Acesso Rápido

    Como investir na Bolsa sozinho? Saiba os 5 passos para aplicar dinheiro

    Como investir na Bolsa sozinho? Saiba os 5 passos para aplicar dinheiro

    Muita gente tem dúvidas sobre como investir na Bolsa sozinho. A verdade é que é possível aplicar dinheiro na bolsa sem o auxílio de um profissional, porém é importante conhecer as estratégias de investimento, como a análise fundamentalista.

    Além disso, antes de aprender como investir na Bolsa sozinho é essencial saber quais são os passos iniciais e conhecer os principais conceitos do mercado financeiro.

    Como investir na Bolsa sozinho?

    A maioria dos investidores iniciantes tem dúvidas sobre como investir na Bolsa sozinho. Porém, para aplicar dinheiro na bolsa de valores e obter retornos constantes ao longo do tempo, é fundamental seguir alguns passos como abrir conta em uma corretora e definir uma estratégia de investimento.

    Ou seja, para alocar recursos nos ativos negociados na B3, é necessário escolher em uma das corretoras brasileiras.

    Dessa forma, não há como investir em ações na bolsa sem a intermediação de uma instituição financeira. Mas isso não quer dizer que um investidor não possa criar as suas estratégias de investimento.

    Passo a passo para investir na Bolsa sozinho

    Para quem deseja saber como investir na bolsa de valores por conta própria é importante conhecer alguns passos primordiais nessa jornada, entre eles:

    • Definir objetivos e estratégias de investimento;
    • Abrir uma conta na corretora;
    • Transferir o valor desejado;
    • Escolha o ativo que se deseja investir;
    • Realizar a operação no home broker.

    1- Definir objetivos e estratégias

    O primeiro passo para começar a investir na bolsa de valores é definir os seus objetivos e estratégias. Ou seja, quanto se pretende ganhar e em quanto tempo.

    Além disso, também é importante pensar no risco que se está disposto a correr, até porque isso será necessário para definir o perfil de investimento.

    2- Abrir uma conta na corretora

    Após pensar nos objetivos e expectativas no longo prazo é preciso abrir uma conta em uma corretora de valores para começar a investir.

    No Brasil, existem várias instituições que estão autorizadas, por isso, é importante avaliar as vantagens oferecidas e as taxas cobradas nas transações financeiras. A pesquisa é essencial para encontrar aquela que esteja mais adequada segundo os objetivos e perfil.

    Afinal, algumas corretoras podem acabar cobrando altas taxas de corretagem, que pode comprometer a rentabilidade da carteira.

    3 – Transferir o valor desejado

    Depois de escolher a corretora e abrir a conta, é preciso transferir o valor que se deseja para começar os investimentos. Dependendo da corretora, esse valor pode ser bem pequeno.

    Algumas corretoras oferecem alguns serviços gratuitos para os seus correntistas, por isso é tão importante a pesquisa antes da abertura da conta.

    4 – Escolha o ativo que se deseja investir

    Dado que a transferência foi feita, é preciso escolher o ativo que se pretende adquirir. Essa escolha é bastante importante, pois pode determinar a rentabilidade dos investimentos.

    Nesse sentido, em primeiro lugar, os investidores costumam determinar se vão aderir à análise técnica, avaliando as movimentações diárias do mercado, ou análise fundamentalista, considerando os indicadores e múltiplos da companhia.

    5 – Realizar a operação através do home broker

    Após escolher os ativos, é necessário acessar a plataforma que interliga a B3, o investidor e a corretora, chamada de Home Broker.

    Essa é uma plataforma digital que possibilita a negociação de ações ​e outros ativos financeiros na bolsa de valores de forma eletrônica, via internet.

    Quais são as vantagens e os riscos de investir sozinho?

    Investir sozinho na Bolsa de Valores tem por vantagem poder criar as próprias estratégias e decisões de investimentos. Mas, por outro lado, também há o risco de fazer escolhas erradas dos ativos.

    Afinal, é preciso conhecer bem o mercado financeiro, os ativos disponíveis que são negociados na bolsa. Assim, quando se tem o auxílio dos profissionais e analistas, fica mais fácil entender os movimentos do mercado e saber em quais ativos investir.

    Foi possível entender como investir na Bolsa sozinho? Então deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    5 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Francinildo Ribeiro Pinheiro 31 de julho de 2021

      Não entendo muito bem mais posso tentar não tenho renda e achei entretanto

      Responder
      • Rubia 26 de setembro de 2021

        Suas informacoes norteiam minhas possibilidades para investir, em ações

        Responder
    • ericson kerlon de Sousa silva 11 de agosto de 2021

      Muito bom

      Responder
      • Suno Research 3 de setembro de 2021

        Obrigado, Ericson!
        É muito bom saber que você ficou satisfeito com o nosso conteúdo
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • rayssa silva 3 de setembro de 2021

      quero ganha dinheiro

      Responder