O que é ordem de compra e como funciona a aquisição de ações na Bolsa?

Se um investidor deseja adquirir um ativo mobiliário na bolsa de valores, ele precisa enviar uma ordem de compra para a sua corretora, que ficará encarregada de lançar a oferta no sistema de negociação do mercado.

Porém, por ser um ambiente extremamente dinâmico, nem sempre a compra será executada no preço e quantidade exatos que o investidor quer. Por isso, saber como funciona o sistema de ordem de compra e quais as possibilidades ele oferece é essencial para qualquer interessado em operar na bolsa de valores.

O que é ordem de compra?

No mercado financeiro, ordem de compra é o ato onde um cliente determina que um agente intermediário (normalmente uma corretora de valores) adquira de um valor mobiliário para si no mercado. Ou seja, é a situação onde o investidor ordena que a corretora compre determinado ativo em seu nome e nas condições em que ele especificar.

Uma ordem de compra pode ser enviada tanto pessoalmente ou remotamente – seja por escrito, por telefone ou através da internet. Com o advento da negociação via home broker, por exemplo, os clientes conseguem enviar ordens de compra instantaneamente para a corretora executar no mercado, sem precisar se comunicar com ninguém.

ANIVERSARIO SUNO 7 ANOS

Mas independente da forma de transmissão, as corretoras precisam repassar todas as ordens de compra para um mesmo sistema onde acontece a negociação do mercado. Todas elas são devidamente registradas com horário de recebimento, as informações do cliente e condições de execução.

Tipos de ordem de compra

Uma ordem de compra pode acontecer de várias formas, com diversas condições e características diferentes. Os principais tipos de ordem de compra são os seguintes:

Ordem de Compra a Mercado

É a ordem onde o investidor indica apenas o nome do ativo e a quantidade que ele deseja adquirir. Dessa forma, a compra feita instantaneamente, no preço que o ativo estiver sendo negociado no momento – ou seja, na cotação de mercado.

Ordem de Compra Administrada

Funciona da mesma forma que a ordem a mercado, informando apenas qual é o ativo e quantidade a ser comprada. Porém, nesse caso em específico, a corretora tem autonomia para decidir o melhor momento para executar a compra.

Ordem de Compra Limitada

Ordem onde o investidor indica a quantidade e o preço limite que ele deseja pagar pelo ativo. Ou seja, nesse caso, a compra será feita apenas quando o preço for menor ou igual ao informado pelo cliente.

Ordem de Compra Start

Aquisição programada para ser executada quando o ativo estiver acima de um determinado preço. É muito utilizada para contenção de perdas em operações onde o investidor opera vendido. A ordem de compra start é o equivalente oposto da ordem de venda stop loss.

ANIVERSARIO SUNO 7 ANOS

Validade das ordens de compra no mercado

As ordens de compra também podem ter validades diferentes, especificadas diretamente pelo cliente. De acordo com o sistema da B3, as ofertas podem ter as seguintes durações:

  • Diária: a ordem só vale durante o dia em que foi encaminhada;
  • Até a data especificada: a ordem só vale até determinada data, respeitando um prazo máximo de 30 dias;
  • Até cancelar: a oferta fica valendo até que o investidor decida pelo seu cancelamento, respeitando um prazo máximo de 30 dias;
  • Tudo ou nada: a oferta só vale no momento em que é lançada no mercado. Ou seja, ou ela é executada integralmente de imediato, ou é cancelada.
  • Execute ou cancele: a oferta só vale no momento em que é lançada no mercado, mas pode a execução não precisa ser integral. Dessa forma, sistema adquire a quantidade possível de ativos e cancela o restante automaticamente.

Por que só é possível operar no mercado através de ordens de compra?

Como todo o funcionamento do mercado aberto é restrito apenas para corretoras e instituições financeiras, o investidor não consegue operar diretamente na bolsa.

Por isso, só é possível comprar e vender ativos indiretamente, com o auxílio de uma terceira parte que executará aquilo que for pedido. Ou seja, para adquirir uma ação, o cliente precisa sempre enviar uma ordem de compra para a corretora, para que então sua oferta seja inserida no book de negociação da bolsa.

PLANILHA DA VIDA FINANCEIRA

ACESSO RÁPIDO
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    38 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Idenal G. Oliveira 10 de maio de 2021

      O que acontece com as ordens abertas quando o contrato expira? o dinheiro já foi retirado da conta como garantia de margem! eles retornam a conta?
      Favor responder!
      Grato!

      Responder
    • Geraldo Antônio 30 de julho de 2021

      Posso vender determibadada açao comprada em um dia específico, separadamente?

      Responder
    • Carlos Henrique Silva dos Santos 14 de outubro de 2021

      Ótimas informações…obg…

      Responder
      • Suno Research 29 de outubro de 2021

        Olá, Carlos! Tudo certo?
        Muito obrigado! Ficamos felizes em ajudar.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Marco Aurélio 27 de janeiro de 2022

      Eu comprei 100 ações ontem deram uma ordem de compra no valor contratado . Tiraram o dinheiro da conta hoje fui vender a mesma ações dava ordem rejeitada

      Responder
    • Josiel 5 de julho de 2022

      Posso abrir várias ordens de compra, mesmo que o valor que eu tenha disponível não cubra todas elas se o vlr da ação chegar ao valor da ordem?
      Por exemplo, tenho 1.000, e tem duas ações a X1 e a X2, que estão cotadas em 50 e 70 respectivamente. Posso abrir duas ordens de preço 40 x 20 = 800 para uma e 50 x 20 = 1.000 para outra?

      Responder
    • […] essa conta. Com os valores, seria possível investir na Vale.Em seguida, a pessoa deverá enviar a ordem de compra das ações. As ações da Vale são negociadas pelo código VALE3.As ações de empresas são […]

      Responder
    • Devanir Xavier 3 de fevereiro de 2023

      A corretora pode vender ações que o cliente compra na bolsa sem o conhecimento dele?

      Responder