Radar do Mercado: B3 (B3SA3) – Número de investidores ativos na bolsa não para de crescer

A B3 – Brasil, Bolsa, Balcão (B3SA3) divulgou ontem (14) os seus destaques operacionais referentes ao último mês de novembro e, segundo a companhia, o número de investidores ativos, no Brasil, atingiu a marca dos 811.547, o que representou uma alta de 3% em relação a outubro desse ano, ou seja, ao mês anterior, quando o número era de 787.952 investidores.

Já na comparação com o mesmo período do ano passado, a variação foi ainda mais expressiva, haja vista que, no período de um ano, a alta na quantidade de investidores ativos na bolsa foi de 27,9%.

Outro ponto de destaque dos números da B3 se fez através do volume financeiro médio diário no segmento Bovespa em relação ao mercado à vista e ao mercado de opções, que variaram, respectivamente, 45,5% e 92,5,0% frente ao mesmo período do ano passado.

Por fim, a quantidade de empresas listadas na bolsa de valores diminuiu frente a novembro de 2017, passando a apresentar 400 empresas.

 

De acordo com os dados divulgados pela B3, é possível subentender que tanto o mercado de renda variável e como a quantidade de investidores interessados nesse tipo de aplicação financeira vem se mostrando crescente nos últimos meses, o que pode representar um maior volume de operações por parte da B3 e, por consequência, maiores receitas operacionais e melhores resultados para a companhia.

Esses fatores, aliados ao fato de ser a B3 uma excelente empresa, que apresenta uma geração de caixa consistente e que, basicamente, não possui competição em sua atuação, nos fazem apreciar ainda mais o case, o qual vislumbramos que possui um horizonte bastante promissor com a atual conjuntura de juros “baixos” e em um cenário de reaquecimento da economia.

Além disso, quando parte de sua dívida começar a ser “digerida” de maneira mais representativa, é muito possível que a empresa apresente ainda mais capacidade de gerar caixa e, por conta disso, entendemos que no médio prazo boa parte de seus resultados possam ser repassados a seus acionistas como forma de dividendos quando a sua alavancagem naturalmente começar a diminuir.

EBOOK COMO ANALISAR UMA ACAO

Vale acrescentar, ainda, que também no dia de ontem a companhia divulgou ao mercado que recebeu correspondência de seu acionista GIC Private Limited, na qual informou que alienou ações de emissão da B3, passando a deter, de forma agregada, 102.275.592 ações ordinárias, o que representa 4,967% das ações emitidas pela companhia, notícia essa que, em nossa visão, se mostra pouco relevante para a concepção operacional da companhia em uma conjuntura de longo prazo.

Continuamos a avaliar, com isso, a B3 como sendo uma excelente alternativa de aplicação financeira para investidores focados no longo prazo, dado o seu considerável potencial de geração de valor a seus acionistas no decorrer do tempo.

No entanto, recomendamos atenção ao preço de cotação da ação B3SA3, dado que, caso um preço esticado seja pago nesse investimento, pode ser que o retorno nao seja aquele esperado pelo investidor.

ACESSO RÁPIDO
    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *