Metaverso: Veja empregos e como ganhar dinheiro no universo digital

Sendo um dos principais focos da Meta (FBOK34), o Metaverso já é considerado promissor para muitas companhias que investem tempo e dinheiro visando a possibilidade de alavancar faturamento e influência na realidade virtual. Com esse ciclo se iniciando, oportunidades de geração de renda também vem à tona.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

O Metaverso, contudo, ainda é considerado ‘incipiente’ por muitos especialistas de tecnologia e inovação – mas ainda assim, já surgem os primeiros efeitos desencadeados pelo potencial econômico visto pelas empresas. Com a entrada do setor produtivo no terreno da realidade virtual, surgem as primeiras vagas de emprego do Metaverso.

Segundo artigo de Adrien Book, consultor de estratégia e escritor do ano de Inteligência Artifical pela Hackernoon, ainda se deve manter a cautela com o tema, apesar da euforia, já que no mundo digital as coisas nascem e morrem rápido.

“Lembra-se de 2016? As pessoas falavam que o Pokemon Go varreria o mundo, e muitos sentiram que estávamos no topo de uma revolução da realidade aumentada. Obviamente, isso não se materializou. Há um ambiente semelhante nos dias atuais, e estamos mais uma vez tendo uma conversa muito semelhante em relação ao Facebook e a Meta investindo loucamente no Mstaverso”, diz, em texto para Cult, da Honeypot.

“Esse tipo de investimento destes players tende a criar uma profecia auto-realizável: gostemos ou não, há uma chance forte de acabarmos com um mercado de trabalho no Metaverso, simplesmente por uma questão de demanda tecnológica”, destaca o especialista.

Por ora, as principais atividades que devem gerar remuneração financeira são parecidas com algumas que já existem e estão vinculadas ao universo de NFTs criptomoedas – dois nichos que chamam atenção de Zuckerberg e podem ter fortes sinergias com o Metaverso.

Em suma, são jogos funcionam com mecanismos semelhantes aos da criptomoeda AXS, do Axie Infinity, em que o jogador é remunerado para jogar. A criptomoeda do AXS, por exemplo, teve valorização de mais de 760% em 2021.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-4.png

Apesar do risco e da volatilidade associadas, o ‘prêmio’ pelas atividades permitiu grandes ganhos para quem foi remunerado cedo, quando o universo ainda era incipiente – da mesma forma que quem ‘segurou’ bitcoin na carteira há vários anos atrás obteve ganhos astronômicos.

Vale lembrar que essa engrenagem só gira porque a empresa responsável pelo jogo ganha dinheiro cobrando taxas em cima de cada atividade – ou seja, quando há popularidade e alta nas cotações, a companhia responsável também sai ganhando.

A expectativa é de que o caráter tecnológico do Metaverso consiga catapultar novas modalidades de jogos pay-to-earn e ampliar ainda mais o leque de criptomoedas no mercado.

Atualmente Metaplaneja a sua própria ‘moeda virtual’ ao introduzir tokens virtuais e criptomoedas nos apps que estão sob seu guarda-chuva, segundo informações do Financial Times.

As criptomoedas da Meta já são apelidadas de “Zuck Bucks” e podem não ser baseadas na tecnologia do Blockchain, com utilização interna no Metaverso.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

“Não temos atualizações para compartilhar hoje”, disse um porta-voz da Meta à Reuters na primeira semana de abril, citando que a empresa está focada em construir para o metaverso “e isso inclui como podem ser os pagamentos e os serviços financeiros”.

Assim, os tokens da Meta e criptomoedas devem ser utilizados como forma de remunerar criadores de conteúdo, para empréstimos e outros serviços financeiros.

Empregos ‘tradicionais’ também podem surgir no Metaverso

Além das atividades remuneratórias em jogos e da inserção de empregos ‘normais’ no Metaverso, com integrações digitais, a expectativa de especialistas do segmento de inovação é de que novos tipos de emprego surjam em um cenário de grande adesão.

Em meados de 2021, Zuckerberg já anunciava um grande volume de contratações para a construção do universo digital – e, caso o Metaverso esteja mais presente na vida das pessoas, mudanças no mercado de trabalho devem ocorrer.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Alguns dos ‘trabalhos do futuro’:

  • Arquitetos do Metaverso
  • Especialista em Segurança Cibernética do Metaverso
  • Planejador do Metaverso
  • Desenvolvedor de Ecossistemas
  • Construtor de Mundos
  • Gerente de Segurança do Metaverso
  • Construtor de Hardware
  • Especialista em anúncios de Metaverso
  • Narrador do Metaverso
Em alguns casos, são adaptações de profissões comuns, mas que devem ser adaptadas e direcionadas 100% para o universo digital, conforme cita também Adrien Book em seu artigo para a Cult.
O especialista destaca que, se a adesão em massa ao Metaverso se concretizar, essas e outras oportunidades devem surgir. lapidando o mercado de trabalho como o conhecemos atualmente.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião