Acesso Rápido

    Tripé da sustentabilidade: entenda o que é e qual a sua importância

    Tripé da sustentabilidade: entenda o que é e qual a sua importância

    Atualmente, os consumidores estão cada vez mais exigentes, procurando inclusive por produtos de empresas que pratiquem o tripé da sustentabilidade.

    Nesse sentido, o tripé da sustentabilidade é um conjunto de práticas adotadas por empresas que visam não só o lucro, mas também possuem responsabilidade social e ambiental. Esses pilares são adotados até mesmo por empresas de capital aberto na bolsa de valores.

    O que é o tripé da sustentabilidade?

    O tripé da sustentabilidade é um conceito que engloba os resultados de uma organização considerando três pilares, social, ambiental e financeiro.

    Isto é, o triple bottom line visa não somente os resultados de uma organização, mas também o impacto que ela causa no meio ambiente e na comunidade na qual está inserida.

    Assim, esse é um tema que já vem sendo debatido há algum tempo, até mesmo pela complexidade que ele representa no mundo.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como funciona o tripé da sustentabilidade?

    De acordo com o conceito de tripé da sustentabilidade, uma empresa precisa ser conduzida visando a parte econômica, seus impactos ambientais e como ela se relaciona com seus colaboradores.

    Para aplicar o triple bottom line (TBL), a empresa precisa, portanto, ir muito além do que somente visar o lucro financeiro da organização, mas também, outros pilares.

    Assim, esse conceito avalia todo o impacto social e ambiental de uma organização, tanto dentro da empresa quanto as externalidades.

    O grande idealizador desse conceito foi John Elkington. Ele lançou um artigo chamado “The Triple Bottom Line: What is It and How Does It Work?”

    Cabe ressaltar que, neste artigo ele falou que os resultados das empresa deveriam estar amparados por três pilares.

    Quais são os pilares do tripé da sustentabilidade?

    Os três pilares do tripé da sustentabilidade, também conhecidos como 3P, são: Peoples, Planet and Profit. Traduzindo ao português, eles significam Pessoas, Planeta e Lucro.

    Assim, os três pilares do tripé da sustentabilidade são:

    • Social;
    • Ambiental;
    • Financeiro.

    Portanto, todas as ações da empresa precisam estar amparadas por esses três pilares da sustentabilidade, cabendo aos consumidores exigir esse comprometimento.

    Em resumo, o tratamento dos colaboradores precisa ser humanizado e a responsabilidade social e ambiental precisa ser cumprida pela organização.

    Social

    Esse é o pilar que trata sobre a sustentabilidade social. Ou seja, como a empresa impacta o contexto que está inserida.

    Existem duas formas de avaliar esse impacto social de uma organização:

    • Internamente;
    • Externamente.

    Em outras palavras, é preciso ter o compromisso com a comunidade e com os colaboradores. Internamente a empresa precisa ser flexível, remunerar justamente sua equipe, oferecer benefícios, gerar inclusão e diversidade e dar suporte para todos.

    Externamente ela precisa ajudar a comunidade ao seu redor, mostrando apoio ao bem-estar social de todos, por meio de cultura, educação, lazer etc.

    Ambiental

    A sustentabilidade ambiental diz respeito ao impacto que a empresa causa no meio ambiente.

    Portanto, o foco desse pilar é manter práticas de produção mais adequadas, com descarte correto de matéria prima e controle na emissão de poluentes.

    Dessa forma, quanto mais adequadas forem as práticas da produção, e quanto menos impactos elas exercerem sobre o meio ambiente, mais sustentável a empresa é.

    Financeiro

    A sustentabilidade econômica diz respeito como a empresa cuida do seu patrimônio. Ou seja, como ela reinveste em novos equipamentos e ferramentas que garantam mais eficiência e rentabilidade.

    Além disso, a própria transparência em relação a divulgação dos resultados, o comprometimento com os acionistas, também fazem parte da sustentabilidade econômica.

    Dessa forma, a empresa precisa se comprometer em demonstrar os seus resultados de maneira adequada, seguindo todas as normas.

    Qual a importância do Tripé da Sustentabilidade nos investimentos?

    O Tripé da Sustentabilidade também é importante quando o assunto é investimentos, principalmente aqueles que são negociados na bolsa de valores.

    Afinal, os investidores estão cada vez mais exigentes na hora de investir, buscando companhias que aderem alguns princípios como o da sustentabilidade.

    Nesse sentido, diversas empresas já aplicam alguns pilares do tripé da sustentabilidade através do ESG (ambiente, social e governança corporativa).

    Assim, a tendência do mercado, no longo prazo, são companhias mais responsáveis ambientalmente e socialmente.

    Desse modo, já existem investimentos alinhados a esses pilares como ações e fundos de investimentos.

    Foi possível entender o que é Tripé da Sustentabilidade? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe essa notícia com seus amigos nas redes sociais.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *