Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Gol (GOLL4) define relação de troca de ações da Smiles (SMLS3) para reorganização societária

    Radar do Mercado: Gol (GOLL4) define relação de troca de ações da Smiles (SMLS3) para reorganização societária

    Na sexta feira (04/06), a Gol Linhas Aéreas Inteligentes divulgou a conclusão do aporte de ações da Smiles na sua subsidiária, bem como o resultado da relação de troca de ações pelos acionistas da Smiles (SMLS3).

    A companhia informou que a transferência das ações da Smiles para a subsidiária Gol Linhas Aéreas (“GLA”) foi concluída. Dessa maneira, a Smiles se tornou controlada direta da GLA e indireta da Gol.

    Esse processo de reorganização societária havia sido aprovado em assembleia da Smiles em 24/03/2021.

    Com isso, definiu-se também como acontecerá a relação de troca das ações ordinárias da Smiles pelas ações preferenciais da Gol, juntamente com uma quantia em dinheiro. O resultado foi o seguinte:

    (a) Ações que observarão a relação de troca opcional: um total de 31.113.683 ações ordinárias da Smiles serão trocadas cada ação por uma parcela em moeda de aproximadamente R$ 18,50 e cerca de 0,16 ação preferencial de emissão da Gol.

    (b) Ações que observarão a relação de troca base: um total de 25.707.301 ações ordinárias da Smiles serão trocadas cada uma por R$ 5,11 em moeda e aproximadamente 0,66 ação preferencial da Gol.

    Os acionistas da Smiles que eram titulares das ações em 04/06/2021 terão direito de acordo com a opção escolhida anteriormente e serão creditados em 09/06/2021.

    Para realizar a operação, a Gol emitirá 22,4 milhões de ações preferenciais, representando 5,4% da empresa em uma base diluída. Sendo inferior à diluição de 10% que ocorreria caso todos os acionistas tivessem optado pela “troca base”.

    O desembolso total da companhia no fechamento dessa reorganização societária, esperada para 23/06/2021, será de R$ 744 milhões. Contudo, a empresa ressalta que o processo de seleção preservou a flexibilidade financeira da Gol, que estima encerrar o 2T21 com cerca de R$ 4 bilhões de liquidez total. Essa reintegração da Smiles ao grupo Gol deve proporcionar diversas sinergias operacionais, financeiras e tributárias, as quais, segundo a empresa, podem ultrapassar os R$ 400 milhões por ano.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Ismael 10 de junho de 2021

      Na prática, um investidor que tenha 1000 ações da smls3 na data da incorporação, a título de exemplo, como ficaria?
      Só para entender melhor o mundo das incorporações.

      Responder