Acesso Rápido

    Tributação do VGBL: entenda como calcular o imposto de renda do VGBL

    Tributação do VGBL: entenda como calcular o imposto de renda do VGBL

    Entender a tributação do VGBL é fundamental antes da escolha do investimento, pois no decorrer do tempo uma escolha errada pode fazer uma grande diferença.

    Até porque, há vários tipos de tributação do VGBL, algumas mais indicadas para o curto prazo, outras mais indicadas para o longo prazo, que possuem diferença no imposto de renda de acordo com o prazo de resgate.

    O que é tributação VGBL?

    A tributação do VGBL sofre incidência apenas sobre o rendimento da aplicação e não sobre o montante total resgatado. Além disso, a tabela de tributação desse plano de previdência pode ser seguido segundo a tabela progressiva ou regressiva.

    Contudo, o plano VGBL não dá direito a deduções no imposto de renda. Por isso ele é mais indicado para quem faz a declaração pelo regime simplificado.

    Ou seja, na hora do resgate haverá menos imposto a ser pago nesse regime quando comparado ao PGBL. Portanto, para quem faz a declaração simplificada há uma economia no pagamento de impostos por esse modelo.

    O que é o VGBL?

    VGBL é a sigla de Vida Gerador de Benefício Livre que é uma categoria de previdência privada utilizada principalmente como complemento à previdência do INSS.

    Em resumo, o investidor contrata o plano VGBL e realiza aportes periódicos. Ao final, ele resgata o valor acrescido da rentabilidade proporcionada.

    O resgate pode ser feito de uma única vez ou até mesmo através de mensalidades, sendo que tudo é acordado no momento da contratação.

    Como funciona o regime de tributação do VGBL

    Assim como acontece no plano de previdência PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), a tributação do VGBL pode ser feita de duas tabelas:

    • Progressiva;
    • Regressiva.

    Tabela regressiva

    A tabela de tributação regressiva do IR, tende a favorecer o investimento de longo prazo, visto que o valor da alíquota é decrescente com o tempo.

    Período (Prazo)Alíquota do IR
    Até 02 anos 35%
    De 02 a 04 anos 30%
    De 04 a 06 anos 25%
    De 06 a 08 anos 20%
    De 08 a 10 anos 15%
    Acima de 10 anos 10%

    A incidência da alíquota do IR no VGBL é descontado somente sobre a rentabilidade da aplicação, independente do prazo.

    Tabela progressiva

    Já na tabela de tributação progressiva, diferente da regressiva, o imposto incide sobre o valor da aplicação por isso é mais indicada para resgates menores e mais curtos.

    Base de cálculo (R$)Alíquota de IR
    Até R$ 22.847,76 Isento
    De R$ 22.847,77 a R$ 33.919,80 7,5%
    De R$ 33.919,81 a R$ 45.012,60 15%
    De R$ 45.012,61 a R$ 55.976,16 22,5%
    Acima de R$ 55.976,16 27,5%

    Como calcular o IR no plano VGBL?

    O plano VGBL, diferente do PGBL, tem incidência do imposto somente sobre a rentabilidade, e por isso o cálculo é um pouco diferente.

    Por exemplo, em uma aplicação inicial de R$ 80 mil no VGBL, investido por 15 anos, e o valor de regaste R$ 100 mil, considerando eventuais aportes e deduções de taxas. A base de cálculo do IR será o seguinte:

    • Base de cálculo = R$ 100 mil – R$ 80 mil = R$ 20 mil

    Se o investimento for feito pela tabela regressiva a tributação será:

    • IR = R$ 20 mil * 10% = R$ 2 mil

    Caso o investimento seja feito por meio da tabela progressiva, nesse exemplo a tributação será:

    • IR = R$ 20 mil * 27,5% = R$ 5.500

    Dessa forma, a mesma aplicação em tabelas diferentes pode dar uma grande diferença no momento da tributação.

    Foi possível entender o que é tributação do VGBL? Então deixe o seu comentário, sugestão e compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    10 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • gilberto 2 de agosto de 2021

      boa tarde.
      faltou esclarecer se, o IR, é exclusivo na fonte ou não,obrigado.

      Responder
    • SEVERINO FEIJÓ DE MENDONÇA 23 de dezembro de 2021

      O INVESTIDOR QUE APLICA EM VGBL HOJE SEMPRE TOMA NO CU EM RELAÇÃO A POUPANÇA COMUM.

      Responder
    • Jony 23 de dezembro de 2021

      Está correta a definição/explicação sobre tributação tabela progressiva para VGBL mencionada no site quando diz “o imposto incide sobre o valor da aplicação” ? A simulação de tributação usando regime tabela progressiva calculou tomando como base apenas sobre o rendimento…

      Responder
      • Renan 11 de fevereiro de 2022

        Pois é. O correto seria a isenção de imposto conforme tabela anual para a progressiva. Mais especificamente 15% e depois restituição completa no IR. Ou seja, a progressiva pode valer a pena para investimentos, mesmo no longo prazo, se a rentabilidade for baixa.

        Responder
        • Marcelo 23 de maio de 2022

          Na tabela progressiva, até 22 mil não seria isento???
          No seu exemplo vc aplicou um imposto de 27,5% sobre os 20 mil.

          Responder
    • Rai Lima 1 de fevereiro de 2022

      Oi Tiago, td bem? Resgatei em 2022 3 fundos VGBLs que estavam no regime de alíquota progressiva: um no valor de 15mil, outro de 40mil e o terceiro no valor de 90mil. Para os três, eu paguei no resgate um IRF de 15% sobre o ganho e entendo que devo complementar, no próximo ano, com a alíquota conforme a tabela acima. Pergunta 1: devo considerar o valor consolidado dos três VGBLs mais a minha renda anual e, com isso, recolher o adicional pela alíquota de 27,5% ou posso olhar individualmente cada VGBL? Pergunta 2: se puder olhar individualmente, por exemplo, o VGBL de 15mil seria isento e teria direito à devolução do IRF de 15% que paguei no resgate?

      Responder
      • Suno Research 16 de março de 2022

        Olá, Rai Lima! Tudo certo?
        Por se tratar de um tema muito específico, sugerimos que procure um contador para sanar suas dúvidas.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • João Alberto Martens 23 de abril de 2022

      Qual a base de cálculo do IR sobre a parcela mensal da renda de um VGBL?

      Responder
    • Arlete 18 de maio de 2022

      Tem incidência de imposto no caso de morte natural do investidor? O Banco já entrega o valor com o devido desconto? O Banco tem direito a recolher alguma taxa no ato do resgate?
      O repasse de parte do valor recebido pode ser feito como doação? Nesse caso, como declarar; e o recebedor também deve pagar imposto?

      Responder
    • João Martens 15 de junho de 2022

      Qual a base de cálculo de uma renda mensal de um VGBL ?

      Responder