Acesso Rápido

    ACWI11: o fundo de índice internacional negociado na B3

    ACWI11: o fundo de índice internacional negociado na B3

    Através do ETF ACWI11 é possível diversificar com investimentos no exterior, mesmo investindo diretamente na B3.

    Por isso, vale a pena conhecer mais a fundo o fundo de índice ACWI11, entendendo como o ativo funciona, como é composto e suas vantagens e desvantagens.

    O que é o ACWI11?

    O ACWI11 é um ETF que busca acompanhar o desempenho dos principais índices de bolsas de valores do mundo.

    A sigla ACWI vem da frase em inglês “All Country World Index”, que pode ser traduzido livremente como índice de todos os países do mundo

    Como funciona o ACWI11?

    No início de 2021, a XP Investimentos lançou o ACWI11 com a proposta de trazer mais uma opção de diversificação internacional para os investidores.

    Neste caso, o índice utilizado como benchmark pelo fundo é o índice MSCI ACWI, que engloba quase 3 mil ativos de aproximadamente 50 países diferentes.

    Portanto, além da diversificação setorial entre os 3 mil ativos existentes, o ativo não é sensível a crises econômicas de um país específico, já que possui uma relevante diversificação internacional.

    É possível investir no ETF ACWI11 através da bolsa de valores (B3), com uma taxa de administração de apenas 0,3% ao ano.

    Composição do ACWI11

    O Índice MSCI ACWI conta com diversas gigantes empresas de todo o globo na composição de sua carteira teórica.

    Por isso, o ETF ACWI11, que tem o índice MSCI como benchmark, possui um portfólio bem semelhante ao índice.

    Entre as principais empresas, com maior peso na composição do ACWI11, estão:

    • Apple;
    • Alibaba Group;
    • Amazon;
    • Taiwan Semiconductor Manufactoring.

    O peso de cada ação no fundo tem relação ao valor de mercado, liquidez e volume de negociação de cada ativo, além do peso do mercado e economia do país onde as companhias são residentes.

    É natural que essas variáveis sofram mudanças ao longo do tempo, por isso a gestão do fundo deve trabalhar ativamente para sempre deixar o resultado do ETF próximo ao índice de referência.

    Vantagens do ACWI11

    Como todos os ativos, é possível listar algumas vantagens e desvantagens relacionadas ao ETF.

    Entre as principais vantagens do ACWI11, é possível listar:

    • Diversificação internacional;
    • Praticidade.
    • Taxa de administração

    Diversificação internacional

    A diversificação internacional, apesar de ser negligenciada por muitos investidores, é fundamental para a otimização dos resultados da carteira do investidor, sobretudo no longo prazo.

    Praticidade

    O ETF é uma forma simples de investir, através de apenas um ativo, em diversas empresas.

    Taxa administração

    Apesar de ser preferível evitar taxas de administração, a taxa cobrada pelo fundo de índice ACWI11 é baixa se comparada à outros ETFs do mercado.

    Vale a pena investir no ACWI11?

    Sobretudo para quem está começando a investir e não conhece muito do mercado fora do Brasil, o ACWI11 pode ser uma opção para diversificação internacional da carteira.

    Não é indicado ter todos os ativos da carteira de um mesmo país, principalmente no Brasil, que não é uma das economias mais consolidadas e estáveis do mundo.

    No entanto, caso o investidor seja mais experiente e saiba como analisar ações através dos seus fundamentos, vale a pena buscar essa diversificação através do investimento direto em empresas na bolsa.

    Esse artigo te ajudou a conhecer melhor o ACWI11? Deixe dúvidas e comentários no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Jacy Manuel Morais Junior 16 de abril de 2021

      Artigo muito pequeno, esperava mais informações como em qual ETF do exterior investe, qual a taxa deste outro ETF, comparação com outros ETFs que replicam ativos internacionais etc.

      Responder