Acesso Rápido

    BRDT3 – IPO da BR Distribuidora: vale a pena participar? [Relatório Grátis]

    BRDT3 – IPO da BR Distribuidora: vale a pena participar? [Relatório Grátis]

    Uma das principais saídas à situação difícil da Petrobras em equacionar suas dívidas será a venda parcial de sua subsidiária – a BR Distribuidora (BRDT3) – além da venda de vários dos seus ativos.

    No final de setembro, o conselho da Petrobras aprovou o IPO (Initial Public Offering) da BR Distribuidora, em nossa opinião, uma das principais “joias da coroa” da petroleira.

    Muitos analistas creem que a companhia terá sua oferta inicial negociada com um prêmio devido ao gap de produtividade que a BR Distribuidora ainda possui em relação aos seus principais competidores (postos Ipiranga e Shell). Com o IPO da empresa, a expectativa é que haja uma melhora da transparência e responsabilidade para com os investidores.

    Porém, a grande questão nesse IPO será a quantidade da fatia vendida pela Petrobras, que segundo o seu prospecto será entre 25% e 33,75% da BR Distribuidora. O que deixa a Petrobras ainda como o sócio controlador da empresa, agregando um risco de governança relevante no momento da precificação do ativo, pois seu controlador, uma empresa estatal, ainda terá grande poder de decisão sobre a BR Distribuidora.

    Outro ponto que pesa nesse IPO é o fato dele ser de oferta secundária, ou seja, todos os recursos levantados com o lançamento das ações irão exclusivamente para o caixa da Petrobras. O lote principal é formado por 291.250.000 ações ordinárias, lote que poderá ser acrescido em um lote suplementar de até 15% do principal, ou 43.687.500. Além disso, caso haja bastante demanda, poderá haver um acréscimo de até 20% do lote principal, ou seja, 58.250.000.

    As ações da BR Distribuidora serão listadas no Novo Mercado, segmento de mais alta governança corporativa pela B3, e terão o código de BRDT3.

    Caso ainda não seja, preencha seu e-mail no formulário abaixo e realize o download do relatório gratuitamente

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *