Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Oi (OIBR3) aceita proposta por sua divisão de fibra óptica

    Radar do Mercado: Oi (OIBR3) aceita proposta por sua divisão de fibra óptica

    A Oi (OIBR3) anunciou que aceitou a proposta apresentada pelo Grupo BTG para a aquisição de 57,9% da InfraCo, divisão especializada em fibra óptica da operadora de telecomunicações, a qual atualmente se encontra em recuperação judicial.

    Em proposta vinculante, o valor de firma da InfraCo (previsto para 31/12/2021) é de R$ 20 bilhões e leva em conta uma dívida líquida da Oi, que será paga em até 90 dias após o fechamento da operação.

    O valor da operação totaliza R$ 12,9 bilhões. Segundo a companhia, ele estará sujeito a mecanismos de ajuste com base em determinadas métricas de desempenho da InfraCo.

    A proposta contempla a contribuição à InfraCo em uma primeira parcela, o pagamento à Oi em uma parcela secundária e outra contribuição à InfraCo em uma parcela adicional, além da incorporação da GlobeNet pela InfraCo em até 90 dias contados da data do fechamento do negócio.

    O negócio, assinado pela Oi com o BTG Pactual Economia Real Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, outros fundos de investimento do Grupo BTG e a GlobeNet Cabos Submarinos, cede aos seus proponentes o direito de cobrir outras ofertas de maior valor que sejam eventualmente apresentadas.

    Ainda há a previsão de celebração, entre a InfraCo e a Oi, de contratos de provimento de capacidade e outros contratos operacionais, bem como de acordo de acionistas entre as partes relacionadas.

    Com andamento alinhado à implementação do plano estratégico de transformação das empresas Oi, a companhia reitera seu compromisso com a execução do plano e seu foco na transformação para ser a maior provedora de infraestrutura de telecomunicações no Brasil.

    O objetivo central da Oi é massificar a fibra óptica e a internet de alta velocidade. A companhia também busca prover soluções para empresas, além de infraestrutura na viabilização e evolução do 5G.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *