Acesso Rápido

    Variação cambial: o que é? Quais são os impactos na economia?

    Variação cambial: o que é? Quais são os impactos na economia?

    A variação cambial é um importante fenômeno para a economia internacional, uma vez que afeta a relação entre os países e o valor da moeda.

    Além disso, a variação cambial pode impactar a bolsa de valores e a rentabilidade dos investimentos, seja de forma positiva ou negativa.

    O que é variação cambial?

    A variação cambial é a oscilação de valor entre moedas, por exemplo, real e dólar.

    Desse modo, essa variação pode ser motivado por diversos fatores como, oferta e demanda de moeda estrangeira (flutuações do mercado), ou por variações relevantes da inflação entre a moeda brasileira e a americana.

    Sendo assim, a taxa de câmbio é um parâmetro que deve refletir a relação entre os preços dos bens, serviços e/ou outros fatores de produção domésticos e os preços praticados em outros países.

    E-book: Investindo no Exterior

    Descubra como investir nas melhores empresas e ativos do mundo com o nosso ebook gratuito de Investimentos no Exterior!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como funciona a variação cambial?

    Existem ponderações importantes que precisam ser mencionadas no que diz respeito ao fenômeno econômico de variação cambial e sua relação com a balança de pagamentos.

    Portanto, é notável destacar que, em teoria, em um sistema cambial flutuante, a taxa de câmbio irá aumentar ou diminuir até que o Balanço de Pagamentos esteja em equilíbrio.

    Dessa forma, existe, naturalmente, uma movimentação de mercado que busca igualar a oferta e demanda por moeda estrangeira.

    Sendo assim, quando existe um déficit no Balanço de Pagamentos, ou seja, quando sai mais dólares do que entra no Brasil, existe a necessidade natural de dólares adicionais, ou seja, aumenta-se a demanda dessa moeda no país.

    Portanto, uma pressão é exercida no que diz respeito à desvalorização do real e, por consequência, observa-se um aumento da taxa de câmbio.

    Por outro lado, quando há um superávit no Balanço de Pagamentos, ou seja, quando entra mais dólares do que sai no Brasil, existe a uma maior oferta da moeda norte-americana no país, o que gera, por tabela, uma valorização em nossa moeda, reduzindo-se, assim, a taxa de câmbio.

    Como calcular a Variação Cambial?

    Primeiramente, é preciso entender que o cálculo da variação cambial é extremamente simples, consistindo em uma simples conversão de moedas.

    Por exemplo: para facilitar o resultado, é possível supor que o dólar americano esteja valendo R$ 6. Portanto: $1 = R$ 6.

    Ou seja: são necessários R$ 6 para ter o valor equivalente a $ 1. Essa conversão é altamente importante, desde viagens ao exterior até a balança comercial entre os países.

    Vê-se que, no longo prazo, o real desvalorizou-se frente às moedas mais fortes, como o próprio dólar.

    Portanto, a valorização de ações nos EUA foram ainda mais altas quando se faz esse cálculo em reais, como mostram os índices americanos.

    Quais as consequências da variação cambial?

    Primeiramente, na desvalorização do Real, a nossa moeda diminui de valor frente ao Dólar e, com isso, a taxa de câmbio aumenta.

    Entretanto, em um cenário conforme acima destacado, nem tudo é ruim, haja visto que as exportações são favorecidas, pois o produto nacional fica, em teoria, mais barato e torna-se mais competitivo no mercado internacional.

    Por consequência, em ambientes de dólar valorizado, a tendência é que haja uma maior entrada dessa moeda no país. Por outro lado, no cenário acima a importação é feita com maior dificuldade, pois os produtos estrangeiros em reais (R$) ficam mais caros.

    Esse tipo de situação, por consequência, pode desencadear uma inflação na economia. Já em um processo de valorização do Real, a nossa moeda aumenta de valor frente ao dólar e, com isso, a taxa de câmbio diminui.

    Isto é, nesse cenário as importações são favorecidas, pois os produtos estrangeiros tendem a ficar, em teoria, mais baratos e competitivos no mercado nacional. Por fim, em ambientes de dólar desvalorizado, o que se observa é uma menor entrada dessa moeda em nosso país.

    E-book: Comece a Investir na Bolsa

    Comece a investir! Saiba tudo que você precisa saber para dar os seus primeiros passos na Bolsa com o nosso Manual Gratuito do Investidor Iniciante!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Qual a importância da valorização cambial?

    A variação cambial é fundamental para a economia como um todo, haja vista que a mesma pode influenciar diretamente nos resultados das empresas exportadoras e, por consequência, na dinâmica do mercado de capitais como um todo.

    Portanto, fica claro que a variação cambial também pode impactar na cotação das ações na bolsa de valores, especialmente para países de moeda mais fraca, que tendem a sofrer variações mais bruscas.

    Isto é relevante pois, na bolsa de valores brasileira, existem diversos ativos atrelados ao dólar, assim a variação cambial pode impactar na rentabilidade e desempenho dos papéis.

    Ainda possui dúvidas sobre variação cambial? Comente abaixo!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Evelynne 7 de julho de 2021

      Eu gostaria de saber, se na hora de investir, vale mais a pena você verificar onde a variação esteja aumentando, ou diminuindo ?

      Responder
    • bruce 13 de agosto de 2021

      é mais existe superavit ja faz tempo e a moeda não cai.. a politica cambial esta mais para a politica mesmo… essa teoria ja caiu por terra.

      Responder