Acesso Rápido

    Open Banking: entenda como esse sistema mudará os bancos

    Open Banking: entenda como esse sistema mudará os bancos

    O open banking é uma das provas de que o sistema bancário vem passando por grandes transformações digitais nos últimos tempos.

    O open bankingé um modelo de negócio digital que tem tudo para ser uma grande revolução do mercado financeiro. Ele concentra serviços de vários agentes financeiros em um único espaço virtual.

    O que é o Open Banking?

    Open banking é um modelo de negócio que tem o propósito de promover o compartilhamento das informações financeiras dos usuários. Logo, essas informações são utilizadas por instituições bancárias, fintechs e outras companhias do setor financeiro como se fosse um banco aberto.

    Contudo, é importante ressaltar que cabe ao cliente permitir ou não o acesso a suas informações financeiras.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Sendo assim, o conceito do open banking é de que os dados bancários são de propriedade do cliente e não do banco.

    Portanto, vê-se que o sistema de open banking promove muito mais transparência ao cliente desse serviço, contrário ao que costuma acontecer no relacionamento entre cliente e grandes bancos, por exemplo.

    Quais as vantagens do Open Banking?

    Esse novo sistema de plataforma aberta tem o propósito de trazer grandes transformações que pretendem tornar o mercado mais transparente e competitivo.

    Portanto, fica claro que esse sistema visa estimular a oferta de novos e melhores serviços para os consumidores.

    Além disso, uma das propostas do sistema é aumentar a concorrência entre os agentes do mercado financeiro, promovendo uma verdadeira descentralização bancária.

    De fato, uma grande vantagem do banco aberto é a redução de custos de transações bancárias ao cliente final. Nesse sentido, o próprio Banco Central vem estimulando esse benefício através da implementação do PIX.

    Sendo assim, vê-se que o relacionamento com o cliente acaba sendo beneficiado, motivo pelo qual diversas fintechs costumam ter melhores avaliações do que instituições tradicionais.

    Além disso, esse sistema vai simplificar a vida dos usuários ao agrupar em uma única plataforma diversos serviços.

    Entre eles, será possível efetuar o pagamento de contas, aquisição de seguros, adiantamento de parcelas de várias instituições integradas.

    Sendo assim, o open banking vai girar ao redor das necessidades do cliente e permitirá ao mesmo um melhor gerenciamento de suas finanças pessoais, o que pode influenciar positivamente os hábitos financeiros da população.

    Qual a diferença entre Open Banking e o sistema atual?

    O sistema bancário atual, especialmente no Brasil, é composto por poucas instituições que dominam o mercado, formando um monopólio bancário.

    Sendo assim, por conta da menor concorrência, essas empresas prestam serviços inferiores aos seus clientes, geralmente cobrando taxas excessivas e sem atendê-los devidamente.

    A digitalização de serviços, por exemplo, pode contribuir para uma menor burocracia e menos tempo para que o cliente consiga resolver seus problemas.

    No entanto, é preciso salientar que, quando uma instituição financeira oferece seus serviços exclusivamente pela internet, tem-se o conceito de banco digital.

    Dessa forma, é preciso entender que o open banking não é a mesma coisa que um banco digital, e sim um sistema interligado entre várias instituições e usuário. Ou seja, trata-se de uma rede conecta os agentes financeiros ao usuário.

    Logo, é possível entender o open banking como um passo à frente na evolução tecnológica do sistema financeiro.

    Minicurso: Contabilidade para Investidores

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito e aprenda os principais conceitos de contabilidade para quem quer investir em empresas na Bolsa de Valores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    O Open Banking é seguro?

    Quando se fala em sistemas de tecnologia, as primeiras preocupações que vem à cabeça são com relação a segurança e fraudes.

    Não é incomum que pessoas sofram golpe pela internet, e, ao pensar que esse sistema é feito através de canais digitais, o consumidor pode se preocupar com sua segurança.

    No entanto, não há motivo para preocupação, pois a segurança do open banking é elevada: apesar de ser uma plataforma aberta de acesso de dados, ainda haverá um controle rígido de segurança, a luz do que é oferecido pelo sistema bancário atual.

    De fato, o open banking opera através de uma Interface de Programação de Aplicação (API). Logo, esses os dados não são visíveis a qualquer um.

    Além disso, eles não podem ser compartilhados de forma indiscriminada, o que oferece uma barreira de proteção ainda maior ao investidor.

    Como está a implementação do Open Banking no Brasil?

    Primeiramente, é preciso ter em mente que a regulamentação é necessária para dar credibilidade às transações e garantir a segurança das informações dos clientes.

    Além disso, através da regulamentação o sistema poderá ser padronizado garantindo a eficiência desse modelo de negócio.

    Portanto, fica claro que um sistema desse porte não é aceito sem os devidos processos legais, seja em qual país for.

    No Brasil, o open banking ainda se encontra em processo de regulamentação pelo Banco Central, de forma a tornar o mercado bancário mais avançado no país.

    Dessa forma, esse órgão criou um grupo de trabalho (GT) para a discussão desse tema, grupo esse composto por diversas associações do sistema financeiro.

    Nesse sentido, medidas já estão sendo tomadas para implementar esse sistema, como a implementação do sistema PIX, sistema que permitirá transações bancárias automáticas e sem taxas, diferentemente dos tradicionais TEDs e DOCs.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como funciona o Open Banking no mundo?

    De fato, as novidades tecnológicas que o open banking permite atraiu governos de diversos países, que vêm buscando implementar esses conceitos em suas nações.

    Sendo assim, em alguns países isso já é uma realidade, como no caso do Reino Unido, que acabou sendo pioneiro nesse sistema.

    Dessa forma, outros países se inspiraram nessa medida, como os países pertencentes à União Europeia, que buscaram implementar essa novidade na região.

    No entanto, não é só em países de primeiro mundo que esse sistema já é pensado: México e Índia, países em desenvolvimento, estão se movendo nessa direção, por exemplo.

    Portanto, fica claro que esse sistema estará cada vez mais presente na vida de cidadãos de todo o mundo, tornado o sistema bancário muito mais competitivo e transparente.

    Ainda possui dúvidas a respeito de open banking? Comente abaixo!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *