Acesso Rápido

    Preço Unitário (PU): entenda o que significa e como calcular

    Preço Unitário (PU): entenda o que significa e como calcular

    Quem investe no Tesouro Direto costuma observar que o Preço Unitário (PU) de um título público sofre oscilações com o tempo.

    Essas oscilações observadas no Preço Unitário (PU) dos títulos do Tesouro Nacional, são causadas pela expectativa do mercado em relação aos juros futuros.

    O que é PU?

    O Preço Unitário (PU) é o valor equivalente a uma unidade de um título público negociado dentro da plataforma do Tesouro Direto.

    Esse preço pode ser dividido em duas categorias:

    • Preço Unitário de compra;
    • Preço Unitário de venda.

    Dessa forma, o Preço Unitário de compra é aquele que um investidor pagaria pelo título no mesmo dia.

    Já o Preço Unitário de venda é o valor que o investidor receberia caso decidisse realizar a venda antecipada do título.

    Desse modo, conhecendo o PU de um título público do Tesouro Direto é possível calcular a rentabilidade dele.

    Quer aprender a investir no Tesouro Direto? Então baixe agora mesmo o nosso minicurso “Tesouro Direto”.

    Como calcular PU?

    O PU dos títulos do Tesouro Direto é calculado de acordo com as expectativas em relação aos juros futuros no Brasil para os próximos anos.

    Sendo assim, o PU é sempre atualizado de acordo com as oscilações da Taxa de Juros. Quando a Taxa de Juros sobe, o PU cai e quando a Taxa de Juros cai, o PU sobe.

    Dessa maneira, a precificação demonstra como os investidores enxergam o cenário atual e as possíveis mudanças no futuro.

    Portanto, se há uma tendência de alta na Taxa de Juros, o mercado vai exigir mais recompensa para deixar o dinheiro investido.

    É justamente por isso que o preço cai e a rentabilidade sobe nesse caso. O mesmo acontece em sentido oposto quando há uma expectativa de queda da Taxa de Juros.

    Como acompanhar o valor unitário dos títulos do Tesouro Direto?

    Os títulos indexados ao IPCA são atualizados diariamente, e por isso não é possível saber exatamente qual será o valor para o próximo dia.

    No entanto, o investidor pode fazer uma estimativa baseando-se no histórico em um curto período de tempo.

    Além disso, o Tesouro Direto IPCA+ também é influenciado pelo seu prazo de vencimento.

    Dessa forma, quanto maior será esse prazo, menor será o PU e consequentemente maior será a rentabilidade do título.

    Já o Tesouro Direto Prefixado é determinado pelas previsões das taxas de juros futuras e também sofre variações de acordo com o prazo de vencimento.

    O Tesouro Selic é o único que não é precificado de acordo com os juros futuros. Entretanto, a taxa de rentabilidade vai oscilar de acordo com o movimento da Taxa Selic.

    Se o Copom aumenta a Taxa Selic, a rentabilidade desse título aumenta. Já se o Copom diminui a Taxa Selic, a rentabilidade desse título diminui.

    Portanto, o valor unitário de um título de renda fixa do Tesouro Direto será determinado de acordo com a oscilação da Taxa de Juros.

    Foi possível entender o que é o Preço Unitário (PU)? Deixe sua dúvida ou comentário no espaço abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *