Acesso Rápido

    5 dicas para perder o medo de investir em ações

    5 dicas para perder o medo de investir em ações

    Perder o medo de investir em ações é fundamental para quem deseja construir um patrimônio no longo prazo e chegar à independência financeira.

    Sendo assim, aqui estão 5 dicas para perder o medo de investir em ações e finalmente se expor ao mercado de renda variável, tão importante para construir riqueza.

    Como perder o medo de investir em ações?

    Primeiramente, para perder o medo, é preciso tirar as crenças limitantes de que a bolsa de valores é apenas um cassino e é impossível ganhar dinheiro. Em seguida, é preciso estudar aprofundadamente sobre como ela funciona para investir cada vez melhor. Por fim, é importante aportar sempre para aumentar seu capital investidor.

    De fato, quando se fala em investir em ações, muitos desconsideram essa possibilidade por pensarem ser muito difícil ou acreditarem ser algo apenas para ricos.

    Entretanto, é possível investir mesmo com pouco dinheiro. O importante é aportar sempre e continuar estudando, além de buscar oportunidades para ganhar mais e, consequentemente, aportar mais.

    Dessa forma, será preciso fazer um cadastro em uma corretora de valores e começar a investir, inclusive existem diversas corretoras taxa zero que não possuem gastos ao usuário.

    1. Tenha visão de longo prazo 

    É fundamental, na hora de começar a investir em renda variável, compreender que essa categoria de investimento deve ser feito para o longo prazo.

    De fato, existem muitas pessoas que querem começar a investir e desejam ficar ricas em poucos anos, mas não é assim: a fortuna com ações vem ao longo do tempo.

    Assim, é fundamental ter um horizonte de longo prazo para construir a sua riqueza sem se preocupar tanto com a volatilidade do mercado.

    Dessa forma, você não ficará nervoso com um trimestre negativo nas suas ações e conseguirá visualizar seu patrimônio se multiplicando.

    2. Entenda os ciclos de mercado

    Outro conhecimento fundamental para começar a investir é entender os ciclos do mercado e como reagir a cada um deles.

    Sendo assim, é importante entender o que é bull market (alta de mercado) e o que é bear market (baixa de mercado), e que ciclos de mercado não significa necessariamente que as ações que você possui pioraram ou melhoraram.

    Dessa forma, é possível sempre reavaliar a sua carteira dependendo do momento de mercado para se aproveitar dos cenários oportunos.

    3. Diversifique os investimentos

    De fato, um dos riscos de investir em ações é colocar todo o seu capital em apenas uma empresa e ela quebrar ou passar a dar prejuízo.

    Por isso, é importante diversificar o seu capital em ações de diversas companhias. Vale a pena pensar em alocações em setores diferentes e em empresas que se beneficiem em cenários diferentes da economia.

    Dessa forma, a diversificação de investimentos em uma carteira pode trazer uma menor volatilidade e até mesmo uma rentabilidade maior com o tempo.

    4. Estude os fundamentos

    Todo investidor que deseja sobreviver no longo prazo deve entender sobre análise fundamentalista. Ela consiste, basicamente, em entender os fundamentos dos negócios em que se investe.

    É possível encontrar algum curso para investir em ações que ensine assuntos desse tipo, bem como livros, relatórios e outros materiais.

    Além de entender os fundamentos do negócio, conceitos financeiros e contábeis também são importantes, como entender de gestão de risco, preço médio, ler demonstrações financeiras e outros.

    5. Siga analistas e casas de análise que façam sentido com o seu perfil

    Claro que cursos e livros podem ajudar muito nos estudos, mas seguir um analista ou casa de análise também é ótimo para quem quer investir em ações do zero.

    Cada profissional do mercado financeiro tem a sua visão: alguns preferem ações de certo setor, outros usam métricas de preço justo de uma ação, outros investem em várias classes de ativos, etc.

    Sendo assim, é muito importante buscar um profissional que tenha o mesmo perfil de risco e filosofia de investimentos que o seu.

    Assim, fica mais fácil seguir as orientações desse analista ou casa de análise e ter resultados melhores no longo prazo.

    Você ainda tem alguma dúvida sobre como perder o medo de investir em ações? Comente abaixo para podermos ajudar você!

    Perguntas frequentes
    Como perder o medo de investir em ações?

    É possível seguir 5 passos: ter uma visão de longo prazo para os investimentos, entender os ciclos de mercado e sua importância, diversificar seus investimentos, estudar os fundamentos no que se está investindo e seguir profissionais que tenham sua visão de mercado.

    Como começar a investir em ações?

    Primeiramente, é preciso estudar sobre investimentos para saber tomar boas decisões. Em seguida, é preciso fazer um cadastro em uma corretora e enviar dinheiro para ela. Por fim, é possível acessar o home broker para fazer a compra de ações.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *