Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Plano&Plano (PLPL3) informa prévia operacional do 1T21

    Radar do Mercado: Plano&Plano (PLPL3) informa prévia operacional do 1T21

    A Plano&Plano Desenvolvimento Imobiliário (PLPL3) comunicou em 09/04/2021 a prévia operacional de seus resultados do 1º trimestre de 2021 (1T21), em comparação com o mesmo período de 2020 (1T20).

    Desse modo, a companhia informou que as vendas líquidas contratadas no trimestre somaram R$ 335 milhões, valor 58,5% superior ao registrado no 1T20 (R$ 211 milhões) e 18% maior que o do 4T20 (R$ 284 milhões).

    Esse resultado estabeleceu um novo recorde de vendas trimestrais para a Plano&Plano.

    Comparando esses resultados com os apresentados durante o ano de 2020, percebemos que a companhia vem apresentando um crescimento constante nas vendas desde o segundo trimestre de 2020, quando houve uma diminuição causada pelas adaptações à pandemia de Covid-19.

    Mesmo com as adaptações, o funcionamento das obras foi mantido e a área comercial se adaptou, passando a utilizar canais e ferramentas digitais de forma mais intensiva.

    E-book: 10 livros que todo investidor deveria ler

    Conheça os 10 livros de investimentos e finanças mais importantes e amplie seus conhecimentos como investidor!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Já o indicador de Vendas sobre Oferta (VSO) dos últimos 12 meses chegou à marca de 38,8%, 6,1 p.p. acima do quarto trimestre de 2020. Esse aumento se deve ao forte crescimento de vendas, no primeiro trimestre de 2021, de produtos lançados em trimestres anteriores. Quando comparamos o indicador com o mesmo período do ano passado, vemos que ele apresentou uma queda de 1,1 p.p.

    No que tange a lançamentos, a companhia realizou dois no trimestre, totalizando um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 103 milhões. Com eles, a Plano&Plano conseguiu atingir a marca de 573 unidades disponibilizadas para venda.

    Esse volume de lançamentos foi 16,9% inferior ao do mesmo período de 2020, quando a companhia registrou um valor próximo de R$ 123 milhões em lançamentos.

    Devido às restrições impostas pela pandemia, os lançamentos previstos para março foram postergados para abril. Mesmo com esse adiamento, a administração da companhia manteve seu objetivo de lançamentos para 2021.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *