Cogna (COGN3) compra Editora Eleva e dispara mais de 10%; veja outros destaques

Cogna (COGN3) compra Editora Eleva e dispara mais de 10%; veja outros destaques
Cogna Day segue com aposta no ensino digital - Foto: Divulgação

Nos destaques de empresas desta segunda-feira (1), véspera de feriado, chama a atenção do mercado a Cogna (COGN3) que concluiu a compra da Editora Eleva. Hoje as ações da companhia dispararam mais de 10% e estão sendo negociados a R$ 2,73.

Além da Cogna, está entre os destaques a Vibra (VVBR3) — antiga BR Distribuidora (BRDT3) — que irá emitir R$ 1,8 bilhão em debêntures. Por sua vez, a CCR (CCRO3) venceu o leilão da rodovia Dutra e BR/101 (SP/RJ), em processo de relicitação que envolvia disputa com a EcoRodovias (ECOR3).

Já a CVC (CVCB3) concluiu a compra dos 40% restantes da Ola, empresa argentina.  A temporada de balanços nacionais do terceiro trimestre será retomada na quarta-feira (3), após o feriado de Finados.

Veja os destaques de empresas:

Cogna

A Cogna concluiu as operações com a Eleva Educação. A Somos Sistemas, controlada da Vasta, adquiriu a Editora Eleva, sociedade que detém os ativos relacionados aos sistemas de ensino até então comercializados pela Eleva Educação.

De acordo com comunicado, a Vasta, controlada pela Cogna, se consolida como uma das principais companhias de subscrição de sistema de ensino do Brasil. A operação está avaliada em R$ 580 milhões, sujeito a um ajuste pelo caixa líquido da Editora estimado em R$ 32 milhões.

Vibra

A Vibra irá emitir um montante de R$ 1,8 bilhão em debêntures como forma de “otimizar o capital da companhia”. Em fato relevante após o fechamento do mercado na sexta-feira (29), a companhia comunicou que a decisão foi tomada após reunião do Conselho de Administração na quarta-feira (27).

A emissão será de debêntures “não conversíveis em ações, em até duas séries, da espécie quirografária, a serem distribuídas com esforços restritos, em regime de garantia firme“, segundo o documento arquivado pela empresa na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

CCR

A CCR  foi a vencedora do leilão da rodovia Dutra e da BR/101 (SP/RJ), em processo de relicitação que envolvia disputa com a EcoRodovias, empresas da área de concessões rodoviárias no País. Com isso, a CCR continua a administrar a rodovia por mais 30 anos e vai fazer investimentos de R$ 15 bilhões.

A CCR ganhou o leilão depois de propor desconto de 15,31% em tarifa de pedágio e outorga de R$ 1,8 bi. A Ecorodovias sugeriu desconto de 10,6% em cima da tarifa de pedágio.

CVC

A CVC concluiu a compra dos 40% restantes da Ola, empresa da Argentina “consolidadora de viagens corporativas e de lazer”. Com a compra, a CVC passa a deter 100% do capital social da companhia. O valor não foi divulgado pois “não representa impactos relevantes nas demonstrações financeiras”.

Segundo o comunicado ao mercado arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na noite de sexta-feira (29), a compra da Ola pela CVC ocorre por conta da “priorização e fortalecimento de suas operações nos mercados considerados estratégicos e com relevância competitiva”. A aquisição anterior, de somente 60% do capital da Ola pela CVC, ocorreu em 2018.

Os destaques de empresas do Suno Notícias mostram os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia, como a Cogna que deve estar no foco dos investidores ao longo do dia.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!