Acesso Rápido

    Pré-abertura da bolsa: como funciona a meia hora que antecede o pregão

    Pré-abertura da bolsa: como funciona a meia hora que antecede o pregão

    Muitos investidores não conhecem mas existe um horário de pré-abertura da bolsa de valores.

    Esta pré-abertura da bolsa existe em todos os países, com possibilidades de negócios em cada um deles, respeitadas as devidas regras para o período.

    O que é pré-abertura da bolsa?

    Pré-abertura da bolsa é o período antes de as negociações do pregão da Bolsa. Isto é, representa os 30 minutos antes da abertura das negociações da bolsa de valores.

    Assim, a pré-abertura da bolsa é o período reservado para algumas movimentações específicas, por isso é fundamental o investidor conhecer os horários de funcionamento da B3.

    E-book: Aprenda como analisar uma ação

    Baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça os principais critérios para se analisar uma ação antes de investir!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como funciona o leilão de ações na pré-abertura da bolsa?

    Nos 15 primeiros minutos, podem ser canceladas as ofertas feitas fora do horário de funcionamento da bolsa. Desde estas ainda não tenham sido concluídas.

    Nos demais 15 minutos é realizado o leilão de abertura na bolsa. Nele, os investidores fazem ofertas, porém os negócios ainda não são concretizados e nem podem ser cancelados.

    É justamente na pré-abertura da bolsa, durante o leilão, que ocorre a formação de preço das ações, especialmente daquelas que têm maior liquidez.

    O leilão de ações na pré-abertura é feito a fim de dar maior transparência à formação do preço inicial dos papéis que serão ofertados ao longo do dia.

    Durante sua realização, os investidores enviam ordens de compra e venda de ações. A bolsa então procura um preço que satisfaça tanto o valor de venda estipulado pelo dono do ativo quanto o oferecido para a compra do papel.

    Algo bem parecido com o que ocorre em um leilão convencional. Entretanto, aqui a ideia é satisfazer o maior número possível de investidores, afinal o volume de ofertas é bem maior do que nas negociações convencionais.

    Durante o leilão, a bolsa não executa nenhuma ordem, apenas as recebe a fim de calcular o preço teórico de abertura, como é conhecido o valor inicial dos papeis, formado a partir destes dados.

    Quando a bolsa enfim abre, todas as ordem de compra que estiverem acima do preço teórico de abertura serão então executadas. O mesmo vale para as ordens de venda abaixo deste valor prévio.

    Horário de abertura da bolsa

    A bolsa brasileira funciona de segunda a sexta-feira, em horário comercial: das 10h às 17h, no caso da Bovespa, e das 9h às 18h, no caso da BM&F. Esses horários costumam sofrer alteração no final e no início do ano, por conta do horário de verão nos Estados Unidos.

    O mesmo ocorria anteriormente quando havia horário de verão no Brasil, algo que deixou de acontecer em 2020.

    Além da pré-abertura existem ainda outros horários fora o convencional da bolsa, como o call de fechamento, quando ocorre um novo leilão. Mas desta vez são definidos os preços de fechamento dos ativos.

    Em seguida, há o After Market. Ele começa 25 minutos depois do pregão regular e dura 35 minutos. O que significa que ele costuma terminar às 18h.

    Nele, os primeiros cinco minutos são reservados para o cancelamento de ofertas. Na meia hora posterior será feita a negociação de fato, com ordens de compra e venda.

    Trata-se de uma segunda chance para quem não conseguiu fazer ajustes no pregão regular.

    Quem quiser entender melhor esse universo pode conferir gratuitamente o e-book da Suno Research sobre como começar a investir na bolsa de valores.

    Foi possível saber mais sobre a pré-abertura da bolsa? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *