PIB 2022: Ministério da Economia vê alta de 2,10%, na contramão do mercado

PIB 2022: Ministério da Economia vê alta de 2,10%, na contramão do mercado
Moeda Real. Foto: Pixabay

Enquanto instituições financeiras e casas de análises já apontam para um crescimento econômico zerado ou negativo no próximo ano, o Ministério da Economia vai na contramão. Após revisão das estimativas para os principais indicadores econômicos do País, a pasta divulgou nesta quarta-feira (17), que prevê o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil crescendo 2,10% em 2022.

Anteriormente, a previsão do Ministério da Economia era de alta do PIB de 2,50% no próximo ano. Para 2021, a revisão da pasta diminuiu a estimativa de 5,30% para 5,10%.

No Boletim Focus, relatório semanal feito pelo Banco Central em parceria com especialistas do mercado, desta semana, a previsão para o PIB 2022 retraiu para 0,93%, enquanto um mês atrás estava em 1,50%.

Para este ano, o mercado prevê um crescimento econômico de 4,88%, registrando dois recuos consecutivos no relatório, após estimativa de 5,01% há um mês.

O Itaú Unibanco (ITUB4) e o Credit Suisse revisaram recentemente suas estimativas macroeconômicas e apontaram  expectativa de recessão para o próximo ano, com uma queda de 0,50% do PIB do Brasil.

Previsão do IPCA 2022

IPCA

O Ministério da Economia também revisou sua projeção para a inflação no próximo ano. De acordo com a pasta, a alta dos preços medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechará 2022 com 4,70% de alta. Anteriormente, a expectativa era de 3,75%.

Em 2021, a nova grade de parâmetros macroeconômicos do ministério estima a inflação acumulada em 9,70%, frente expatativa de 7,90% anteriormente.

A Secretaria de Política Econômica (SPE) da pasta manteve a avaliação de que, a partir de 2023, a projeção para o IPCA converge em direção a meta: 3,25% em 2023 e 3,0% de 2024 em diante.

No último relatório Focus, os analistas de mercado consultados pelo Banco Central estimaram que o IPCA deve acumular alta de 9,77% em 2021 e de 4,79% em 2022.

Inflação em 2022: veja as principais projeções e saiba como investir

IGP-DI

Já a estimativa da Economia para a inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) ficou da seguinte forma:

  • em 2021 passou de 18,00% para 18,66%.
  • em 2022, a projeção passou de 4,70% para 5,42%.

No mais, o Boletim Macrofiscal elaborado pela SPE e divulgado hoje destaca que a projeção para o PIB e a inflação fundamenta-se em dados positivos do mercado de trabalho, que vem se recuperando da queda na pandemia, e também cita alto volume de investimentos contratados para o ano que vem, em parte decorrente de leilões e concessões.

Com informações de Estadão Conteúdo. 

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!