Acesso Rápido

    Just in time: o que é e como funciona esse sistema de produção?

    Just in time: o que é e como funciona esse sistema de produção?

    Com a necessidade constante evolução nos processos produtivos, uma série de sistemas e metodologias foram e continuam sendo criados para otimizar a produção em massa. Entre esses sistemas podemos citar o caso do Just in time.

    Portanto, o just in time permite que muitas empresas consigam aumentar seus lucros em suas operações, por conta de sua eficiência operacional.

    O que é Just in time?

    O Just in time corresponde a um sistema de produção que define uma hora exata para produzir, transportar ou comprar determinado produto. Por sua versatilidade, é um sistema que pode ser adaptado para a grande maioria das empresas.

    Ou seja, é um processo produtivo que se classifica na categoria de produção enxuta, que tende a maximizar a produção com recursos mínimos necessários para isso acontecer.

    Além disso, o foco principal é combater os desperdícios por meio do sistema enxuto de produção. Portanto, usa-se o mínimo de matéria-prima, embalagens, recursos humanos, entre outros custos inerentes a produção.

    Entretanto, cabe lembrar ainda que esses desperdícios devem ser gerenciados através de um controle rígido que evita o excesso de estoque. Assim, esse controle deve ser aplicado para controlar escassez dos fatores de produção.

    Como surgiu o Just in Time?

    Primeiramente, esse sistema de produção surgiu no Japão a mais de 50 anos, sendo que os créditos da sua criação são atribuídos a Toyota.

    Sendo assim, a montadora procurava um sistema de gestão que interligasse a produção com a procura por diferentes modelos de veículos e mínimo atraso.

    Dessa forma, a Toyota buscava fabricar pequenos lotes de veículos com alto nível de qualidade.

    Portanto, essa metodologia de produzir apenas o que o mercado solicitava deu muito certo. E, como não poderia deixar de ser, outros fabricantes japoneses adaptarem esse sistema.

    Essa medida é diversa do Fordismo, que buscava utilizar o sistema de linha de produção, em que diversos carros eram feitos em abundância.

    Por fim, algumas décadas após, os veículos japoneses assumiram uma posição bastante competitiva no mercado mundial, mostrando a eficácia do processo.

    Quais são as características do sistema Just in Time?

    Dentre as características do Just in time, estão alguns pontos importantes. Primeiramente, o programa mestre, que conta com um horizonte que vai de 1 a 3 meses permitindo que os postos de trabalho e fornecedores externos planejem suas atividades.

    Em segundo lugar, o Just in time se utiliza do sistema Kanban. Ele consiste em puxar a produção a partir da procura. Produzindo então, em cada momento, somente os produtos necessários.

    Além disso, há a necessidade de um colaborador multifuncional com uma série de habilidades. Que tenha conhecimento de várias etapas do processo produtivo e possa ser facilmente realocado.

    Também há a preocupação com a qualidade, isso porque a verificação de defeito em um produto além de causar desperdícios pode até mesmo parar um processo produtivo.

    Por fim, o layout da fábrica é muito diferente de outros sistemas. Isso porque o estoque é mantido no chão da fábrica e não em almoxarifados.

    Sendo assim, é preciso ter em mente todas as etapas quando pretende-se aplicar esse tipo de produção.

    Quais são as vantagens do sistema Just in Time?

    Uma série de vantagens podem ser enumeradas como diferencial desse sistema.

    Em primeiro lugar, como operam através de demanda, os processos desse sistema se tornam mais ágeis e enxutos. Isso contribui para maior produtividade da companhia.

    Em segundo lugar ajuda a reduzir custos de estoque. Visto que o armazenamento de estoque é mínimo, o ambiente físico exigido será proporcionalmente menor, sendo necessário basicamente o espaço necessário para a produção e entrega do produto.

    Por fim, esse sistema também traz uma proposta mais flexível e que confere maior diversidade à mercadoria, pois permite que o cliente personalize sua encomenda.

    Quais são as desvantagens desse sistema?

    Por outro lado, esse sistema apresenta pontos de fragilidade que devem ser considerados antes de aplicar essa metodologia de produção.

    A empresa fica mais suscetível a falhas. Tanto decorrente de sua cadeia de suprimento como no processo produtivo. Por exemplo, caso algum fornecedor atrase um pedido, a produção poderá ficar totalmente comprometida.

    Pouca flexibilidade a demandas extraordinárias. Como não tem produtos estocados a empresa não poderá atender imediatamente uma encomenda maior que o normal.

    O Just in time é um sistema muito utilizado pela indústria e consequentemente gera impacto na economia. 

    Foi possível compreender do que se trata o just in time? Comente abaixo para que possamos te ajudar!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *