Acesso Rápido

    Conta salário: como funciona essa modalidade de conta bancária?

    Conta salário: como funciona essa modalidade de conta bancária?

    É cada vez mais comum a busca por uma conta bancária que não implique em tarifas, facilitando um melhor controle das finanças pessoais. A conta salário é uma dessas contas sem tarifas. Todavia, ela não possui os mesmos serviços que uma conta-corrente convencional.

    conta salário é um serviço muito específico quando comparado às demais contas. Dessa forma, será importante compreender quais as vantagens e quais as limitações de utilizar um recurso desse tipo.

    O que é conta salário?

    A conta salário é uma conta bancária destinada apenas a receber salário, vencimentos, aposentadorias, pensões e benefícios similares. A abertura dessa conta só pode ser realizada mediante solicitação da empresa pagadora. Após aberta, os valores sempre serão direcionados para essa conta.

    Ou seja, é uma modalidade de conta bancária que tem a finalidade de receber a remuneração mensal. Além disso, ela pode ser utilizada para receber outros tipos de recursos e benefícios, como vencimentos, pensões e até mesmo de aposentadorias.

    Sendo assim, é um tipo de conta mais simples do que a conta-corrente e conta poupança, apesar de algumas restrições que possui em comparação com as outras. Ela pode ainda oferecer serviços básicos para facilitar o vínculo entre empregador e empregado, sem custos.

    Como funciona uma conta salarial?

    A conta salário não é uma conta convencional, já que ela possui objetivos e regras próprias. Essas atribuições particulares vão desde a sua abertura de conta até o seu encerramento. Por conta disso, essa modalidade só pode ser aberta sob a responsabilidade do empregador.

    Do mesmo modo que ele também será a pessoa que vai eventualmente encerrá-la, caso o vínculo empregatício termine, por exemplo. Embora seja feita pela entidade pagadora, o nome e os dados da conta se referem à parte recebedora, ou seja, o empregado.

    Outro ponto a se considerar, é que qualquer pessoa tem direito a possuir uma conta salário.  No entanto, as empresas não têm a obrigação legal de fornecê-la. Assim, ela é um recurso que pode ser utilizado de forma voluntária pelas empresas.

    Por facilitar o fluxo de pagamento de salários, essa conta é muito utilizada, sobretudo por grandes empresas, com um número maior de funcionários e fluxo de capital. Mas de modo a se entender para que serve conta salário, também é preciso analisar as principais diferenças para a conta-corrente.

    Qual a diferença entre conta salário e conta corrente?

    Para escolher a melhor opção, é preciso avaliar quais as especificações de cada categoria de conta. Para isso, se vê diversas diferenças entre a conta-corrente e conta salário. Entre as principais diferenças, se destacam:

    • Impossibilita o uso de talão de cheques;
    • Não emite cartão de crédito para o titular da conta;
    • Sem direito de cheque especial, ou seja, deixar o saldo da conta negativo;
    • O único que pode fazer depósitos na conta é o próprio empregador;
    • Transferências só podem ser feitas entre o titular da conta e o empregador;
    • Limitação de 5 saques para cada pagamento;
    • Apenas 2 extratos por mês.

    Como abrir uma conta salário?

    Como já foi dito, a conta salário só pode ser feita com a solicitação do empregador. Mas para isso, esse empregador precisa ter convênio com o banco com o qual se está realizando esta conta.

    Desse modo, o responsável da empresa preenche formulários e quaisquer outros documentos que sejam necessários ao banco.

    Ao final do processo, o empregado é quem vai concluir a abertura desta conta. Há ainda as empresas que tomam atitudes, de modo a adiantar esse procedimento, fazendo a entrega de documentos da conta salário ainda na contratação.

    Para que o funcionário possa concluir a abertura de sua conta, ele vai precisar primeiro ter uma carta para abrir conta salário, uma espécie de carta de recomendação.

    Com esta declaração para abrir conta salário em mãos, com o comprovante de residência, RG e CPF, o empregador é quem vai escolher o banco que a conta será feita.

    Como fazer a portabilidade da conta salário?

    Uma possibilidade que o empregado também tem direito é fazer a portabilidade da conta salário. Muitas empresas possuem mais de uma opção de banco em que é possível de se fazer esse tipo de conta.

    Ou seja, mais de uma instituição em que se tem convênio, aumentando as alternativas do cliente da conta de fazer essa mudança.

    No entanto, é preciso que o empregado faça a solicitação para essa portabilidade, que por sua vez, é um direito que se tem de fazer esse pedido sem que haja custos adicionais. Para fazer essa portabilidade é preciso seguir os 4 seguintes passos:

    • Se comunicar com a instituição bancária que você deseja ter o seu pagamento de salário;
    • Realizar o pedido para a instituição via e-mail, aplicativo ou até mesmo internet banking, segundo as formas que estiverem disponíveis;
    • Esperar pela confirmação da empresa para aquela operação;
    • Caso a instituição confirme a portabilidade, basta aguardar para que seu salário seja feito na nova conta escolhida, que deve ser uma conta-corrente ou outra conta salário que você já tenha.

    Quais as vantagens e desvantagens da conta salarial?

    As principais vantagens da conta salário, são:

    • Ter a chance de ter serviços bancários gratuitos e receber pagamento de salário sem tarifas;
    • Abrir uma conta mesmo com restrições no CPF e sem análise de crédito;
    • Mais segurança e simplicidade na hora de receber a remuneração.

    Para vínculos empregatícios e o pagamento de salários por parte de um empregador, essa categoria de conta pode ser uma boa alternativa para que o empregado possa ficar livre dessas taxas.

    Por outro lado, as desvantagens da conta salário são:

    • Permissão de apenas um titular;
    • Limite de movimentação bancária, em TED, DOC e saque;
    • Não é possível acessar todas as linhas de crédito oferecidas pelo banco;
    • Não tem direito ao encerramento de conta (apenas quando o empregador solicitar);
    • Não tem rendimento de juros, como acontece na conta poupança.

    O que existe, na prática, é a melhor opção a cada pessoa e em cada ocasião, desde que esta possa se beneficiar com a ausência de taxa ao fazer uma conta para receber salário. Ao mesmo tempo, é preciso avaliar se esta conta sozinha é suficiente para atender as demandas que se tem de serviços bancários.

    Ademais, nada impede que se possa possuir mais de um tipo de conta. Assim, esta conta pode ser mais uma opção para que se possa aproveitar as vantagens que ela possui, quando for conveniente.

    Você possui alguma conta salário? Deixe nos comentários suas dúvidas e percepções a respeito desse assunto.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    3 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Marcio Neri de Souza 5 de junho de 2020

      Foi muito importante , tirei todas as dúvidas , sobre a conta salário

      Responder
    • Guedes 5 de julho de 2020

      Excelente esclarecimento, mas me parece que a conta salário tem um limite de saques que se refere não ao valor sacado, mas à quantidade de saques em 30 dias. Como isto não foi abordado no texto, gostaria de saber: não há mais, essa limitação?

      Responder
    • Emerson 18 de outubro de 2020

      Muito bom, obrigado.

      Responder