Acesso Rápido

    TEF: entenda o que é e como funciona essa transferência eletrônica

    TEF: entenda o que é e como funciona essa transferência eletrônica

    O TEF é uma solução criada para facilitar as transações financeiras, principalmente, das empresas de varejo e comércio.

    Sendo assim, ao adquirir o TEF, um empreendedor pode aceitar o pagamento por praticamente todas as bandeiras de cartão de crédito e débito.

    O que é TEF?

    O TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) é um sistema que possibilita a realização de transações financeiras referentes às vendas realizadas com cartão de débito ou crédito.

    Em síntese, esse é um software que realiza a comunicação entre um determinado estabelecimento comercial e a empresa administradora de cartão.

    Nesse sentido, o empreendedor instala um software específico no computador e faz a conexão de uma maquininha de cartão especial nele, chamada PinPad.

    Assim que uma venda é realizada nesta maquininha, as informações da transação são registradas de forma segura nesse sistema.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Para que serve o TEF?

    A transferência Eletrônica de Fundos serve para dar mais flexibilidade, segurança e controle nas vendas realizadas com o cartão.

    Dessa forma, o cliente passa a ter uma opção a mais na hora de realizar o pagamento, que é a possibilidade de pagar a conta com cartão de crédito ou débito.

    Além disso, o sistema também é seguro tanto para quem vende quanto para quem compra, afinal ele evita que haja erros no momento de registrar os valores pagos pela maquininha de cartão.

    Em resumo, as transações financeiras de forma eletrônica garantem mais competitividade e lucratividade para as empresas que a adotam.

    Quais são os tipos de TEF?

    São vários os tipos de pagamento TEF existentes no mercado. A escolha depende de diversos fatores, como a frequência de venda da sua empresa.

    De um modo geral, quem tem uma frequência de vendas muito grande, precisa de mais rapidez, mesmo que isso custe um pouco mais caro. Em resumo, os tipos de TEF são:

    • Discada;
    • Dedicada;
    • IP.

    TEF Discada

    No caso da TEF discada, o contato entre a empresa vendedora do serviço e a de cartão é feito através de uma linha telefônica.

    Toda vez que a empresa passar o cartão para receber um pagamento, a transferência de informações é feita de forma discada.

    A ligação termina quando é feita a análise e aprovação da venda. Esse tipo de transferência é mais indicado para pequenas e médias empresas (PMEs).

    Afinal, uma das desvantagens dela é o fato de ser mais lenta que as demais operações, visto que a comunicação é feita de forma discada.

    TEF Dedicada

    A TEF dedicada, diferente da discada, usa uma linha especial que fica conectada durante 24 horas por dia com as operadoras de cartão.

    A conexão é feita por uma rede virtual privada, conhecida como VPN. Esse é um tipo de sistema mais indicado para quem tem um volume maior de transações.

    Até porque ela é mais rápida, sendo que o tempo de transação varia de 2 a 5 segundos somente.

    TEF IP

    Esse é um modelo que também usa a comunicação por VPN com a operadora de cartão. No entanto, a conexão é feita por meio do protocolo IP.

    Nesse caso, todas as informações financeiras são transmitidas pela web, o que torna a autorização da operação ainda mais rápida.

    Esse é o tipo de transferência eletrônica de fundos feita para grandes empresas que possuem um volume bem robusto de operações.

    Quais as vantagens e desvantagens do TEF?

    Uma das principais vantagens desse sistema é que ele permite que você tenha um controle mais rigoroso do seu negócio, visto que ele permite a conciliação bancária de dados.

    Além disso, os valores são introduzidos automaticamente no sistema, evitando assim que haja fraudes no momento do preenchimento.

    Por fim, o vendedor pode reduzir os custos e gastos de manter diversas maquininhas em seu estabelecimento, o que traz mais competitividade para seu estabelecimento.

    Sem contar que dá para optar por uma adquirente que oferece condições melhores para a bandeira, assim como taxas mais baratas durante as transações.

    Por outro lado, por ser um sistema online, caso a internet caia, os empreendedores não conseguiram realizar a venda por meio do cartão.

    Planilha de Orçamento Familiar

    Como anda a organização das suas contas? Baixe gratuitamente nossa planilha de Orçamento Familiar e melhore o planejamento financeiro da sua família!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como fazer uma transferência eletrônica de fundos?

    Para fazer a transferência eletrônica de fundos, é preciso contratar uma empresa que oferece um software, assim como as maquininhas Pinpad.

    Após a instalação desse software, é possível escolher qual é o tipo de TEF que irá atender o seu negócio da melhor forma.

    Então, basta começar a aceitar o pagamento por cartão de crédito ou débito do cliente usando o tipo de transferência eletrônica de fundos escolhido.

    Foi possível entender o que é TEF? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *