declarado no imposto de renda.

    Como obter o informe de rendimento?

    O informe de rendimento é um dos documentos mais importantes na estruturação da declaração do imposto de renda de pessoa física.

    As instituições financeiras são obrigadas a enviar esse documento para os seus clientes que devem declarar o IR até o prazo determinado pela receita.

    Antigamente, o informe de rendimento era predominantemente enviado por correio, para o endereço fiscal dos clientes.

    No entanto, atualmente, os bancos e corretoras também costumam enviar o informe de rendimento por e-mail e através de aplicativos ou sites.

    É muito importante que a pessoa se organize e recolha todos os informes de rendimento que devem constar na declaração de rendimentos.

    Como declarar poupança: passo a passo

    Para tornar ainda mais fácil a tarefa de entrega da declaração de renda, vale a pena conhecer um breve passo a passo de como declarar poupança.

    1. Providenciar e organizar informes;
    2. Declarar o valor da poupança em “bens e direitos”;
    3. Declarar rendimentos em “rendimentos isentos e não tributáveis”.

    Providenciar e organizar informes

    É fundamental ter a posse dos informes do rendimento para fazer a declaração do imposto de renda de forma correta.

    Por isso, bem antes da data prazo para a entrega da declaração, o investidor já deve ter recolhido todos os informes necessários.

    Declarar o valor da poupança em “bens e direitos”

    É importante que a pessoa entenda a diferença entre bens e rendimentos na hora da declaração.

    Primeiramente, deve-se declarar os bens, que é todo dinheiro em conta ou em aplicação financeira que o investidor é obrigado a declarar.

    Portanto, o investidor deve declarar na plataforma da receita federal, no campo de “bens e direitos”, o valor total aplicado na poupança dentro do período do ano fiscal.

    Na plataforma, cada investimento possui um código particular. No caso da poupança, o código é “41”.

    Declarar rendimentos em “rendimentos isentos e não tributáveis”

    O rendimento da poupança, assim como outros investimentos de renda fixa, ainda é insento no IR.

    No entanto, apesar de serem isentos, mesmo assim é obrigado que sejam declarados.

    Para isso, basta serem declarados no espaço de “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, localizados na linha “12”.

    Esse artigo te ajudou a entender como declarar poupança? Deixe comentários e possíveis dúvidas no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *