Acesso Rápido

    Resumo da Semana: Cosan vende parte da Compass, JBS retoma parte das operações após ataque hacker, Credit Suisse planeja ação judicial contra SoftBank e Guedes diz que ‘economia brasileira está de novo em uma rota surpreendente’

    Resumo da Semana: Cosan vende parte da Compass, JBS retoma parte das operações após ataque hacker, Credit Suisse planeja ação judicial contra SoftBank e Guedes diz que ‘economia brasileira está de novo em uma rota surpreendente’

    O índice Ibovespa encerrou a última quarta-feira (02) registrando 129.601,44 pontos, o que representou uma variação positiva de +1,04%. Na semana, o principal índice de ações negociadas na bolsa de valores brasileira teve uma valorização de aproximadamente 3,2%. Em 2021, o índice segue positivo, com uma alta de 8,89% até o momento.

    Já o Ifix – o índice de referência dos Fundos de Investimentos Imobiliários – encerrou a última quarta-feira (02) aos 2.821,95 pontos, o que representou uma alta de +0,37% no dia. Na mesma semana e no acumulado de 2021, o índice performou: +0,36% e -1,67%, respectivamente.

    Cosan vende parte da Compass

    A Cosan fechou a venda de 4,68% da Compass, subsidiária que atua em negócios de gás natural e energia à Atmos Capital por R$ 810 milhões. Segundo o fato relevante divulgado pela empresa, a transação avalia a empresa em R$ 16,5 bilhões.

    • A transação marca o maior investimento da Atmos em uma empresa privada, e conta com uma participação de clientes da gestora para complementar o aporte. A Compass, que desistiu de realizar sua abertura de capital em setembro do ano passado, agora passa a olhar com novos olhos a chegada à Bolsa, uma das condições precedentes do negócio é a emissão de ações na B3.
    • A empresa tem se mexido no sentido de ampliar sua operação e entregar a promessa de gigante do setor, com a compra de 51% da Gaspetro, controlada pela Petrobras. O negócio está sendo costurado e deve ser fechado em meados do ano que vem.

    JBS retoma parte das operações após ataque hacker

    Em comunicado, o CEO da JBS nos Estados Unidos, André Nogueiro, afirmou que a companhia está começando a retomar suas operações que haviam sido paralisadas em parte da América do Norte e na Austrália devido a um ataque hacker que ocorreu no fim de semana.

    • “Nossos sistemas estão voltando a ficar online e não estamos poupando recursos para combater esta ameaça”, afirmou Nogueira, que afirmou que a empresa tem planos voltados a casos como este, e que estão sendo executados com “sucesso”.
    • A fábrica de carne bovina da companhia em Greeley, Colorado, a JBS Beef em Cactus, no Texas, bem como as fábricas em Nebraska e Wisconsin retomaram parte das operações.
    • Além disso, a Casa Branca comunicou que o ataque cibernético à JBS será um dos assuntos que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, discutirá com o mandatário da Rússia, Vladmir Putin, em um encontro presencial em junho.

    Credit Suisse planeja ação judicial contra SoftBank

    O Credit Suisse está planejando uma ação judicial contra o SoftBank depois que o colapso do Greensill Capital prejudicou o relacionamento entre o banco suíço e um dos maiores investidores de tecnologia do mundo, o SoftBank.

    • O Credit Suisse luta atualmente para apaziguar clientes insatisfeitos que podem perder até US$ 03 bilhões após o fracasso do Greensill, cujo maior investidor foi o Vision Fund do SoftBank.
    • A disputa gira em torno de US$ 440 milhões em fundos que alguns clientes do banco têm direito, pela Katerra, um grupo de construção americano que era cliente do Greensill.
    • A Katerra foi incluída no conjunto dedicado de fundos de financiamento da cadeia de suprimentos Greensill do Credit Suisse, que agrupou faturas em investimentos e os comercializou como de baixo risco. Os fundos aumentaram para US$ 10 bilhões antes de o banco os suspender em março, ajudando a precipitar o colapso de Greensill.

    Guedes diz que ‘economia brasileira está de novo em uma rota surpreendente’

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou que o governo e o mercado estão revendo as projeções de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2021.

    • “A economia brasileira está de novo em uma rota surpreendente. Está dando indicações de que pode crescer bem acima dos 3,4% este ano. As revisões do mercado para crescimento estão acima de 4% e há quem preveja 5%”, afirmou Guedes.
    • O ministro participou do Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF), um evento internacional sobre atração de investimentos estrangeiros para o Brasil, organizado pela Apex-Brasil, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e governo federal.
    • O ministro disse ainda que organismos internacionais erraram em previsões de crescimento do Brasil em 2020 e “parece” que se equivocarão de novo em 2021.