Ibovespa sobe com expectativa por estímulos, atento ao avanço da Covid-19

Ibovespa sobe com expectativa por estímulos, atento ao avanço da Covid-19
O Ibovespa abriu em alta nesta quinta, de olho no cenário internacional, principalmente pelo pacote de estímulos.

O Ibovespa abriu em alta nesta quinta-feira (14), de olho no cenário internacional, tanto pelo pacote de estímulos trilionário que deve ser proposto por Joe Biden, como pelo processo de impeachment de Donald Trump, aprovado pela Câmara dos Representantes.

Por volta das 10h30, o Ibovespa avançava 0,53%, a 122.580,53 pontos. O mercado também permanece atento ao avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), sobretudo na Europa. O Reino Unido registrou um novo recorde de casos do vírus em 24 horas — na última semana foi iniciado o terceiro lockdown no país.

Segundo a CNN norte-americana, conselheiros do presidente eleito dos Estados Unidos disseram a congressistas que um novo pacote de estímulos financeiros, na ordem de US$ 2 trilhões, será anunciada pelo democrata. A proposta deve incluir pagamentos a famílias, financiamento estadual e outras medidas de gastos emergenciais.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Vale lembrar que no ano passado, enquanto o governo estadunidense liberava quase US$ 4 trilhões para fomentar a economia em meio à pandemia, os mercados se recuperaram de forma muito mais rápida do que a atividade nos países.

Ainda no front exterior, chama atenção dos investidores o impeachment do presidente Donald Trump na Câmara dos Represenantes. A aprovação na Casa já era esperada, uma vez que a Câmara é dominada pelos congressistas democratas.

Ebook Gratuito
Baixe agora nosso
Guia de Investimentos para 2021
Confira gratuitamente quais são nossas perspectivas para o ano.

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

O processo agora passará pelo Senado, que tem a maioria republicana. Para que o mandatário seja afastado do cargo, no entanto, é necessário que dois terços da Casa aprovem o impeachment. Trump é o primeiro presidente estadunidense a sofrer impeachment duas vezes. Na primeira vez, no fim de 2019, o Senado manteve-se ao lado de Trump.

Trump é acusado de incitar a violência durante a invasão de manifestantes pró-presidente ao Capitólio, na última semana. Cinco pessoas morreram e mais de 50 foram detidas. A transferência de poder entre os presidentes será oficialmente realizada na próxima quarta-feira (20).

Ontem, foram relatados 752,97 mil novos casos do coronavírus termos globais, sendo 232,94 mil somente nos Estados Unidos. A principal economia da Europa, a Alemanha, permanece em lockdown até o fim de janeiro. Nesta manhã, o país revelou que seu Produto Interno Bruto (PIB) de 2020 teve uma variação anual de -5%, segundo informações preliminares.

De acordo com informações da mídia estrangeira, a vacina que está sendo desenvolvida pela Johnson & Johnson teria demonstrado resultados eficazes imunizando pessoas com apenas uma dose. Certamente é algo que ficará no radar dos investidores.

No mercado de commodities, o barril de petróleo Brent opera em baixa no mercado futuro, com queda de -0,71%, a US$ 55,66. O minério de ferro voltou a subir na Bolsa de Dalian, na China, com avanço de 1,49%, cotado a 1.026 iuanes por tonelada, equivalente a US$ 162,82.

Destaques do Ibovespa

Confira as maiores altas e as maiores baixas entre as empresas que fazem parte do Ibovespa, por volta das 10h30:

 

Mercados internacionais

Veja o desempenho dos principais índices acionários no exterior, além do Ibovespa agora:

  • Nova York (S&P 500) futuro: +0,15%
  • Londres (FTSE 100): +0,43%
  • Frankfurt (DAX 30): +0,18%
  • Paris (CAC 40): +0,13%
  • Milão (FTSE/MIB): -0,12%
  • Hong Kong (Hang Seng): +0,93% (fechada)
  • Xangai (SSE Composite): -0,91% (fechada)
  • Tóquio (Nikkei 225): +0,85% (fechada)

Última cotação do Ibovespa

De forma distinta ao Ibovespa hoje, o índice acionário encerrou as negociações na última quarta-feira com uma baixa de 1,67%, a 121.933,08 pontos.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião