Acesso Rápido

    Suitability: O que é? Entenda como identificar o perfil do investidor

    Suitability: O que é? Entenda como identificar o perfil do investidor

    Entender essas diferenças e traçar um perfil para cada um de seus clientes é essencial para qualquer instituição financeira – e, nesse sentido, uma das principais ferramentas utilizadas por todo o mercado é um processo conhecido como suitability.

    Através do suitability, uma série de informações são coletadas, identificadas e analisadas, para que a empresa conheça melhor o perfil de investidor. A partir disso, o desafio das instituições financeiras é tentar compreender a situação dos seus clientes e oferecer os investimentos mais adequados para cada um.

    O que é suitability?

    Suitability é a avaliação de perfil do investidor, que não só permite ajudá-lo a atingir suas metas de investimento, mas também auxilia no gerenciamento das expectativas durante um ambiente de mercado volátil.

    Como parte fundamental na vida do investidor, é de extrema necessidade considerar as necessidades de investimento com cautela. Em seguida, é preciso tentar combinar essas necessidades com a solução de investimento mais adequada.

    Desse modo, a situação financeira declarada de um investidor, em conjunto com outras variáveis, criará uma base de dados, com alto grau de confiança e segurança. Assim, essa base oferece ao investidor o alinhamento com os objetivos de cada um, compreendendo, por exemplo, sua aversão a risco.

    Importante destacar que cada investidor possui objetivos diferentes em relação ao seu patrimônio, com riscos diferentes entre si. Como resultado, o termo suitability refere-se a um objetivo de identificar cada perfil, encontrando distribuições de investimentos adequadas, deixando de lado práticas predatórias.

    Para que serve o suitability?

    Entende-se pelo termo “suitability”, como um ponto de partida para uma discussão mais aprofundada, relativa à pontuação de risco de cada investidor.

    Assim, se define sua capacidade de aceitar perdas em relação ao horizonte de tempo de determinado investimento. No geral, o perfil de investimento de cada cliente é baseado em algumas premissas, tais como:

    • Idade;
    • Outros investimentos feitos;
    • Situação e necessidades financeiras;
    • Objetivos de investimento;
    • Experiência em relação ao investimento;
    • Horizonte de tempo de investimento;
    • Necessidades de liquidez;
    • Tolerância ao risco.

    Desse modo, o suitability auxilia as corretoras de valores, responsáveis por intermediar a compra e venda de títulos financeiros a seus clientes. Desse modo, é indicado aos investidores a montagem de uma carteira condizente com os objetivos e grau de aversão ao risco.

    Como funciona o formulário do suitability?

    A tomada de decisões de investimento faz parte de um processo contínuo, que considera a diversidade e a natureza mutável das carteiras de investimento. As mudanças também podem ocorrer nas características de cada investidor ao longo do tempo.

    Como resultado, o formulário suitability deve ser detalhado e abrangente, com objetivo de coletar todas as informações necessárias para a adequação de cada perfil. Por essa razão, é essencial que as corretoras tenham uma formulação clara das questões e da situação financeira de seus clientes.

    A partir das informações disponíveis, é possível garantir que uma seção de produtos de investimento sejam selecionadas. Sendo assim, esses produtos terão uma forma mais adequada à situação dos clientes e de acordo com a situação financeira do investidor.

    No entanto, com o tempo, os objetivos de investimento dos investidores mudaram de forma significativa. Por conta disso, podemos definir tal avaliação do questionário suitability em três etapas:

    • Realização de uma pesquisa referente a natureza dos investidores. Isso ocorre tanto em relação à experiência de investimento, objetivando os riscos e retornos desejados, como também as possíveis restrições financeiras;
    • Determinar o investimento adequado a situação financeira de um investidor. Isso acontece antes de realizar a recomendação de qualquer investimento ou realizar uma ação;
    • Realizar a adequação dos investimentos conforme o contexto da carteira de cada investidor, de acordo com objetivos de retorno e tolerância ao risco.

    Qual a importância do suitability?

    Para entender a importância do suitability, sua aplicabilidade encontra-se diretamente ligada a abertura de conta em qualquer corretora de valores. Tal obrigação encontra-se legitimada na Instrução CVM nº 539 de 2013 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

    Em outras palavras, as corretoras de valores possuem obrigação legal de compreender as necessidades gerais de investimento e os objetivos de seus clientes. Assim, se inclui os atributos e riscos associados aos produtos que recomendam aos mesmos.

    No entanto, para além das determinações legais, a partir da montagem de uma carteira correta de investimentos, as chances de sucesso são muito maiores. A maior possibilidade de sucesso vem por cota das decisões serem baseadas na expectativa e consciência de cada investidor.

    Em suma, deve se cadastrar, o investidor tenha compreensão de que o formulário suitability é muito mais do que apenas um requisito obrigatório.

    Nesse sentido, é preciso entender que, uma vez compreendidos os conhecimentos e preparações para atuar no mercado financeiro, isso poderá lhe garantir maiores oportunidades de obter bons retornos.

    Você já tinha ouvido falar sobre suitability antes deste artigo? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo e suas percepções a respeito da importância desse conceito.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *