Acesso Rápido

    Radar do mercado: CVC (CVCB3) comunica recompra de ações

    Radar do mercado: CVC (CVCB3) comunica recompra de ações

    A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. comunicou ao mercado e aos seus acionistas que o seu conselho de administração aprovou o uso de lucros e reservas disponíveis para aquisição, em uma única operação ou em uma série de operações, de até 7,2 milhões de ações ordinárias.

    Todas as ações a serem adquiridas representam aproximadamente 5% do total de ações em circulação, e serão compradas para manutenção em tesouraria e posterior alienação ou cancelamento.

    Não deixe de conferir os nossos descontos da Black Friday, são várias oportunidades com desconto para você!

    Conhecido como programa de recompra, a empresa geralmente adota esse tipo de estratégia quando acredita que o preço de mercado de suas ações está abaixo de seu real valor intrínseco. Caso ocorra o cancelamento, os atuais acionistas aumentam a sua participação na empresa, considerando que haverá menos ações em circulação.

    A CVC afirmou que o objetivo da recompra é incrementar a geração de valor aos seus acionistas e que existem cerca de 145.151.224 ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal em circulação.

    Por outro lado, na tesouraria, consta um total de 1.560.739 ações ordinárias.

    A empresa fará as operações de aquisição na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão, a preço de mercado, cabendo à diretoria a definição do momento e da quantidade de ações a serem adquiridas.

    O prazo máximo da realização das aquisições é de 18 meses, tendo início em 25 de novembro de 2019 e encerramento em 18 de maio de 2021, com intermédio do BTG Pactual CTVM e Bradesco S.A CTVM.

    Cabe destacar que CVC Brasil é uma das maiores operadoras de turismo da América Latina, com lojas espalhadas por todo o Brasil.

    Nos últimos anos, a empresa está fazendo uma mudança em seu modelo de negócios, inclusive reforçando a sua presença no mercado virtual e aliando as compras online com as suas agências físicas de viagem.

    A CVC também focou na expansão de seu negócio no exterior, com a compra de alguns players com forte atuação no setor de turismo.

    No Brasil, a empresa detém um market share de 25% e tem vantagens de escala na oferta de serviços turísticos.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Carlos Eduardo 26 de novembro de 2019

      Ontem me tornei acionista da CVC. Feliz em saber que a empresa está com boas paerspectivas para seus negócios.

      Responder