Acesso Rápido

    Radar do mercado: Embraer (EMBR3) comunica entrega do primeiro jato E195-E2 à AerCap e à Azul

    Radar do mercado: Embraer (EMBR3) comunica entrega do primeiro jato E195-E2 à AerCap e à Azul

    Na data de ontem (12), a Embraer comunicou, ao mercado e aos seus acionistas, a entrega do primeiro jato E195-E2 para a Azul Linhas Aéreas Brasileiras S.A. e para a AerCap, em cerimônia em sua sede em São José dos Campos.

    A Embraer disse que a Azul (AZUL4) é a operadora de lançamento global do E195-E2, a maior das três aeronaves da família E-Jets E2 de jatos comerciais.

    Além disso, foi informado que a Azul encomendou 51 aviões do mesmo modelo e receberá outras cinco unidades ainda em 2019.

     

    O Presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial, John Slattery, afirmou que essa “é a maior aeronave comercial que a Embraer já produziu. Os passageiros vão adorar o novo interior, e as companhias aéreas vão se impressionar com a extraordinária eficiência operacional.”

    Além disso, também afirmou que “o jato é, sem dúvida, ideal para o modelo de negócios de tarifas reduzidas da Azul e para o portfólio da frota da AerCap.”

    Foi destacado que a Azul operará o E195-E2 na configuração de classe única, com 136 assentos, em várias rotas domésticas e internacionais.

    Por sua vez, o fundador e presidente do conselho da Azul, David Neeleman, afirmou que “nos últimos dez anos, a Azul revolucionou o mercado de aviação brasileiro. Ajudamos a dobrar o mercado doméstico […] tudo graças às aeronaves Embraer E195-E1. Agora, com o E195-E2, estamos prontos para dar início a um novo capítulo na história da aviação brasileira.”

    Ainda no mesmo comunicado, a Embraer informou que o E195-E2 recebeu, em abril, o Certificado de Tipo de três órgãos regulatórios. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a Administração Federal de Aviação (FAA) e a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA).

    Destacou que testes em voo confirmaram que a aeronave é ainda melhor do que a especificação original. O consumo de combustível é 1,4% menor do que o esperado, chegando a 25,4% de economia por assento comparado com o E195 da primeira geração.

    Já os custos de manutenção são 20% menores e o E195-E2 é a aeronave mais ambientalmente amigável da categoria, operando com o menor nível de emissões e ruído externo.

    Outra característica destacada pela Embraer são os novos motores de alto desempenho, asas completamente novas, fly-by-wire completo e novo trem de pouso. Em comparação com a primeira geração do E195, 75% dos sistemas da aeronave são novos.

    A Embraer e a Azul também assinaram um contrato de longo prazo para um programa de suporte de peças reparáveis à nova frota da companhia aérea de jatos E195-E2.

    Por último, no mesmo comunicado, a Embraer informou que a AerCap é líder global em arrendamento de aeronaves, com 1.373 aviões próprios, gerenciados ou encomendados, com US$ 43,1 bilhões em ativos totais em 30 de junho de 2019.

    Além disso, a empresa atende aproximadamente a 200 clientes, em cerca de 80 países, com soluções abrangentes de frota.

    Já a Azul é uma das maiores companhias aéreas do Brasil em número de voos e cidades atendidas, com 854 voos diários e 114 destinos. Com uma frota operacional de 129 aeronaves e mais de 11.000 funcionários.

    Acreditamos que essa notícia demonstra a sólida parceria entre a Embraer e a Azul. No entanto, acreditamos que os resultados da Embraer são de difícil previsão, sem nenhuma característica que desperte considerável interesse. Portanto, seguimos de fora.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Carlos Roberto Martins 13 de setembro de 2019

      Olha fala para Bovespa que o Carlos R Martins não esta ganhando meus Lucros que eu tenho com as ações do Bradesco que não esta caindo na minha conta do banco agencia 2794 fica no Rio de Janeiro

      Responder