Nubank (ROXO34): Números bons, mas distantes das expectativas altíssimas

Apesar de ter fechado o ano de 2024 com um lucro de US$ 1,2 bilhão e ter superado o consenso do Bloomberg nas projeções para o 4T23, o Nubank (ROXO34) amargou 8% de queda nas negociações after hours após divulgar seu balanço. Nesta sexta (23), com o pregão aberto oficialmente, os papéis caíram 1,4%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Analistas, de forma ampla, destacaram que os resultados do Nubank foram sólidos, porém insuficientes para as altas expectativas do mercado.

Isso, dado que a companhia vem numa esteira de bons números e subiu mais de 110% na NYSE em 12 meses.

“Mais importante ainda, vemos resultados bem abaixo do consenso do buy side, que vemos em mais de US$ 400 milhões. A NU mantém um ritmo forte, com a carteira de crédito e os depósitos crescendo 18% e 24% trimestre contra trimestre, respectivamente, embora as despesas (G&A) mais altas tenham limitado um crescimento mais forte no resultado final”, diz o Citi.

“Curiosamente, a NU divulgou dados detalhados sobre seu portfólio renegociado que atraíram nossa atenção devido à sua velocidade de crescimento, o que poderia ter um impacto maior sobre as despesas de provisão à frente, já que elas são um ponto focal”, completa.

O Citi tem recomendação neutra para o Nubank, com preço-alvo US$ 9.

Os analistas do Itaú BBA destacaram que o crescimento dos empréstimos acelerou para 14% no trimestre para a carteira total de empréstimos e 22% no trimestre para a parte que rende juros, à medida que os produtos de crédito ao consumo continuaram a ganhar força.

“A administração espera que os ganhos de eficiência sejam retomados nos próximos trimestres. Tudo incluído, 4T23 o lucro antes dos impostos superou ligeiramente a nossa previsão otimista, mas uma taxa de imposto de renda acima do esperado levou à falta de destques. No geral, os sólidos resultados operacionais e o ponto de partida para 2024 reforçam nossa visão positiva”, diz a casa.

O BBA recomenda compra para as ações do Nubank, com preço-alvo de US$ 12 por papel negociado na bolsa dos EUA.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

BTG segue cauteloso com o Nubank

Do mesmo modo o BTG Pactual classificou o 4T23 do Nubank como “bastante forte, tirando as expectativas muito altas”.

Lucro líquido de US$ 361 milhões no quarto trimestre, o que vemos como muito forte. Embora o resultado final de US$ 361 milhões (ROE de 23,5%) ficou aquém dos mais de US$ 400 milhões que muitos investidores locais tinham, o trimestre ainda foi muito bom. A receita líquida ficou alinhada com o consenso do lado do vendedor, mas com o EBT (lucro antes dos impostos, que consideramos um melhor indicador do “poder aquisitivo”) de U$ 560 milhões, 10% acima das nossas projeções e do consenso”.

A casa tem recomendação neutra para os papéis do Nubank, com preço-alvo de US$ 10.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião