Acesso Rápido

    Wealth management: gestão de investimentos especializada em fortunas

    Wealth management: gestão de investimentos especializada em fortunas

    Investir o próprio dinheiro e fazer escolhas de investimentos assertivas nem sempre é tarefa fácil, principalmente quando se trata de investidores de grande porte. Por isso, uma modalidade que vem se destacando no mercado financeiro é o wealth management.

    Focado na administração de grandes patrimônios, o wealth management é um importante aliado para quem quer investir seu capital corretamente, com total comodiadade e profissionalismo.

    O que é Wealth Management?

    Também conhecido como gestão de patrimônio ou gestão de riquezas, o wealth management é um ramo do mercado financeiro que oferece, de forma combinada, os serviços de consultoria, planejamento e gestão de investimentos para pessoas físicas e jurídicas.

    O wealth management é um produto de alto nível, oferecido principalmente para clientes de alta renda – como profissionais liberais, empresários, herdeiros e famílias com grande patrimônio.

    Qual o objetivo do Wealth Management?

    O conceito da gestão de fortunas surgiu da dificuldade que pessoas de alta renda enfrentavam para administrar seus recursos.

    De fato, esses clientes desejam ter um nível mais personalizado nos serviços oferecidos pelas empresas de investimento e assim, necessitando de consultoria financeira e outros serviços mais complexos.

    Isso ocasionou o surgimento dos escritórios de wealth management especializados em gerir fortunas, por conta da demanda crescente por soluções financeiras sofisticadas.

    No entanto, além de manter e cuidar do capital dos seus clientes, a abordagem do wealth management também busca formas para aumentar esse patrimônio. Isso ocorre por estratégias de investimento personalizadas para cada um.

    Assim, a ideia geral é que uma pessoa de alto patrimônio centralize todas suas necessidades financeiras no mesmo lugar. Para isso, ela conta com o suporte de profissionais especializados.

    Dessa forma, todos os serviços de administração, investimento e planejamento de recursos são oferecidos de forma integrada pela gestora de patrimônio.

    Ou seja, um wealth management é bem mais do que apenas uma consultoria de investimentos – já que ele se torna responsável por praticamente todos os aspectos financeiros do indivíduo.

    Como funciona a gestão de Wealth Management?

    O gestor de patrimônio começa desenvolvendo um plano para manter e ampliar o patrimônio do cliente.

    Portanto, é feito um análise com base na situação financeira do mesmo. São levados em conta os objetivos de curto, médio e longo prazo do cliente, além do seu nível de tolerância ao risco.

    Assim, após implantar o que foi definido, o gestor passa a se reunir regularmente com os clientes para atualizar metas, revisar e reequilibrar o seu portfólio financeiro.

    Além disso, a gerenciamento de patrimônio pode avaliar se serviços adicionais serão necessários – como consultoria tributária, assessoria jurídica e demais complementos.

    O objetivo da gestora é sempre buscar atender o cliente por completo, cuidando da sua vida financeira com o máximo de conforto e comodidade.

    Para isso, uma gestora do tipo oferece uma estrutura completa de serviços, como:

    • Gestão de investimentos (seleção, consolidação e monitoramento da carteira de ativos);
    • Consultoria financeira;
    • Planejamento familiar, patrimonial e sucessório (family office);
    • Assessoria jurídica, fiscal e contábil;
    • Serviços de administração bancária e custódia de recursos;
    • Gestão fiduciária;
    • Gestão de riscos.

    Vantagens do Wealth Management

    São muitas as vantagens do Wealth Management como a gestão de investimento, realizada por profissionais especialistas no mercado.

    Além disso, ocorre a diluição de custos e acesso às melhores alternativas de investimentos. Outro ponto é a política de investimentos desenvolvida de forma personalizada para o cliente.

    Outro ponto vantajoso é a assessoria profissional em todos os aspectos ligados ao patrimônio – como área jurídica, fiscal, contábil e financeira.

    De fato, a administração de recursos e patrimônio mais adequada para cada situação também é uma forma de permitir que o capital esteja protegido independente do momento econômico.

    Uma vantagem interessante é a existência de duas modalidades: a de Private Wealth Management, focada na fortuna de apenas uma pessoa e a Family Wealth Management, focada na fortuna de toda a família. Assim, cada caso possui soluções personalizadas.

    Por fim, a reavaliação contínua dos resultados, com rebalanceamento de ativos, monitoramento de risco e modificações nas alocações dos recursos, fazendo uma gestão de riscos mais efetiva.

    Diferença entre Wealth Management e Asset Management

    No mundo das finanças, o conceito de Wealth Management e Asset Management podem ser frequentemente confundidos, mas eles são coisas diferentes.

    Primeiramente, o Wealth Management consiste em uma ampla variedade de serviços, como planejamento sucessório, assessoria tributária, gestão financeira e outros.

    Por outro lado, o Asset Management consiste em um serviço oferecido por bancos ou fundos de investimentos especializados em gerir o patrimônio de cotistas dessas instituições. Ou seja, o investidor está terceirizando a gestão do seu dinheiro.

    Com isso, a sua vantagem é que, geralmente, a instituição funciona de forma independente, não dependendo de bancos para indicar investimentos que são muitas vezes pouco rentáveis.

    Qual o perfil dos clientes do Wealth Management?

    O perfil dos clientes desse serviço é algo mais restritivo, de forma que a pessoa interessada deve ter uma quantia razoável de dinheiro. Além disso, o cliente pode ser uma família, uma empresa familiar ou até mesmo uma fundação.

    De forma geral, não são precisos conhecimentos sobre finanças e investimentos tão aprofundados. O próprio Wealth Management conta com profissionais capacitados que vão ajudar em todas as etapas da gestão de fortunas.

    Não há quantia definida para quanto é preciso para fazer uso desse serviço: varia de acordo com as demandas de cada investidor ou família.

    Da mesma forma, as empresas têm a autonomia para decidir com qual perfil de cliente querem trabalhar. Portanto, é possível encontrar serviços desse tipo mesmo se o cliente não for multimilionário.

    Por exemplo, existem companhias de gestão de patrimônio que só aceitam clientes com um valor mínimo. Isso ocorre pois estes ficam com um pequeno percentual do lucro proveniente do crescimento do patrimônio.

    Você ainda tem alguma dúvida sobre Wealth Management e seu funcionamento? Comente abaixo para que possamos te ajudar.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Sebastião Anderson Garcia Diniz 7 de janeiro de 2022

      Faltou explicar como o serviço é feito na prática e quais os custos envolvidos.
      Att

      Responder