Acesso Rápido

    Bootstrapping: entenda como empreender com recursos próprios

    Bootstrapping: entenda como empreender com recursos próprios

    Bootstrapping pode não ser um tema muito comum para a maioria dos brasileiros mas é um tópico frequente entre empreendedores.

    Mas, apesar de parecer algo realmente complexo, o conceito por trás de bootstrapping é bem mais simples do que parece. E entender o seu significado pode ajudar no planejamento financeiro.

    O que é bootstrapping?

    Bootstrapping nada mais é que uma maneira de iniciar uma empresa apenas com recursos próprios. Ou seja, é a possibilidade de começar um negócio sem a necessidade de angariar sócios investidores ou tomar empréstimo.

    Nem sempre pessoas possuem os recursos necessários para criar uma startup. A resposta para essa questão está no racionamento. Ou seja, começar com os recursos próprios, embora eles possam ser pequenos. Isso pode ajudar o empreendedor no desenvolvimento de uma gestão mais eficiente do negócio.

    E-book: Comece a Investir na Bolsa

    Comece a investir! Saiba tudo que você precisa saber para dar os seus primeiros passos na Bolsa com o nosso Manual Gratuito do Investidor Iniciante!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Quais mais vantagens o bootstrapping pode trazer?

    Dentre as principais vantagens em começar um negócio apenas com recursos próprios, podemos citar o maior controle sobre o mesmo. Afinal, como o dinheiro é curto é preciso conseguir fazer mais com menos.

    Assim sendo, o empreendedor irá pensar mais antes de gastar o dinheiro com algo que não agregue um valor real ao produto.

    O fluxo de caixa, que consiste nas entradas e saídas de dinheiro da empresa, vai se alargando na medida em que as receitas vão crescendo, visto que os custos não crescerão na mesma proporcionalidade.

    Como começar uma startup apenas com capital próprio?

    Para quem deseja começar uma empresa sem a necessidade de investidores externos, é necessário primeiramente bastante planejamento. Ou seja, avaliar muito bem os produtos que serão lançados e o valor gasto para o lançamento deste produto.

    Isso irá garantir um crescimento mais sustentável do negócio. E por mais que possa parecer algo utópico é sempre bom lembrar que algumas empresas gigantes, operaram muito tempo sem capital de terceiros.

    O que fazer além do bootstrapping para empreender?

    Quando falamos em começar com recursos próprios entendemos que é preciso um bom planejamento antes de iniciar. Isso consiste em dizer que é necessário elaborar um plano de negócios.

    Nele é fundamental avaliar todo o mercado no qual o produto será inserido, levantando os principais concorrentes, ameaças e oportunidades que possam vir a surgir (isso pode ser realizado ao aplicar as 5 forças de porter). Depois é preciso levantar todas as questões operacionais.

    Isso quer dizer que é preciso saber algumas coisas como:

    • Qual o tamanho da operação do negócio;
    • Quais máquinas serão necessárias;
    • Quantas pessoas precisarão ser contratadas;
    • Qual o tamanho do espaço físico.

    E por fim, é preciso levantar todos os valores dos investimentos iniciais e dos custos que o empreendimento irá gerar. Assim ficará mais fácil de começar iniciar uma empresa com recursos próprios.

    Foi possível saber mais sobre bootstrapping? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *