Acesso Rápido

    Conheça o INPC e saiba qual a sua importância

    Conheça o INPC e saiba qual a sua importância

    Os indicadores brasileiros para a inflação são uma sopa de letrinhas: INPC, IPCA, IGPM, INCC… O fato é que nem sempre é fácil saber efetivamente sobre o que está sendo falado.

    O INPC, assim como os demais, apresenta informações próprias ao seu formato e objetivo. Porém, ele pode afetar seus investimentos, seja você um iniciante ou não.

    INPC significa Índice Nacional de Preços ao Consumidor. Ele é um tipo de índice de inflação. Seu trabalho é apresentar as variações de preços mensais sofridas pelos consumidores. No entanto, ele não abrange todas as pessoas. Isso porque seu cálculo é restrito àquelas famílias cuja renda é de até cinco salários mínimos.

    No entanto, isto representa quase metade da população brasileira.

    Já o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) é tem uma abrangência maior. Ele mede as variações de preço para famílias com até 40 salários mínimos.

    Assim como o censo, o INPC é produzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Como o INPC é calculado

    inpc

    A coleta das informações para o cálculo do INPC costumam ser feitas primeiro ao último dia de cada mês.

    Mas nem sempre é assim.

    Em 2018, por exemplo, a pesquisa correspondente ao mês de janeiro foi feira de 29/12 a 29/01. Para fevereiro, a coleta foi realizada de 30/01 a 01/03.

    As datas de início e término variam de acordo com a quantidade de dias que cada mês tem.

    Ao todo, a pesquisa do INPC considera as variações de preços de 465 subitens.

    Estes se dividem entre os nove grupos de produtos e serviços considerados:

    • Alimentação e bebidas (23,12%);
    • Artigos de residência (4,69%);
    • Transportes (20,54%);
    • Comunicação (4,96);
    • Despesas pessoais (9,94%);
    • Habitação (14,62%);
    • Saúde e cuidados pessoais (11,09%);
    • Vestuário (6,67%);
    • Educação (4,37%).

    Para saber como estão ocorrendo estas movimentações, os pesquisadores vão a diferentes estabelecimentos comerciais.

    As visitam também ocorrem em prestadores de serviços, concessionárias de serviços públicos e residências, no intuito de saber sobre mudanças nos valores de alugueis.

    São considerados os preços cobrados para pagamento à vista.

    No tocante à pesquisa, a pessoa de referência precisa ser assalariada e morar nas áreas urbanas das seguintes regiões:

    • Área metropolitana de Belém,
    • Fortaleza;
    • Recife;
    • Salvador;
    • Belo Horizonte;
    • Vitória;
    • Rio de Janeiro;
    • São Paulo;
    • Curitiba;
    • Porto Alegre;
    • Distrito Federal;
    • Goiânia; e
    • Campo Grande.

    INPC acumulado

    Como o INPC é mensal, o chamado INPC acumulado, comumente visto nos jornais, é a soma dos valores mensais ao longo dos últimos meses. Este dado pode ser referente a um ano inteiro ou só ao período em vigência.

    INPC e os investimentos

    inpc

    Quando se fala em investimentos, o INPC é utilizado como referência para algumas metas atuariais de fundos de previdência complementar.

    Ele é, inclusive, o indexador mais comum para tais fundos.

    No entanto, o INPC já deixou de ser utilizado como indexador de títulos do governo.

    É possível encontrar no mercado de títulos privados alguns títulos que ainda são indexados ao INPC. Porém, o mais comum é que estes usem o IPCA para este fim.

    Ainda assim, o índice é relevante para quem deseja investir, porque ele demonstra como está o poder de compra do brasileiro.

    Isso porque, quanto menor for o poder de compra, mais dinheiro será necessário para manter determinado padrão de vida. Portanto, é importante que todos estejam atentos ao INPC e a como ele pode afetar seu dia a dia.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Felipe Jose Labbate 13 de agosto de 2019

      Olá Tiago!
      Chamo-me Felipe, sou de Campinas-SP e estou num dilema e gostaria de pedir sua ajuda. Por gentileza, se puder me dar um Norte…

      Quero participar de um Consórcio Imobiliário de valor de R$ 200mil, e tenho em vista duas opções.
      A primeira opção é da Porto Seguro, com ajustes anuais pelo INCC, prazo de 200 mêses; já o segundo é por uma cooperativa, a qual eu sou cooperado há vários anos; com ajustes anuais de INPC, prazo de 240 mêses.

      Sendo assim, qual opção o Sr acha melhor? Minha dúvida maior é referente aos índices.
      De antemão, agradeço sua atenção.
      Fico no aguardo. Abraços…

      Responder